Agilizar o trâmite de processos, reduzir despesas, melhorar a troca de informações entre secretarias e órgãos do governo, contribuindo para o fortalecimento da arrecadação do município e dando mais transparência às ações do governo. Estes são os objetivos do poder público com a modernização do parque de informática do município, que será implementada por meio do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros (PNAFM). A assinatura do convênio com a Caixa Econômica aconteceu na manhã desta quarta-feira (08.05) na prefeitura.

De acordo com a prefeitura, a modernização irá melhorar a interlocução entre as secretarias e agilizar o trabalho, melhorando o controle do município sobre saúde, educação, e demais setores da prefeitura, melhorando a eficiência na contratação de bens e serviços, otimizando todo o processo de contratação até o pagamento, permitindo redução nas despesas de preços finais dos materiais, por exemplo. Fornecedores também poderão acompanhar - via portal transparência - todas as etapas do contrato, até o efetivo pagamento. A expectativa é de uma redução de pelo menos 10% das despesas nos preços finais dos materiais.

A modernização permitirá ainda a atualização da base de dados do cadastro patrimonial do município, adequando-o às novas regras da legislação contábil do setor público. Além da modernização do parque de informática, o município poderá capacitar servidores.

Vale salientar que, com a assinatura do convênio, Petrópolis se tornará referência na arrecadação de recursos para investimentos em modernização.

O convênio permite que o município invista R$ R$ 10,2 milhões na modernização administrativa, fiscal e de tecnologia da informação, além de geoprocessamento. Serão R$ 9,2 milhões financiados em recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e R$ 1 milhão em contrapartida do município. Prefeituras como Juiz de Fora e Rio de Janeiro aderiram ao programa.

O prazo de financiamento é de 20 anos com carência de quatro anos e o financiamento sofre amortizações semestrais e consecutivas após primeiro período de pagamento. Os investimentos podem ser destinados ainda à aquisição de sistemas integrados de gestão, à infraestrutura e tecnologia da informação. O financiamento para a modernização foi aprovado pelo legislativo em dezembro do ano passado.

O PNAFM pode ser aplicado em qualquer um dos municípios brasileiros e conta com recursos da ordem de US$ 2,2 bilhões, dos quais US$ 1,1 bilhão (50%) são financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, e o restante provido a título de contrapartida da União (2%) e das prefeituras beneficiadas (48%). Estima-se que esse montante será suficiente para modernizar a gestão administrativa e fiscal em 3.854 municípios brasileiros

Brincadeiras entre mães e filhos, aula de step, sorteio de brindes e shiatsu serão oferecidos na Rua do Imperador

Brincadeiras entre mães e filhos farão parte da programação especial do Circuito Imperial de Lazer na Rua do Imperador, no próximo domingo (12.05). No dia em homenagem a elas, também será oferecida aula de step, sorteio de brindes, shiatsu, massagem, maquiagem e pintura facial para crianças. Por conta das atividades ofertadas, o espaço vai funcionar em horário especial, entre 9h e 12h.

Importante para o desenvolvimento motor, cognitivo, físico e social dos jovens, o esporte ganha cada vez mais espaço em todos os bairros da cidade. Entre os programas criados estão o Agita Petrópolis e o Festival das Comunidades, além da ampliação do Circuito para a Rua do Imperador.

O Circuito Imperial de Lazer funciona aos domingos no trecho entre a Praça Dom Pedro e o início da Rua Marechal Deodoro com atividades esportivas e de lazer. A iniciativa é uma parceria da prefeitura com o Sesc Rio, Unopar, Universidade Cruzeiro do Sul e Estácio de Sá, que disponibilizam professores e estagiários para o espaço.

Além das atividades na Rua do Imperador, o novo percurso do Circuito Imperial de Lazer da Av. Barão do Rio Branco - começando na Av. Ipiranga, também vai funcionar de 7h às 14h. Também são opções de lazer o Parque Municipal, em Itaipava, e o Parque Natural, no Centro, para quem gosta de correr, andar de bicicleta ou de andar de skate.

As câmeras do Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) estão sendo usadas para investigação dos responsáveis pelo assalto a uma loja de celulares na última terça-feira (07.05), no Centro. O monitoramento capturou imagens de duas pessoas em uma moto momentos após o roubo de 107 aparelhos do estabelecimento, por volta de 13h45.

O objetivo é identificar, através das câmeras, a rota percorrida pelos assaltantes para conseguir prender os acusados e tentar recuperar os celulares roubados. Um funcionário da loja, que estima prejuízo de R$ 180 mil, já esteve no Ciop com a Polícia para dar informações sobre os acusados e o veículo usado no crime e, assim, contribuir com a busca de pistas. Todas as imagens ficam à disposição da Polícia Civil para a investigação. 

O Centro Integrado de Operações de Petrópolis tem 56 câmeras espalhados em 46 locais da cidade. Desde o meio de maio, Guarda Civil, Polícia Militar e Polícia Civil já usaram o monitoramento para prisões após assaltos a residência, roubo de carga, furto de loja e tráfico de drogas. Também ajudou a descobrir casos de falsas comunicações de crimes (estelionatos) e a prender uma quadrilha acusada de aplicar o golpe da “saidinha de banco”. CPTrans, Defesa Civil e Bombeiros já estão utilizando as imagens para o trabalho de orientação do trânsito e atendimento de emergências.

A ação fiscalizou dez estabelecimentos

Dando continuidade as ações de fiscalizações de postos de combustíveis, equipes do Procon e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vistoriaram 10 postos, nesta terça-feira (07.05), e três deles apresentaram irregularidades - um no Quissamã e dois no Bingen. A ação verifica se o estabelecimento possui alvará de funcionamento, licença do Corpo de Bombeiros e Ambiental, além da pureza da gasolina, etanol e diesel, e a compatibilidade no número de litros apontado pela bomba e o que entra nos veículos.

O primeiro local a ser fiscalizado foi o Quissamã, onde um posto foi notificado ao apresentar problemas nas especificações na hora da análise. O etanol encontrado estava abaixo das normas exigidas pela ANP, e o diesel apresentou um aspecto turvo, e segundo a resolução, o combustível precisa estar límpido e sem aspecto de impureza. Foram coletadas amostras, e enviadas para o laboratório para análise. Já no Bingen, um posto foi notificado na medida reparatória de conduta, para afixar a placa de preço dos combustíveis em local visível. Caso os dois não corrijam as irregularidades, poderá ser aplicada uma multa.

E também no Bingen, a equipe flagrou outro posto de combustível, sem os equipamentos certificados para aferição, o que é uma obrigação para os estabelecimentos. Nestes casos, em que são constatadas irregularidades, o bico, a bomba ou até o tanque do combustível podem ser interditados, e o posto leva multas, podendo, inclusive, ser interditado. A liberação ocorre só após a regularização do problema constatado e verificação de órgão competente.

Segundo o Procon, a operação em parceria com a ANP já fiscalizou 21 postos de combustível. Foram realizados testes em dois postos no Quissamã, quatro na Estrada União e Indústria e quatro no Bingen. Destes, sete apresentaram regularidade dentro dos parâmetros estabelecidos pela ANP. Em caso de alguma irregularidade, o consumidor pode e deve informar aos órgãos competentes, como o Procon, por exemplo, para que tome as providências cabíveis, de acordo com o problema encontrado.

Consumidores que tiverem dúvidas sobre seus direitos ou estabelecimentos podem e devem entrar em contato com o órgão de defesa do consumidor, que ficam Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores, e em Itaipava, na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

Neste período, 65 pessoas se cadastraram e já receberam descontos de R$ 555,77 na conta de luz

Inaugurado no último dia 25 de abril, o ecoponto do Quitandinha já recebeu quase 1,2 tonelada de resíduos recicláveis. Em duas semanas, 65 pessoas já se cadastraram para participar do programa que dá descontos na conta de luz para quem entrega resíduos como papel, papelão, alumínio, plástico, entre outros materiais. Com esse total de material, os inscritos já reduziram a conta de energia em R$ 555,77.

O ecoponto do Quitandinha foi o terceiro a ser criado na cidade. Ele é administrado em parceria pela Comdep e pela Enel Distribuição Rio, assim como acontece na Mosela e em Itaipava. Somando os três ecopontos, já são 122 toneladas de materiais entregues por mais de 1,6 mil pessoas cadastradas, o que gerou um desconto de quase R$ 50 mil.

O ecoponto no Quitandinha beneficia moradores de vários bairros e comunidades perto, como Thouzet, Independência, São Sebastião, Siméria, Castelânea, Amazonas, Cel. Veiga.

O material que mais foi levado para o ecoponto do Quitandinha foi o papel: foram 570 kg entregues nas duas primeiras semanas de funcionamento do espaço. O alumínio misturado é o que gerou maior desconto no período, R$ 216,45. Também foram entregues jornal, revista, papelão, garrafa pet, pet de óleo, plástico filme, plástico poli (usados em embalagens de alimentos) e sucata de ferro.

Para participar do programa, basta o morador levar uma conta de luz na primeira vez que for entregar materiais recicláveis no ecoponto. Dessa forma, será feito o cadastro através do número de cliente. Nesse momento, ele recebe um cartão e, a partir da segunda ida ao ecoponto, é só levar esse cartão. O cálculo do desconto é feito na hora da entrega e fica registrado neste cartão – na próxima fatura, a conta de luz já virá com valor reduzido.

O ecoponto do Quitandinha funciona de segunda a sexta, de 8h às 17h.

Capacitação visa orientar produtores e comerciantes

A comercialização e fabricação segura de carnes em açougues, supermercados e eventos será o foco da próxima capacitação da Coordenadoria de Vigilância Sanitária (COVISA). As inscrições estão abertas para o mini curso de Boas Práticas de Fabricação em Produtos e Cárneos, que será realizado no dia 13 de maio, próxima segunda-feira. Durante duas horas, das 9h às 11h, os fiscais da Vigilância Sanitária darão os esclarecimentos aos profissionais do setor na sede da Defesa Civil – Dr. Sá Earp, 128. A participação é gratuita e voltada especificamente aos profissionais que produzem ou comercializam carnes e derivados, como linguiças, muito comuns na produção local.  

O curso especificamente voltado para o manuseio de carnes é realizado pela primeira vez na cidade, seguindo recomendação do Ministério Público Federal. A iniciativa visa preparar os comerciantes e produtores para o comércio regular, mas também, os que atuarão em eventos, como a Bauernfest, onde a gastronomia é bem explorada. Após a realização da capacitação, os ficais da Covisa realizarão inspeção nos estabelecimentos voltados para a comercialização de produtos cárneos.

Quem tiver interesse, pode se inscrever pelo e-mail  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.   e pelos telefones (24) 2246-9041 // 9209. A estimativa é de que cerca de 50 profissionais compareçam.

O curso terá como abordagem principal a proibição da comercialização dos produtos cárneos clandestinos. Ministrado por fiscal da Covisa, o curso abordará sobre os riscos dos produtos não inspecionados pelos órgãos ligados ao Ministério da Agricultura, os serviços de Inspeção Estadual (SIE) ou de Inspeção Federal (SIF). Os produtores e comerciantes receberão esclarecimentos sobre as procedências necessárias dos produtos desde o abate até a fabricação dos alimentos.

Durante o curso, os profissionais receberão esclarecimentos sobre manuseio dos produtos cárneos e informações que vão desde a higienização do produto, do estabelecimento e do profissional; uso de equipamentos de proteção; e refrigeração para o armazenamento ou exposição para a venda. A carne moída também vai ser um dos temas abordados. Os fiscais alertarão sobre a procedência necessária, como por exemplo, a proibição da venda do produto já embalado. As carnes devem ser processadas no ato da venda.

A fiscal Sanitário e Veterinário Juliana Paulino destaca a necessidade de apresentação do selo de inspeção dos produtos. A medida garante que o produto tenha sido fabricado com carne de qualidade e que não apresenta riscos para a saúde. “O produto que não possui o selo pode ter sido feito com carne clandestina, em que não se pode atestar o estado de saúde do animal na hora do abate. O certificado de qualidade garante ainda que não haja aditivo químico  acima dos limites estabelecidos para a segurança dos consumidores”, explica a fiscal.

O curso via preparar os produtores e comerciantes para que se adéquem aos padrões de qualidade estabelecidos exigidos durante as inspeções. Durante as fiscalizações, os agentes checam a procedência dos alimentos cárneos comercializados. Os produtos que não possuem as certificações dos órgãos reguladores são descartados e o estabelecimento é autuado.

Programação especial será realizada na Praça CEU da Posse

Oficina de plaquinhas, sessão de vídeos, projeto Cidade do Trânsito, skate e apresentações especiais farão parte do evento que será realizado nesta quinta-feira (09.05) a partir das 9h para alunos das redes municipal, estadual e particular, na Praça CEU da Posse, dentro da programação do Maio Amarelo da CPTrans. A expectativa é de que mais de 500 alunos participem das atividades.

Alunos da educação infantil até o ensino médio terão a oportunidade de aprender um pouco mais sobre os cuidados com o trânsito, respeito a faixas de pedestres e a sinalização.

Participarão do evento alunos das escolas: E.M Oswaldo da Costa Frias, Moyses Furtado Bravo, Beatriz Zaleski, M. Taquaril, Avelino de Carvalho, Escola M. Arnaldo Dyckerhoff, Antônio José de Lima, Félix Wan Erven de Barros, Hildebrando de Carvalho, Centro de Educação Infantil José Gonçalves da Motta, CEI Ângela Maria da Conceição, Ciep Gabriela Mistral e colégios Astro e Crescer Sabendo Ser.

Durante a ação, a equipe da CPTrans vai abordar, de maneira lúdica para as crianças da educação infantil e ensino fundamental 1, as regras de trânsito: orientação sobre não atravessar fora da faixa de pedestres; usar o cinto de segurança; como se comportar ao passear com o animal de estimação; não se distrair com o celular ou jogos no meio da rua. Já para os estudantes mais velhos, do segundo segmento do ensino fundamental – a partir de 11 anos – e do ensino médio, o foco será a legislação de trânsito, os acidentes causados por imperícia e imprudência.

Com o mote “No Trânsito, o sentido é a vida”, a assinatura #MeOuça, as peças da campanha deste ano tem o viés voltado à reflexão dos adultos frente aos conselhos dados pelas crianças.

Iniciativa é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Agentes públicos, empresários e acadêmicos terão acesso aos dados parciais do Observatório Macroeconômico da cidade, que está sendo elaborado pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O objetivo é registrar os números relativos ao número de empresas e movimentação econômica de setores como Industria, Comércio e Serviços; Ciência, Tecnologia e Inovação; Trabalho e Renda; Agricultura, Abastecimento e Produção da cidade. O encontro será realizado nesta quinta-feira (10.05), às 18h, no auditório do Sicomércio - Rua Irmãos D'Angelo, nº 48, cobertura, Centro.

Os dados do Observatório estão sendo registrados a partir de levantamentos feitos pela Declan e Censo 2018 da Emater. Vale salientar que a Declan é uma declaração instituída pelo Estado com a finalidade de se levantar informações econômicas das empresas e que auxilia na apuração do valor da participação dos municípios no valor arrecadado em ICMS.

Segundo o poder público, o Observatório Macroeconômico é essencial porque mostra o perfil dos setores importantes para a economia da cidade e o número de empresas. Com os dados, pode-se observar quais estão em crescimento e o que o poder público pode fazer para auxiliar, seja através dos incentivos fiscais ou fomentando novas parcerias com instituições educacionais que podem especializar a mão de obra necessária para esses setores.

Entre os pontos apresentados no Observatório estão os números crescentes de atendimento no Espaço Empreendedor – local preparado para receber os novos empresários e que oferece diversos atendimentos sem a necessidade de agendamento prévio e a distribuição de empresas por bairro: segundo o Declan, o 1º distrito ainda possui a maioria das empresas registradas na cidade – são 5.722 empresas, o que representa 63,90% do total da cidade. Em segundo lugar está Itaipava – são 1.398 empresas (15,61%). Em terceiro está Cascatinha com 1.245 empresas (13,90%); em quarto está a Posse com 237 estabelecimentos (3,65%); e em quinto lugar, Pedro do Rio – são 262 empresas (2,93%).

Ainda de acordo com o levantamento prévio, as atividades econômicas da cidade mais incidentes estão nos setores: comércio varejista, alimentação, confecção de artigos de vestuário e acessórios, agricultura, pecuária e serviços relacionados.

Vale salientar que esses números são parciais e o Observatório completo será divulgado quando todos os dados forem computados.

O Observatório também constata que o setor de Tecnologia da Informação possui 480 empresas sendo 431 registradas e 33 empresas com site. Com relação a Trabalho e Renda, a pesquisa leva em consideração os números do Balcão de Empregos da prefeitura: em 2017 foram cadastradas 387 vagas e encaminhados para entrevistas 1.177 pessoas. Em 2018 foram cadastradas 491 vagas e encaminhados para entrevistas 2.037 currículos.

Com relação a agricultura o Observatório atualiza dados segundo um levantamento sobre o bairro Caxambu: 91% dos trabalhadores são do sexo masculino e 66% deles tem entre 40 e 60 anos. Além disso, 65% deles se dedicam exclusivamente a atividade agrícola e a maior parte se dedica a produção de verduras. O faturamento da atividade agropecuária no município - segundo dados do Censo da Emater 2018 - gira em torno de R$ 40 milhões por ano.

O curso faz parte da Campanha Mulher 365 dias em comemoração ao Dia das Mães

Batom, sombra, pincéis, base e muitas dicas de maquiagem, foi assim que as mulheres assistidas do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram) passaram a tarde desta quarta-feira (08.05), aprendendo a valorizar seus traços e resgatando a autoestima. A ação é uma comemoração pelo Dia das Mães e faz parte da Campanha Mulher 365 dias, que visa conscientizar a população sobre a violência contra a mulher.

Mais de 10 mulheres que frequentam as reuniões semanais do grupo de apoio terapêutico no Cram tiveram um dia especial. As assistidas puderam levar suas filhas e participar do curso de maquiagem, ministrado pela maquiadora Marilia Beliani. O grupo aprendeu várias técnicas de aplicação de maquiagem, além de dicas de produtos, tipos de pele, tonalidade da cor da base, entre outras dicas.

Segundo a psicóloga do Cram, Liane Diehl, este contato da mulher com ela mesma é muito importante para o resgate da autoestima. “As mulheres chegam aqui muito maltratadas fisicamente, emocionalmente, e existe uma certa dificuldade deste contato com o próprio corpo, mesmo se tratando da face. A maquiagem é uma oportunidade delas se olharem e se cuidarem. Agora ao longo das próximas reuniões vamos observar como este curso repercutiu no grupo”, contou a psicóloga.

 O CRAM, que é subordinado ao Gabinete da Cidadania, presta assistência jurídica, social e psicológica à vítima, para onde são encaminhadas após a denúncia na delegacia.

Para denunciar ou solicitar informações, as pessoas podem ligar para o telefone 2243-6152 ou comparecer à sede do Cram, na Rua Santos Dumont, número 100, no Centro. O funcionamento é de segunda a sexta, de 8h às 17h. Em casos de emergência, a mulher pode ligar em qualquer horário para o número (24) 98839-7387, disponibilizado pelo órgão. Caso se sinta violentada de alguma forma, a mulher pode contatar o 180 ou a Polícia Militar pelos números 2291-5071, 2242-8005, além de poder contatar via WhatsApp a emergência da Polícia Militar, pelo número (24) 99222-1489, além da Guarda Civil pelo 153.

Mais de 600 alunos estão envolvidos nas partidas da primeira fase do vôlei dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no Caxambu. A abertura da modalidade aconteceu nesta quarta-feira (08.05) com 12 jogos na categoria sub-15 masculina. Até a próxima quarta (15.05), o local recebe mais 50 partidas de 52 equipes em todas as idades: sub-13, 15 e 18. Os oito melhores colocados por categoria garantem vaga para a segunda fase, que será realizada no segundo semestre.

O regulamento deste ano prevê que as escolas podem inscrever um mesmo atleta para três esportes em equipe nas categorias sub-15 e 18. A mudança atende a um pedido dos colégios menores, que contam com menos alunos.

A Escola João de Barro, por exemplo, participa pela primeira vez dos jogos neste ano. São 35 alunos envolvidos nas partidas de vôlei, futsal e xadrez. Uilian Rolim Barcellos, professor de educação física da instituição, comemorou a presença no Jeups como forma de incentivo aos alunos.

"Eles estão muito animados com a participação nos jogos. A interação com outros alunos é algo muito importante para eles, já que a escola é de Itaipava, um pouco mais distante. Estamos muito felizes com essa oportunidade, mesmo com uma equipe mais nova em relação as outras escolas", disse Uilian, explicando que o time sub-13 está jogando uma categoria acima, por causa do número de alunos da escola.

O Jeups neste ano bateu o recorde de escolas inscritas: 50. O maior número era de 2002 e de 2018, quando participaram 44 instituições.  A principal novidade desta edição é uma parceria entre a prefeitura e o Banco de Sangue Santa Teresa, que busca incentivar os colégios a doarem sangue no período em que ocorrem as disputas.

Outra novidade é a criação do projeto Selecionados Jeups. Serão formadas seleções com os principais atletas das categorias sub-15 e 18 no basquete, handebol, vôlei e futsal, sendo que nesta modalidade apenas no feminino, já que no masculino a Liga Petropolitana de Desportos representa a cidade.

Iniciativa é da CPTrans

Formação foi realizada por técnicos do Detran

Servidores da rede municipal de Educação participaram nesta quarta-feira (08.05) de uma formação especial que abordou a importância da Educação no trânsito. A atividade, que integra o calendário de ações do Maio Amarelo, promovidas pela CPtrans, contou com a participação de servidores do Detran. Na ocasião também foi distribuído material educativo para as escolas participantes. O encontro, realizado na Universidade Católica de Petrópolis (UCP), foi voltado para professores que atuam no primeiro segmento (1º ao 5º ano do ensino fundamental) e educadores da educação Infantil das escolas da rede municipal.

Os servidores do Detran Patricia Santos Oliveira Babeta, Enza Taddei Hernandez e Artur Lopes de Oliveira foram os responsáveis pela ação.

 “Nosso objetivo foi o de sensibilizar os professores que a maneira mais simples de despertar a atenção das crianças é através do exemplo. As crianças aprendem e repassam as informações, criando um movimento do bem. Os professores podem ser nossos parceiros nessa empreitada, destacando a importância da segurança viária de forma lúdica, tornando os alunos multiplicadores de conhecimento. E quando eles aprendem eles mesmos corrigem os pais quando percebem que algo está errado”, explicou Patricia Santos, que é chefe do Centro de Apoio Pedagógico da Coordenadoria de Educação do Detran.

Segundo Enza Taddei, o foco das atividades diferenciadas indicadas que podem ser feitas com as crianças tem como intenção sensibilizar os pequenos: “Hoje registramos, anualmente, no país, 45 mil mortes no trânsito, mas esse número corresponde às mortes identificadas na hora do acidente, logo esse número pode ser muito maior. São mais de 300 mil pessoas com sequelas por causa de acidentes. É para chamar a atenção da comunidade que precisamos da parceria dos professores. Todos nós fazemos parte do trânsito. O Guarda também é pedestre, o ciclista é cidadão e o Detran trabalha com essa concepção. Somos todos responsáveis pela segurança”.

Quarta, 08 Maio 2019 18:43

Festa de Portugal neste fim de semana

Um pedacinho de Petrópolis vai se transformar em terras lusitanas neste fim de semana, com a Festa de Portugal. O evento, que acontece na Casa de Portugal, de 10 a 13 de maio (Dia de Nossa Senhora de Fátima), vai contar com restaurante e barraquinhas com as delícias da culinária típica – como bacalhau e pastel de Belém, música ao vivo, apresentações folclóricas, palestra e missa. A festa, que tem entrada gratuita, tem o apoio da prefeitura através da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE).

A abertura será às 17h, na sexta-feira, com o início dos festejos, abertura das barracas e do restaurante e música ao vivo com Claudio Santos e Amigos. Já no sábado, o evento abre logo pela manhã, às 10h. Haverá almoço típico português: cozido à portuguesa; música ao vivo com a banda Rio-Lisboa Show e artistas convidados; além de apresentação do Rancho Folclórico Armando Lessa – Casa do Porto. No domingo, também a partir de 10h, o público poderá contar com outro almoço típico: bacalhau à Brás; apresentação da Rio-Lisboa Show e o fadista Ramiro da Maia, João Mossoró e outros. Haverá ainda um desafio de concertinas. Na segunda, Dia de Nossa Senhora de Fátima, haverá uma palestra com o tema: Portugal: Ontem e Hoje”, às 10h30, e missa às 18h.

“As pessoas estão animadas para a festa. Muitos de fora da cidade, de outras casas de Portugal, já confirmaram presença. Temos certeza que será muito bom, muito animado”, frisa o presidente da Casa de Portugal de Petrópolis, Mario Mesquita.

As delícias da culinária portuguesa, como o bacalhau, a sardinha, ou os doces, como o pastel de Belém, são só alguns dos destaques do que o público vai encontrar na Festa de Portugal, que acontece em maio, na Casa de Portugal, no Quitandinha. Do dia 10 ao 13, os amantes dessa cultura, que também faz parte da história da cidade, poderão contar não só com restaurante e barraquinhas de comida, como também música ao vivo, inclusive com cantores portugueses, apresentações folclóricas, palestra e missa. A entrada é gratuita.

O evento, realizado pela Casa de Portugal de Petrópolis, conta com o apoio da prefeitura através da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE).

De acordo com a Casa de Portugal de Petrópolis, a estimativa é que cerca de 1/3 da população da cidade seja de imigrantes e descendentes de portugueses. “Desde o final do século 19 e durante todo o século 20, a imigração portuguesa é muito forte. Podemos perceber isso nas áreas que eles atuaram, como na agricultura, nas padarias, em restaurantes, nas construções, entre outros”, destaca o diretor geral da instituição, Paulo Delgado.

Para celebrar a cultura portuguesa, o evento vai contar com atrações musicais como: Claudio Santos e Amigos; Rio-Lisboa Show e o fadista Ramiro da Maia; João Mossoró; entre outros. Além de apresentações do Rancho Folclórico Armando Lessa e do Veteranos da Casa do Minho. Um dos pontos altos será a culinária, com, por exemplo, almoços típicos portugueses: bacalhau à braz e cozido à portuguesa, além de outros quitutes.

As escolas da rede municipal já podem solicitar a visita do projeto “OAB vai à escola”, ação que prevê a realização de palestras sobre temas diversos para os alunos do 8º e 9º ano do ensino fundamental. A iniciativa é resultado de uma parceria da 3ª Subseção OAB-Petrópolis com a Secretaria de Educação. A primeira palestra vai ocorrer nesta quinta-feira (09.05), às 10h, na EM Abelardo de Lamare, no Caxambu.

Segundo Marco Aurélio dos Santos Gomes de Araújo, advogado e presidente da Comissão "OAB vai à escola" da 3ª Subseção OAB-Petrópolis, o projeto foi criado em 2002 pela Seccional do Rio de Janeiro com a intenção de proporcionar noções de cidadania aos estudantes das escolas públicas e também das instituições particulares do Estado do Rio de Janeiro. O projeto tem três objetivos básicos: o pleno desenvolvimento da pessoa, o preparo da pessoa para o exercício da cidadania e a qualificação da pessoa para o trabalho.

“A principal finalidade é levar às salas de aula as primeiras noções de cidadania. Percebemos que o Projeto OAB vai à escola pode ser mais abrangente porque parte dos jovens são carentes de informações, além daquelas que são oferecidas através da grade curricular. Assim, o projeto cresceu, pois vislumbramos a possibilidade de levar ao conhecimento dos alunos, além das noções de Cidadania, a possibilidade de falar sobre assuntos diversos”, explicou.

Entre os assuntos que poderão ser ministrados nas palestras estão: Direito das Famílias, Direito do Consumidor, ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, gravidez na adolescência, o uso das drogas e os desdobramentos na justiça, violência doméstica, Lei Maria da Penha e a organização judiciária.

“A ideia é não falar só dos direitos das crianças e dos adolescentes, mas também as obrigações, dignidade da pessoa humana, as responsabilidades com propagação de vídeos pornográficos via aplicativos, crimes cibernéticos, e outros temas sempre atuais, e, também, para demonstrar a importância da advocacia para a sociedade”, conta o advogado.

As palestras terão duração de aproximadamente 1h30 e no final os alunos podem fazer perguntas para tirar dúvidas. O cronograma das palestras será enviado pelo Departamento de Projetos da Secretaria de Educação para a OAB. As escolas interessadas em receber a comissão, podem fazer a inscrição pelo telefone (24) 2246-8678.

Em virtude das condições climáticas para os próximos dias, as gravações do filme “O Garoto” agendadas para esta quinta-feira (09.05), na Rua 16 de Março, foram transferidas para segunda-feira (13.05). A intervenção acontece na Rua 16 de Março, entre a Praça D. Pedro e a Rua Alencar Lima, e terá bloqueio intermitente de 5h30 às 15h. Na parte da tarde, de 13h às 18h, a Rua Frei Luiz (Editora Vozes) ficará totalmente fechada, no trecho da Rua Frei Rogério até a Rua Montecaseros. Todos os pontos serão sinalizados e acompanhados por agentes da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans).

Iniciativa é do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz

Professores da rede municipal de Educação poderão participar este mês do curso de Justiça Restaurativa “Construindo um clima escolar positivo”, que será promovido pelo Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz em parceria com a Secretaria de Educação. As inscrições podem ser feitas por telefone, através do número (24) 2246-6006.

A intenção do curso é a de seguir as diretrizes do Plano Municipal de Educação, estratégia 7, que visa a capacitação de educadores para detecção dos sinais que possam demonstrar abusos, como a violência doméstica.

Serão formados dois grupos e os encontros começarão no dia 9 de maio, na Casa da Educação Visconde de Mauá.

Iniciativa é a primeira do eixo humanitário do Plano Inverno municipal

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias vai entregar flores no calçadão do Cenip na sexta-feira (10.05) em homenagem ao Dia das Mães, comemorado no próximo domingo. A cortesia dos agentes tem o objetivo de venerar a importância das mães no vínculo familiar e conta com o apoio do empresariado petropolitano. A iniciativa é a primeira das ações do eixo humanitário do Plano Inverno municipal, que está sendo atualizado pela Defesa Civil para o período de estiagem.

Oito funcionárias da Defesa Civil estarão no calçadão fazendo a distribuição das flores. 

Desde o início da atual gestão, a pasta realiza uma série de ações de ajuda humanitária. Neste ano, estão previstas a campanha do agasalho, Festa Julina Solidária, campanha de doação de sangue e do dia das crianças. O trabalho solidário tem como prioridade atender aos mais necessitados através de campanhas de doação.

Todo o material que será distribuído está sendo arrecadado através de doações dos empresários petropolitanos. 

Além das ações humanitárias, o Plano Inverno municipal segue sendo elaborado no eixo operacional. O primeiro passo será estabelecer um plano de resposta para agilizar a resposta às ocorrências com a participação de órgãos de atendimento a população. Além disso, a Defesa Civil segue com o trabalho de prevenção aos desastres de origem natural.

Unidade é uma das 15 que passaram a oferecer atendimento diferenciado em 2019

Iniciação científica, informática, inglês, educação ambiental e reforço em matemática e língua portuguesa, essas são as atividades oferecidas para 68 alunos que são atendidos integralmente na EM Luiz Carlos Soares, no Morin. A escola é uma das cinco que passaram a oferecer o atendimento diferenciado nesse ano - o integral beneficia alunos matriculados do 5º período da educação infantil ao 3º ano do ensino fundamental. A escola também recebeu melhorias nesse ano como a pintura de salas de aula, conserto do telhado e a construção de um muro que separa a escola da quadra poliesportiva inaugurada na comunidade.

Já são 15 escolas na rede municipal que oferecem a educação em tempo integral. Vale salientar que o atendimento integral segue o Programa Integrado para Aprendizagens e Conhecimento que surgiu com o intuito de atender as demandas da Meta 6 do Plano Municipal de Educação e PNE Plano Nacional de Educação. Segundo o PNE, até 2025 pelo menos 50% dos alunos da rede precisam estar em escolas de tempo integral”.

A diretora da EM Luiz Carlos Soares, Derminda de Souza Barbosa, explicou que a escola montou um calendário de aulas diferenciado que anima os alunos. “Mesclamos as aulas da grade curricular com as oficinas e isso transformou a estadia dos alunos na escola mais interessante. Eles ficaram mais animados com o integral e adoram as oficinas. Para a nossa escola essa mudança foi um presente. Explicamos para os pais as mudanças e, felizmente, todos gostaram muito. Nós ensinamos e também aprendemos muito com eles”, explicou a diretora.

Derminda destacou que os avanços já foram percebidos. “Ficamos muito felizes com os resultados. Um dos nossos alunos, que tinha dificuldade na leitura, já está começando a ler e eu acredito que isso é resultado de estimulação diferente que é feita no ensino integral”.

Integral já em 15 escolas

As oficinas oferecidas nas escolas em tempo integral são diversificadas como: Orientação de Estudos (Linguagem e Matemática); Iniciação Científica (Pedagogia de Projetos); Teatro; Recreação, Jogos e Contestes; Artes; Informática; Inglês; Musicalidade; Literatura e Corpo e Movimento.

Os monitores que atuam nas unidades passaram por um processo seletivo de cinco etapas e participam dos programas de formação coletiva promovidos pela Secretaria de Educação ao longo do ano.

Passaram a atender de forma integral em 2019 as escolas: EM Johan Noel – 4º p até o 3º ano do fundamental; EM Luiz Carlos Soares (Morin) – 5º período ao 3º ano do ensino fundamental; EM Senador Mário Martins (Caxambu) – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental; EM Monsenhor Cirillo Calaon (Jardim Salvador) – 1° período da educação infantil até o 3° ano do ensino fundamental e EM Magdalena Tagliaferro (Castelo São Manoel) – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental.

Além das cinco novas escolas que passaram a atender de forma integral em 2019, já oferecem esse tipo de atendimento as unidades escolares: Ana Mohammad (Sargento Boening), Soroptimista (Pedras Brancas), Leonardo Boff (Duarte da Silveira / Contorno), Colégio Gunnar Vingren (Valparaíso), Professor Nilton São Thiago (Nogueira), São Francisco de Assis (Moinho Preto), São João Batista (Duarte da Silveira), Dom Pedro de Alcântara (BR-040). Além dessas, duas escolas oferecem atendimento integral a partir de projetos distintos: Escola Santo Antônio do Vale do Cuiabá / Padre Quinha e o Centro Educacional Comunidade São Jorge.

Os pais que quiserem informações sobre o funcionamento das escolas que funcionam integralmente podem procurar o Departamento de Inspeção Escolar na Secretaria de Educação, no prédio Frei Memória – Rua da Imperatriz, nº 193. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h30. O telefone do setor é o 2246-8675.

Atendendo a uma orientação do Ministério Público Estadual, a prefeitura lançou nesta terça-feira (07.05) o Programa Escolas Resilientes. Gestores das escolas e dos Centros de Educação Infantil (CEI) estão sendo capacitados pelos técnicos da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias para agirem em situações de emergência. Entre os temas abordados estão o uso correto de extintores de incêndio, escape de forma segura dos alunos nas instituições de ensino e noções básicas de primeiros socorros. O treinamento acontece em duas etapas - até junho com palestras e exercícios práticos na sede da Defesa Civil e no segundo semestre com atividades nas escolas e comunidades.

O treinamento conta com a parte teórica e noções básicas de primeiros socorros para atender a Lei nº 13.722 de 4 de outubro de 2018 - Lei Lucas - que torna obrigatória a capacitação de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino público e privados e educação básica e de estabelecimento de recreação infantil (treinamento prático). As aulas têm carga horária de 4 horas de treinamento teórico e 4 horas de treinamento prático.

A capacitação está sendo ministrada por agentes da Defesa Civil, além de equipes da Cruz Vermelha e por grupos de Bombeiros Civis.  As turmas de escape das escolas e uso de extintores de incêndio contam com 50 vagas e de noções básicas de primeiros socorros com 20.  

A primeira turma contou com a presença de 50 gestores, entre elas, Joseane Dias Ferreira, diretora do CEI São João Batista, que fica no bairro Duarte da Silveira. Ela elogiou a iniciativa da prefeitura e destaca a importância do treinamento para toda a comunidade. “Dessa forma, a escola vai estar mais segura, com todos os funcionários sabendo a maneira de agir em caso de ocorrência e de emergência. É de extrema importância o treinamento para todos os gestores da rede municipal de ensino”, disse Joseane.

Concurso vai escolher Rainha e Princesas da Festa do Colono Alemão, no dia 25 de maio

O Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) abriu as inscrições para as candidatas à Realeza da 30ª Bauernfest. O concurso, já tradicional, acontece no dia 25 de maio, às 19h, no Palácio de Cristal. Podem se inscrever concorrentes com idade entre 18 e 30 anos, moradoras de Petrópolis, que tenham ascendência germânica. As inscrições, que são gratuitas, devem ser feitas até o dia 17 deste mês, na sede do IMCE, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, no Centro. Este ano, a Festa do Colono Alemão acontece de 14 a 30 de junho (exceto no dia 20 – Feriado de Corpus Christ).

O concurso vai escolher a Rainha, Primeira Princesa e Segunda Princesa, que receberão um prêmio em dinheiro no valor de R$ 4 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil (valor bruto), respectivamente. O mandato das vencedoras se estenderá da data da coroação até a realização do concurso da próxima edição da festa. Apenas as vencedoras do ano passado não podem concorrer. O regulamento também pode ser retirado no IMCE.

No dia do concurso, as candidatas deverão se apresentar com um traje tradicional, típico germânico. Elas serão julgadas por uma comissão indicada pelo IMCE e pelo Clube 29 de Junho e serão avaliadas nos seguintes quesitos: apresentação, beleza, simpatia, elegância, desembaraço, traje e conhecimentos culturais.

As inscrições podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, de 10h às 17h30. O IMCE fica na Praça Visconde de Mauá, 305, no Centro. É necessário apresentar cópia do RG e CPF, comprovante de residência e ainda comprovar a descendência alemã (parentesco ou sobrenome germânico).

Objetivo é chamar a atenção para a importância de prevenção

Uma simulação de um acidente de trânsito promete chamar a atenção de quem estiver passando pela Praça D. Pedro no próximo dia 23. A ação está programada para às 10h e acontece dentro da programação do Maio Amarelo. Serão mais de 30 pessoas envolvidas na atividade, entre a equipe da CPTrans, do Samu, Corpo de Bombeiros, Polícia e Guarda Civil. A cena vai simular um atropelamento com múltiplas vítimas interpretadas por atores. A ação também servirá para avaliar o tempo de resposta para emergenciais na cidade.

Segundo dados do Corpo de Bombeiros, foram feitos 249 socorros de acidentes de trânsito em Petrópolis este ano, a maioria deles de colisão entre veículos (132). Até esta quinta-feira (07.05), a corporação registrou também 59 quedas de motocicletas, 37 atropelamentos, 12 capotagens de veículos e 9 quedas de veículos. A simulação serve para mostrar exatamente as consequências que um acidente pode causar na vida das pessoas.

O comandante do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Gil Kempers, destaca a importância da conscientização apontando que entre 50 e 60% dos acidentes são causados por imprudência ou imperícia. “Então, é necessária uma mudança de comportamento. Um acidente de trânsito onera o estado de diversas forma, no socorro, no hospital, deixando a vítima de produzir, a Previdência e o DPVAT. Mas o principal foco é a vida e as pessoas precisam estar atentos e conscientes de seus papeis no trânsito”, pontua.

Os dados dos Anuários Estatísticos de Acidentes de Trânsito mais recentes desenvolvidos pela CPTrans, apontam que anos de 2016 e 2017, houve queda no número de vítimas fatais ‘em cena’, ou seja, no local. Dados do documento de 2016 apontam que foram 18 óbitos e do ano seguinte, 2017, aponta que foram 17 mortes. A companhia também contabilizou o número de mortes pós-cena, ou seja, aquelas pessoas que sofreram um acidente e não morrem no local do sinistro: os dados levantados apontam que, nessas condições, foram 20 óbitos registrados em 2017 (primeiro ano em que esse número passou a ser contabilizado).

Veículos acidentados serão colocados no Obelisco e Trevo de Bonsucesso

Ainda para chamar atenção para o Movimento Maio Amarelo, a CPTrans vai colocar nos próximos dias um carro esmagado em exposição aos pés do Obelisco, um dos pontos de maior movimento do Centro da cidade. O objetivo é lembrar que todos estão propícios a ser mais uma vítima do trânsito. Outro ponto de grande fluxo de veículos, o Trevo de Bonsucesso, também terá um veículo exposto para lembrar a causa.

 Ação apurou a quantidade e a qualidade de gasolina vendida em cinco postos da cidade; um deles foi notificado

Um posto de combustível do Quitandinha foi notificado nesta segunda-feira (06.05) por não dispor de equipamentos certificados para aferição, o que é uma obrigação para os estabelecimentos. O flagrante foi feito durante fiscalização do Procon Petrópolis e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que esteve também em outros dois postos do Quitandinha e dois em Corrêas. Na ação, foram verificadas a pureza da gasolina, etanol e diesel, a compatibilidade no número de litros apontado pela bomba e que o que entra nos veículos, além do alvará de funcionamento, licença do Corpo de Bombeiros e Ambiental.

Todos os testes realizados nos cinco postos demonstraram regularidade dentro dos parâmetros estabelecidos pela ANP. Na ação desta segunda, os fiscais verificaram, por exemplo, a limpidez, coloração e pureza na gasolina, etanol e diesel. A verificação toma por base os critérios da ANP e constata a pureza do combustível vendido ao consumidor final. Em casos em que são constatadas irregularidades, o bico, a bomba ou até o tanque do combustível pode ser interditado, e o posto leva multas pesadas, podendo, inclusive, ser interditado. A liberação ocorre só após regularização do problema constatado e verificação de órgão competente.

Segundo o Procon com mais essa operação, já são 11 postos que foram verificados na parceria do órgão com a ANP.

Os testes nos combustíveis podem ser solicitados por qualquer consumidor. Os postos têm que possuir os equipamentos para fazê-lo. E, em caso de alguma irregularidade, o cliente pode e deve informar aos órgãos competentes, como o Procon, por exemplo, para que tome as providências cabíveis, de acordo com o problema encontrado. No caso do posto flagrado sem o material no Quitandinha, ele recebeu uma medida reparatório de conduta para aferição – faltavam o densímetro, termômetro e proveta de 100 ml. A determinação é que o estabelecimento adquira os produtos com urgência.

O fiscal federal, Márcio Alexandre, explica que cada combustível passa por um teste específico. “No teste de gasolina, por exemplo, o combustível é misturado à água e, com a reação, é possível saber se está adulterado. Verificamos a quantidade de etanol anidro na gasolina comum, porque tem que obedecer ao critério de 27% no máximo. Colocamos 50 ml de água, 50 ml do combustível, e agitamos. O que der de diferença acima se multiplica por dois. Aí tem que chegar a esse percentual de 27, no máximo, 28% de etanol anidro na gasolina”, disse.

Consumidores que tiverem dúvidas sobre seus direitos ou estabelecimentos podem e devem entrar em contato com o órgão de defesa do consumidor, que ficam Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores, e em Itaipava, na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

Alunos do Centro de Referência da Juventude (CRJ) tiveram uma tarde especial nesta segunda-feira (06.05), com a presença da campeã mundial de Jiu-Jitsu, Érica Paes. A profissional, é coordenadora do projeto do governo do estado, “Emponderadas”, que oferece aulas de prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher. O CRJ de Petrópolis, é o primeiro a receber a aula fora da cidade do Rio de Janeiro, e irá oferecer turmas de Jiu-Jitsu uma vez por semana.

As aulas são exclusivamente para mulheres de todas as idades, ministradas também por mulheres. Durante a aula, elas puderam aprender técnicas da arte marcial que ajudam a reconhecer um possível agressor na rua, e até mesmo conseguir sair de uma agressão. O objetivo é que a vítima tenha a ferramenta e técnica para sair de uma abordagem com segurança, prevenindo uma agressão.

“O trabalho com o Jiu-Jitsu vai além dos tatames, as aulas são de prevenção, vamos dar dicas de segurança, conversamos sobre violência doméstica, Lei Maria da Penha, estupro, assédio em ambiente de trabalho entre outros. O projeto é amplo e queremos dar ferramentas de defesa para que essas mulheres fiquem emponderadas e seguras”, pontuou a campeã Érica Paes, que foi inspiração para a personagem da atriz Paolla Oliveira na novela Força do Querer, em 2017.

 Para participar as mulheres devem fazer a inscrição na sede do CRJ, na Rua Santo Antônio, 248 – Alto da Serra.

A moradora do Alto da Serra, Graciele Capitulino, contou que já participa de algumas atividades do CRJ. “Eu me interessei quando vi o anúncio da aula inaugural e hoje vim para assistir e ver como que é. Estou gostando bastante”, disse.

Os alunos da Casa da Educação que participam das aulas de música e da Orquestra de Violões Raphael Rabello tiveram a oportunidade de bater um papo com o músico carioca Paulão 7 Cordas na última segunda-feira (07.05), durante mais uma apresentação do projeto “Conversas Musicais”. O músico foi diretor musical e arranjador de diversos shows e discos dos músicos da MPB como Zeca Pagodinho, Wilson Moreira, Argemiro da Portela, Nei Lopes, Xangô da Mangueira, João Nogueira, Roberto Silva, Tia Surica, Cristina Buarque, e outros. Atualmente trabalha como diretor musical com o sambista carioca Zeca Pagodinho. As fotos são de Catarina Maul.

Petrópolis mais uma vez tem suas paisagens como cenário de filmagens de grandes produções nacionais. As gravações do filme “O Garoto”, do diretor Bruno Saglia, está sendo filmado em vários pontos da cidade. Nesta quarta-feira (08.05), os fechamentos intermitentes acontecem de 6h às 8h, na Avenida Koeler e Tiradentes. Já na quinta-feira (09.05), a Rua 16 de Março, entre a Praça D. Pedro e a Rua Alencar Lima, terá bloqueio intermitente de 5h30 às 15h. Na parte da tarde, de 13h às 18h, a Rua Frei Luiz (Editora Vozes), ficará totalmente fechada, no trecho Rua Frei Rogério até a Rua Montecaseros. Todos os pontos serão sinalizados e acompanhados por agentes da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans).

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP