Terça, 12 Março 2019 - 18:49

Guarda Civil e Gabinete da Cidadania debate abordagem a pessoas em situação de rua

Guarda Civil e Gabinete da Cidadania debate abordagem a pessoas em situação de rua

A Guarda Civil e o Gabinete da Cidadania realizaram nesta terça-feira (11.03) um curso de capacitação sobre abordagem a pessoas em situação de rua. O objetivo foi trocar informações que ajudem a melhorar o atendimento desse público. O evento foi aberto ao público e, além de agentes da Guarda de Petrópolis, também estiveram presentes guardas de Mesquita e Belford Roxo. O encontro aconteceu na Casa dos Conselhos Augusto Zanatta.

No encontro, foram realizadas duas palestras: a coordenadora do programa de Política sobre Drogas do município de do CAPs-AD III (Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas), Leandra Iglesias, que falou como as drogas podem afetar pessoas em situação de rua; e do corregedor da Guarda e bacharel em Direito, Vinícius Silva, que falou de aspectos legais que envolvem o trabalho de abordagem a quem vive nas ruas.

“É preciso refletir sobre como abordar, como encarar essa pessoa. Muitas passam por histórias de sofrimento e abandono, em geral, tem problemas com álcool e drogas, mas são seres humanos. É preciso ter um olhar humanizado e ético para essas pessoas”, afirmou Iglesias.

“O trabalho de abordagem tem que ter respeito à dignidade humana, porque elas são pessoas em situação de rua, mas antes disso, são pessoas. Uma abordagem com educação, na maioria dos casos, é o que permite resolver eventuais situações em que precisamos agir de forma mais simples”, colocou Vinícius.

O comandante da Guarda, Jeferson Calomeni, e a coordenadora do Gabinete da Cidadania, Anna Maria Rattes, também compuseram a mesa do evento. Ainda participaram a diretora do Departamento de Proteção Social Especial da Secretaria de Assistência Social, Katia dos Prazeres, e coordenadora do Programa Consultório de Rua, Márcia Medrado.

“A intenção do curso foi capacitar o guarda e dotar ele de todo conhecimento que possa ajudar ele na melhor forma possível na abordagem das pessoas em situação de rua”, diz o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

“Com essas ações estamos construindo possibilidades de uma visão mais acolhedora para os moradores em situação de rua que ainda são marginalizados. Precisamos tornar a cidade um âmbito mais junto, onde todos são cidadãos e tem os seus direitos”, destacou a coordenadora do Gabinete da Cidadania, Anna Maria Rattes.

O agente da Guarda Civil, Leandro Melo, ressaltou que cursos como esse são uma oportunidade para agregar conhecimento para esse serviço.

“Eu carrego comigo essa visão de uma abordagem com educação de todos. Esse curso foi uma chance de ter mais conhecimento das leis para agir da forma correta”, declarou.

“Acho super importante poder tratar disso. Como foi dito nas palestras, estamos lidando com seres humanos, é preciso saber tratar essa pessoa de forma digna, eles têm cidadania”, falou o guarda de Mesquita, Guilherme Barros.

Trabalho de abordagem em Petrópolis

O trabalho de abordagem a pessoas em situação de rua na cidade é feito permanentemente pelas equipes da Secretaria de Assistência Social. A Guarda Civil oferece apoio quando necessário. No contato com essas pessoas, elas são orientadas a procurarem assistência no Centro de Referência Especializada para População em Situação de Rua (Centro Pop), onde são oferecidos atendimento psicossocial, banho, café da manhã, encaminhamento para o almoço no restaurante popular, além de atividades, palestras e oficinas com o objetivo de reintegração social e recolocação no mercado de trabalho.

O resgate da cidadania, é um dos principais objetivos do trabalho realizado pelo Centro Pop e Núcleo de Inclusão Social (NIS). Os programas desenvolvidos pela Secretaria de Assistência Social prestam atendimento a pessoas em situação de rua ou em vulnerabilidade social para que sejam reintegradas à sociedade. O Centro Pop atende cerca de 220 pessoas mensalmente. No último ano, 41 pessoas assistidas foram reabilitadas.

O Centro Pop e o NIS fazem um trabalho em conjunto para a reintegração das pessoas em risco social. No Centro Pop as pessoas contam com estrutura para o atendimento diário para higiene pessoal, manutenção de objetos pessoais, alimentação, atendimento psicossocial, regularização de documentação e encaminhamento profissional com indicação para processos seletivos e capacitação para o mercado de trabalho.

Notícias por data

« Março 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP