Terça, 18 Junho 2019 - 18:44

UNICEF reconhece trabalho do Programa Busca Ativa Escolar desenvolvido em Petrópolis

Certificação foi entregue durante Seminário realizado no Rio de Janeiro

Petrópolis recebeu reconhecimento público da UNICEF - Fundo das Nações Unidas para a Infância – pela participação no Programa Busca Ativa Escolar. A plataforma, criado pela UNICEF e UNDIME com o objetivo de promover a inclusão social e erradicação da evasão escolar, está sendo utilizada pela prefeitura de Petrópolis desde o início do ano. Dos 39 municípios do Rio de Janeiro convidados a participar do programa, 26 aderiram ao Busca Ativa e apenas 11 receberam o reconhecimento.

Petrópolis tem hoje 543 casos em andamento e 392 registros de (Re)matrícula registrados no Busca Ativa, ou seja, são 543 casos que estão sendo analisados pelas equipes das secretarias municipais que estão à frente do programa – Educação, Saúde e Assistência Social – e 394 casos em que as crianças que estavam fora da escola voltaram a frequentar o ambiente escolar, em um universo de quase 42 mil alunos.

A premiação ocorreu nessa terça-feira (18.06) durante o Seminário Nacional do Programa Busca Ativa Escolar, realizado no Museu do Amanhã e no Museu de Arte do Rio de Janeiro. O tema do encontro foi: “Educação é Proteção contra a Violência”.

O Busca Ativa Escolar foi desenvolvido pela UNICEF em parceria com a Undime, o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e o Instituto TIM. Após a implantação do Busca Ativa Escolar no município cada Secretaria ou grupo mantém um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola até a tomada das providências necessárias para a matrícula e a permanência do aluno ou aluna na escola. Os diretores alimentam os dados dos alunos e monitoramento de frequência é regular. Decorrido um ano e não tendo sido constatado problema com a criança ou o adolescente (re)matriculado, o caso recebe o estado de Concluído. Caso seja verificada a evasão, o caso recebe o estado Fora da escola. Todo o processo pode ser feito pela internet e a ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo, como computadores de mesa, computadores portáteis, tablets, celulares (SMS) e smartphones.

“A certificação é o reconhecimento de que é possível resgatar as crianças que estão fora da escola através do trabalho conjunto entre a Educação, Saúde, Assistência Social e Conselho Tutelar, mostrando a importância de manter essas crianças e também os jovens na escola. Precisamos de uma rede de pessoas que acreditam na Educação como ferramenta de transformação”, afirma Ana Paula Valle, coordenadora operacional do programa em Petrópolis e responsável pelo Departamento de Inspeção Escolar da Secretaria de Educação.

Notícias por data

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP