Segunda, 15 Abril 2019 - 11:25

Empreendedores individuais já são 21 mil em Petrópolis com faturamento que pode chegar a R$ 1,7 bilhão por ano

Empreendedores individuais já são 21 mil em Petrópolis com faturamento que pode chegar a R$ 1,7 bilhão por ano

Com mais de 21.724 MEIs – microempreendedores individuais– Petrópolis é uma das cidades fluminenses que têm modificado seu perfil econômico e de empregos. O número de pessoas trabalhando por conta própria (e que podem empregar mais uma pessoa) aumenta a cada ano, na casa de 9% em média. E o faturamento dos MEIs apenas na cidade pode chegar a movimentar até R$ 1,7 bilhão por ano, o que representa 13,5% do PIB de Petrópolis.

E para acompanhar a transição no perfil econômico, Petrópolis trabalha forte para aumentar a legalização das pessoas que ainda estão na informalidade. Para facilitar a vida das pessoas interessadas em regularizar as atividades de microempreendedor individual, as secretarias de Fazenda e Desenvolvimento Econômico passaram a disponibilizar o cadastro e a emissão do documento em um único local: a Sala do Empreendedor, que funciona no Centro Administrativo da prefeitura, na Barão do Rio Branco. Em 20 dias, 660 pessoas foram atendidas já com este novo sistema.

A economia da cidade está voltando a crescer e as pessoas estão vencendo a crise com empreendedorismo. O perfil econômico está sendo alterado gradativamente e a Prefeitura precisa e está acompanhando a forte tendência fazendo o seu papel: desburocratizando o acesso à legalização.

A última nota técnica do Sebrae sobre o crescimento dos MEIs é de fevereiro deste ano. No país são 10,5 milhões de microempreendedores individuais. No estado do Rio são 923 mil, um crescimento de 22,6% em um ano. E Rio e São Paulo são os estados que mais têm verificado aumento no número de MEIs.

Petrópolis, em 2017 e 2018, deu um salto de mais 2,3 mil novos empreendedores individuais – em 2016 eram 18.525 - e a tendência é que este número seja batido até a metade do ano. Até março já foram registrados 884 novos microempreendedores individuais. Só o Sebrae deu, em 3 meses, 2,8 mil orientações a interessados.

“São dois cenários que influenciam nesta transição: a crise econômica que levou muitos à informalidade, pessoas que agora legalizam a sua atividade e um perfil de empreendedor do jovem, uma nova geração que não quer ter carteira assinada e, sim, ter seu próprio negócio”, analisa a coordenadora regional do Sebrae-RJ em Petrópolis, Cláudia Pacheco.

O crescimento de negócios por meio digital e ainda a prestação de serviços, com viés em turismo e comércio compõem o novo perfil para o qual transita a economia petropolitana. O setor de beleza, de comércio de roupas e acessórios, alimentação, construção civil e de beleza são alguns dos setores com mais inscrições como MEIs na cidade.

Segundo a empresária, Rosangela Gomes, que comercializa roupas, o MEI só traz vantagens para o negócio. "Possibilita a isenção do imposto de renda, me ajuda a ter crédito rápido no banco, tenho mais facilidade para comprar mercadorias para a minha loja, além dos benefícios previdenciários. O valor mensal é acessível e ainda me possibilita abrir uma conta jurídica, onde eu consigo vários bônus para a empresa. No final os gastos são bem menores", aponta.

“Eu estava cansado de trabalhar para os outros, queria ter meu próprio negócio, quando eu vi a oportunidade do MEI. Me trouxe a formalidade e a estrutura de empresa, posso emitir notas, ter mais uma pessoa trabalhando comigo e isso com as taxas baixas, foi uma realização ser dono do meu negócio”, contou Felipe de Oliveira Joaquim que realiza serviços de entrega rápida.

Cadastro e retirada de MEI podem ser feitos na Sala do Empreendedor

A média diária de atendimentos no Espaço do Empreendedor é de 30 pessoas para dar entrada no pedido de MEI, ou para buscar informações sobre o que é necessário para retirar o alvará, que sai em média em uma semana.

Desde o início dos atendimentos na sala do empreendedor, as maiores demandas por alvará para MEIs vêm sendo para a área de construção civil (pedreiros e eletricistas) e setores como beleza (manicure e cabeleireiros), além de uma demanda de regularização pela atividade de diarista.

A Sala do Empreendedor funciona de segunda a sexta-feira,das 10h às 17h.  Para solicitar a emissão do alvará o interessado deve apresentar comprovante de residência, CPF, Carteira de Identidade e título de eleitor.

 

Notícias por data

« Setembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo