Com mais prazo, cadastramento contará com ações intensificadas nos bairros mais vulneráveis e apoio de lideranças evangélicas na divulgação

A prefeitura prorrogou o prazo para o cadastramento do Minha Casa Minha Vida. Os moradores de área de risco ou que tiveram suas casas interditadas têm até o dia 15 de março para se apresentar em uma das unidades de atendimento, com a documentação necessária para a inclusão no programa. Até o fim do mês de março a prefeitura entregará as documentações à Caixa Econômica Federal que fará avaliação criteriosa do perfil e dos dados apresentados pelos moradores.

Os agentes da Assistência Social intensificam os atendimentos pelos bairros, onde estão indo de porta em porta, para orientar e alertar a população sobre a necessidade de se cadastrar. Até o momento, cerca de 800 formulários foram preenchidos. Além da ação pelos bairros de maior vulnerabilidade, os agentes recebem os moradores em dois pontos fixos, no centro da cidade, na sede da Defesa Civil  - Rua Buarque de Macedo 128, e no Centro de Cidadania de Itaipava - Estrada União e Indústria, 11.860.

Mais de mil unidades habitacionas serão construídas na cidade e serão destinadas aos moradores que já perderam ou tiveram as casas interditadas ou ainda morem em área de risco. Esse programa é voltado especificamente para vítimas de desatres das chuvas. Os imóveis serão disponibilizados para a população que estiver dentro do perfil exigido, sem custos para os moradores.

A construção dos imóveis será realizada conforme a demanda do municípo. Petrópolis tem a aprovação de projetos que grantem mais 1.028 unidades previstas nas regiões de Benfica, que receberá 120 unidades; na Mosela, onde serão construídas 220 moradias; e no Caetitu, para onde estão previstos 792 apartamentos.

Para se cadastrar é preciso apresentar documentos como Identidade, CPF e Certidão de Nascimento ou Casamento (adultos); comprovante de residência, como conta de luz, telefone e água; e Certidão de Nascimento, para as famílias que tenham menor de idade. O laudo com os dados sobre a interdição do imóvel também é necessário, mas caso a pessoa não possua mais o documento ou more em área de risco e ainda não teve a casa vistoriada pela Defesa Civil, será solicitada nova avaliação do imóvel.

Apoio das lideranças evangélicas

As lideranças evangélicas também irão auxiliar a propagar junto aos fiéis o cadastro para as unidades habitacionais. O presidente do Conselho dos Ministros Evangélicos do Município de Petrópolis (Comempe), o pastor Ari Guedes, destacou a importância de pessoas inseridas dentro das comunidades atuarem como ponte na hora de levar esse tipo de informação aos moradores. “A reunião é excelente e propicia o esclarecimento necessário para que possamos auxiliar nesse momento, explicando aos moradores como funciona o cadastro”, destacou.

 “Atuaremos com empenho para ajudar neste assunto. Sabemos como esse tema é importante e vamos ajudar levando às igrejas cada informação que nos foi passada. O esforço da prefeitura em torno da política habitacional é de reconhecimento de todos e estamos felizes em poder ajudar nessa alçada”, completou o pastor da igreja Assembleia de Deus, Temóteo Ramos de Oliveira.

ISS e ICMS representaram R$ 282,7 milhões em 2018

Com R$ 282,7 milhões arrecadados de ISS e ICMS em 2018 – receitas com incremento de até 32% - a Prefeitura comemora, com pé no chão, a melhoria na arrecadação. Mesmo com números mais positivos, o município trabalha enxugando gastos frente ao aumento de despesas: com população maior e usando em maior número o SUS, os gastos aumentam e o poder público precisa ainda investir em novos programas e ampliar atendimento. Só na Saúde, este ano, são R$ 45 milhões a mais previstos no orçamento.

A melhoria na arrecadação é reflexo de retomada da economia e um dos pilares é o incremento do turismo com Petrópolis recebendo mais de dois milhões de visitantes ao ano.

Ainda sem o fechamento contábil de dezembro do ano passado, a arrecadação de ISS em Petrópolis já registra um aumento de 7,67% - R$ 5,7 milhões a mais em 2018 em relação à arrecadação de  2017, que ficou em R$ 75,1 milhões. O montante é ainda 4,7% maior do que em 2016, que fechou o ano em R$ 77,2 milhões.

A perspectiva é a ainda melhor em relação à arrecadação de ICMS que teve um crescimento de 32% em relação ao ano anterior. Antes mesmos do fechamento contábil já é possível identificar uma arrecadação de R$ 49,5 milhões a mais em 2018 – R$ 201,8 milhões (em valores ainda a serem fechados) contra R$ 152,2 milhões em 2017.  As arrecadações totais de ISS e ICMS de 2018 somam R$ 282,7 milhões. São 24,4% a mais do que em 2017 quando a soma dos tributos foi de R$ 227,3 milhões.

Investimentos no turismo para girar a economia que mantém 30 mil empregos – comércio, restaurantes e hotéis – foram fundamentais para este incremento.  A Prefeitura estima R$ 300 milhões apenas com a programação de Natal injetados na economia da cidade com 450 mil turistas que visitaram Petrópolis em 52 dias de programação.

Em janeiro e fevereiro de 2018, que refletem o período de Natal do ano anterior, o ISS arrecadado é de R$ 432 mil apenas no setor de hotéis e pousadas.   Os números do Natal do ano passado, no entanto, ainda não estão fechados considerando que a programação seguiu até janeiro e visto que empresas tributadas pelo sistema Simples ainda têm até o dia 20 de fevereiro para os recolhimentos e a contabilização segue até o final do mês.  A estimativa é de que seja superior a este montante.

A cadeia produtiva engloba não apenas hotéis e pousadas, mas ainda comércio que não recolhe ISS mas, sim, ICMS.   Em meses de baixa temporada a arrecadação de ISS do setor é menor, em compensação ele vem crescendo em outras áreas. Juntas, em 2018, as duas receitas perfazem R$ 282,7 milhões, com possibilidade de subir ainda mais, uma vez que os valores de dezembro ainda estão sendo contabilizados.

Processo licitatório está em andamento e garantirá prestadora de serviço para a conservação dos imóveis

As 54 unidades de saúde do município de atenção à saúde básica e instaladas nos bairros – Postos de Saúde da Família (PSFs) e Unidades Básica de Saúde (UBS) -  vão ser reformadas. A Prefeitura deu início ao processo licitatório – estimado em R$ 6 milhões -  para contratação de empresa para os serviços de recuperação e conservação dos imóveis. O contrato permitirá a realização de reparos na pintura, nas instalações hidráulica e elétrica, serviços de carpintaria, capina, limpeza externas, entre outros.

A licitação será realizada nos moldes de seleção por melhor proposta e os pagamentos para a empresa escolhida serão proporcionais aos serviços prestados. Além da manutenção preventiva e corretiva, a prestadora de serviço ficará responsável por fornecer peças, equipamentos, materiais e mão de obra para a realização dos serviços solicitados. O contrato não cobre reformas de estrutura em prédios alugados. Para esses casos, como em qualquer contrato de locação de imóvel, o proprietário é acionado.

Para algumas unidades que apresentam situação de maior urgência, a Secretaria de Saúde já está providenciando os reparos. Que é o caso da unidade de saúde do bairro Siméria, onde nesta quinta-feira (14.02), já está sendo realizada a manutenção da pintura, troca de lâmpadas, contensão de vazamentos e capina.

Nas duas unidades do bairro Amazonas também estão sendo feitos reparos no telhado, contensão de vazamentos, pintura e limpeza externa. Na próxima semana, os reparos serão feitos no Posto de Saúde do Vila Felipe, onde serão sanadas as infiltrações, reparos em calhas, forro, piso, pintura e portas. O posto da Mosela receberá recurso do Ministério da Saúde para custear os reparos.

A unidade de saúde do bairro Morin é um dos que parte dos reparos necessita da intervenção do proprietário. O imóvel alugado pela prefeitura passou a apresentar problemas de vazamento após danificação do telhado. O responsável pelo imóvel providencia os consertos para que os atendimentos na unidade não sejam prejudicados.

Restaurantes do Valparaíso Gourmet abrem nesta sexta-feira (15.02) segunda edição do Festival Sabores de Verão

A poucos minutos do Centro Histórico, o Valparaíso conta com um rico polo gastronômico que quer atrair cada vez mais a atenção dos turistas. Uma das ações do chamado “Valparaíso Gourmet” é o Festival Sabores de Verão, que terá sua segunda edição aberta nesta sexta-feira (15.02), em cerca de 10 restaurantes de variadas especialidades. São pratos especiais de hambúrguer, comida japonesa, trutas, pizzas, doces, entre outras delícias. Tudo harmonizado com diferentes estilos de cervejas artesanais do município, uma parceria com a Associação de Micro-cervejarias Artesanais de Petrópolis, que trouxe novidades para essa edição.

Além de aguçar o paladar dos visitantes, um incentivo a mais também deverá agradar o bolso daqueles que estão hospedados na Cidade Imperial. O polo começa a distribuir neste fim de semana vouchers de desconto nos hotéis e pousadas de Petrópolis. “Quem estiver hospedado na cidade terá um desconto de 10% nos restaurantes associados ao Valparaíso Gourmet. O desconto vale não só para o festival, como durante todo o ano”, explica Evany Noel, gestora do polo.

O Festival Sabores de Verão só termina no dia 30 de março e deverá atrair não só visitantes, como, principalmente, petropolitanos. A proprietária e chef do restaurante Zelo Bistrô, Gabriela Azeredo, explica que este é o segundo festival do gênero que participa e o prato criado para primeiro já foi um sucesso de vendas. “Desta vez esperamos que seja da mesma forma e esperamos alcançar ainda mais pessoas que venham ao restaurante em função da divulgação do festival. Para esta edição de verão elaboramos a Truta Tropicália: uma salada de folhas frescas variadas, manga, tartar de banana e iscas de truta com molho de iogurte e hortelã. Como aconteceu da primeira vez os pratos são harmonizados com cervejas artesanais, e estamos harmonizando o nosso com a Hermosa, uma cerveja tipo Weiss da Cervejaria Guapa”, frisou.

Além do Zelo Bistrô, entre os restaurantes participantes estão o Armazém 646, Hamburgueria Dom Gourmet, Japa Temaki, Kinpai Sushi, Pizza Doc, Trattoria S`aCarola,  Willemsen Confeitaria e Xodó Contemporâneo.  Já entre as cervejas artesanais estão Brewpoint, Cerveza Guapa, Doutor Duranz, Madame Machado, Odin e Vila de Secretário.  A parceria com a associação vai proporcionar ainda novidades, como um cartão fidelidade e sorteio de prêmios.

Esportes são voltados a alunos da rede municipal de educação

Inscrições são realizadas na Casa da Educação Visconde de Mauá

Judô e Karatê são cursos que ainda possuem vagas disponíveis na Casa da Educação Visconde de Mauá. Os pais ou responsáveis por alunos da rede municipal podem fazer a inscrição na secretaria da Casa que funciona de segunda a sexta-feira, de 9h às 16h e de 17h às 19h30, na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03.

As aulas ocorrem no Centro de Cultura Raul de Leoni: judô nas quintas-feiras das 13h às 14h para alunos de 7 a 10 anos e as quintas-feiras das 14h às 15h para alunos de 11 a 14 anos. Já as aulas de karatê ocorrem as segundas-feiras das 9h às 10h para alunos de 12 a 16 anos; das 10h às 11h para os de 7 a 11 anos e segundas e sextas-feiras das 15h às 16h para alunos de 7 a 11 anos e das 16h às 17h dos 12 aos 16 anos.

O professor de judô, Ronaldo de Carvalho, que há 35 anos ensina as táticas para os jovens, ressalta os resultados positivos da pratica do esporte fora das aulas.

Na Casa da Educação os cursos disponibilizados somente para alunos da rede municipal são: ballet (4 a 16 anos), desenho (8 a 17 anos), capoeira (4 a 12 anos), fotografia (5º ao 9º ano), inglês (5º ao 9º ano), judô (7 a 14 anos), musicalização infantil (4 a 5 anos), prática de conjunto (8 a 18 anos), teatro (6º ao 9º ano), violino (8 a 17 anos) e violão (8 a 17 anos).

Já os cursos e oficinas realizadas através de parcerias e que aceitam alunos de outras redes são: Companhia Musical Maestro Guerra Peixe - violino (4 a 17 anos), Canto Coral (7 a 17 anos) e flauta (7 a 17 anos); Orquestra Jovem de Violões Raphael Rabello - violão (8 a 18 anos, desde que passem pelo teste de nível) e Coral dos Anjos - pessoas de todas as idades.

Parceria com o Projeto Água vai permitir que os alunos façam o plantio em Itaipava

Uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente e o Projeto Água vai permitir que 500 alunos da rede municipal plantem mudas de árvores. Um cronograma está sendo desenvolvido para que nas próximas semanas turmas com até 50 crianças e adolescentes visitem a sede do projeto - que conta com uma área exclusiva para reflorestamento em Itaipava. Com dois mil estudantes envolvidos em ações de conscientização no ano passado, a pasta segue investindo na educação para preservar as áreas verdes do município e quer dobrar o número de jovens incluídos nas atividades de preservação em 2019.

O Projeto Água conta com um terreno com 110 mil m² destinados exclusivamente ao reflorestamento. O espaço possui ainda 32 nascentes de águas catalogadas, quatro lagos artificiais e um natural, área de lazer, uma horta orgânica, estufa, centro de estudos com biblioteca, sala de leitura e outra para apresentações, alojamentos, área de apoio e laboratórios voltados para pesquisa e estudo na área ambiental.

O trabalho com os alunos da rede municipal é previsto no Inteligência Ambiental (IA) - projeto criado para aproximar as crianças e os adolescentes dos espaços naturais do município e ensinar a importância da preservação ambiental. Outras iniciativas de conscientização acontecem com o apoio do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que participam com palestras e rodas de conversa com os estudantes.

Corporação realiza ações em prol do Banco de Sangue Santa Teresa

A partir desta sexta-feira (15.02) agentes da Guarda Civil estarão mobilizados para a Campanha de Doação de Sangue. A ação vai até o dia 1ª de março, em prol do Banco de Sangue do Santa Teresa. Toda corporação irá convidar familiares e amigos para participarem da campanha. A ação acontece antes do Carnaval, uma forma estratégica de aumentar o volume do estoque em um período que o banco de sangue tem uma maior demanda.

Segundo o captador de doações do banco de sangue, Vinicius Paulo Neves Pereira, o banco recebe em média 50 doadores por dia e o ideal seriam 70 pessoas voluntárias. A expectativa é de que em fevereiro esta meta seja atingida com a ajuda da Campanha da Guarda Civil.

O Banco de Sangue Santa Teresa atende as duas UPAs da cidade, o CTO, o Hospital Unimed e o Hospital Santa Teresa, que é referência em atendimento de feridos de acidentes de trânsito.

Um único doador pode ajudar até quatro pessoas com a bolsa de sangue. Isso porque o material colhido é separado e podem ser usadas plaquetas, hemácias, plasma e criopreciptado – cada um com uma função diferente. Como o tempo de armazenagem também varia (por exemplo, as plaquetas, usadas para coagulação, podem ser armazenadas por apenas cinco dias), é necessário que as doações sejam frequentes para atender toda a demanda.

Podem doar todas as pessoas entre 18 e 60 anos, em bom estado de saúde e que pesem mais de 50 quilos. Jovens de 16 a 17 anos também podem doar acompanhados dos responsáveis. Não é necessário fazer jejum, mas é importante não ingerir alimentos gordurosos três horas antes da doação. Também não se deve consumir bebidas alcoólicas 12 horas antes. As únicas restrições são a diabéticos e pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercing há menos de um ano. Pessoas que fizeram algum procedimento, como endoscopia só podem doar após seis meses da realização da intervenção. O banco de sangue funciona todos os dias, de 7h às 18h, na Rua Paulino Afonso, 477 – Bingen – Ao lado do HST.

Equipes da Comdep estiveram em vários pontos da cidade realizando serviços de manutenção das vias como corte de grama, varrição, troca de coletora de lixo, instalação de placas, além da limpeza do túnel extravasor na Rua Souza Franco, no Centro. As ações aconteceram nesta quinta-feira (14.02).

Pela manhã, a equipe especializada realizou a limpeza manual do túnel extravasor e retirou resíduos entre lixo verde e garrafas pet e materiais descartados pelas pessoas. A limpeza do túnel acontece regularmente e integra o Plano Verão da cidade, com o objetivo de diminuir os efeitos da chuva. Os funcionários trabalham com botas e luvas de proteção para circular dentro do rio, para executar o serviço com segurança.

Na parte da tarde, as equipes de limpeza realizaram corte de grama e poda, além de varrição na Avenida Barão do Rio Branco, Rua Gregório Cruzick, Praça da Liberdade, Praça do Itamarati, Rua General Rondon, Valparaiso, Siméria e Avenida Amaral Peixoto. As coletoras de lixo da Comunidade do Neylor e na Laginha, em Itaipava, foram trocadas. A equipe instalou uma placa denominativa – identificando o nome da rua, na Posse. Já no Vila Rica foi removido todo o entulho do bairro, com o auxílio de retroescavadeira e um caminhão.

Quem precisa fazer o descarte de resíduos volumosos e tiver dificuldade pode contar com o Disque-Entulho. O serviço faz a coleta até 20 sacos de forma gratuita. Basta ligar para 2243-7822 para fazer o agendamento. Apesar de possuir rotas fixas de segunda a sexta, os moradores de qualquer bairro podem pedir atendimento (os locais fora do cronograma serão atendidos de acordo com a disponibilidade).

Aulas são ministradas no Centro de Referência e Excelência Tecnológica

Cursos são de Educação Orçamentária, Pacote Office, Montagem e Manutenção de Micros e Escrita Criativa

A partir do dia 18 de fevereiro, petropolitanos poderão fazer a inscrição para os cursos de Educação Orçamentária, Pacote Office, Montagem e Manutenção de Micros e Escrita Criativa que serão ofertados gratuitamente nesse ano no CERT - Centro de Referência e Excelência Tecnológica, que funciona no Bingen.

Podem participar das aulas jovens a partir de 12 anos de idade. O curso de educação orçamentária ocorrerá às quartas-feiras em dois horários: das 14h às 15h e das 19h às 20h. O curso de montagem e manutenção de micros também ocorrerá nas quartas-feiras, das 14h às 15h. Já as aulas do pacote Office acontecerão nas sextas-feiras, das 9h30 às 10h30 e o curso de escrita criativa nas segundas-feiras, das 14h às 15h.

No CERT também funciona o EcoPonto – local onde podem ser depositados materiais eletrônicos que não estão sendo usados como máquinas fotográficas, computadores, impressoras, pilhas e baterias.

Em 2018 foi contabilizado no CERT o recolhimento de duas toneladas de materiais eletrônicos. O setor recebe os equipamentos e após uma verificação de funcionamento, o que não é reaproveitado é encaminhado para Comdep para correta destinação, e as peças em bom estado, são reaproveitadas em computadores que são direcionados para projetos como os CIDs..

O Cert funciona na Rua Bingen, nº 520, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Informações adicionais podem ser adquiridas através do telefone 2249-5900.

Interessados no cultivo de bromélias terão uma boa oportunidade de conhecer melhor as características dessa planta em Petrópolis. Neste sábado (16.02), a XVIII Exposição de Orquídeas e Bromélias – que acontece no Palácio de Cristal até o dia 28 - promove uma palestra com o produtor, colecionador e membro da Sociedade Brasileira de Bromélias Cesar Suypeene. O encontro será às 14h e tem entrada gratuita. A mostra conta com mais de mil plantas e 500 espécies diferentes, que estão à disposição do público para admirar e até levar pra casa - com mudas custando a partir de R$ 10.

Com mais 3 mil espécies de bromélias no mundo, Petrópolis está entre as melhores regiões do país para o cultivo da planta. Durante a palestra, o público vai poder tirar dúvidas sobre os tipos de bromélias, quais são de sol, quais de sombra, e como cuidar de cada uma. “Vou levar alguns exemplares para que as pessoas conheçam e vou mostrar como cultivar. Vou ensinar também como identificar cada tipo. Tem bromélias, por exemplo, que tem flores dentro do copo, outras na parte externa, temos espécies de dois centímetros até 10 metros de altura, ou seja, são vários tipos. Mas o cultivo é super simples, qualquer pessoa pode ter em casa”, explicou Suypeene.

A exposição, que já está em sua 18ª edição, é promovida pelos orquidários Serrano e Binot, com o apoio da prefeitura através da Turispetro, e resgata a razão pelo qual o Palácio de Cristal foi construído: abrigar tradicionais exposições de produtos hortícolas e pássaros da região. O evento transforma um dos principais pontos turísticos de Petrópolis em um grande jardim não só para as bromélias, como também para as orquídeas. Com 36 mil espécies de orquídeas no mundo, sendo 10% encontradas no Brasil, Petrópolis também tem clima favorável à planta.

Nesta semana, um grupo de canadenses que visitava Petrópolis ficou impressionado com a beleza do atrativo e das plantas. “Eu adorei, gostei muito de encontrar uma exposição aqui. As flores são muito bonitas”, explicou a turista Diane Macrae.

A XVIII Exposição de Orquídeas e Bromélias, que começou no último dia 08, vai até 28 de fevereiro e funciona de 9h às 18h todos os dias. No dia 23, às 13h30, o evento conta com um workshop sobre orquídeas.

Atividades acontecem às terças e quintas-feiras no salão da Igreja Matriz de Cascatinha

Com a meta de atender até 60 pessoas, Cascatinha ganha um núcleo do Agita Petrópolis a partir da próxima terça-feira (19.02). Serão oferecidas aulas de ginástica e alongamento para adultos e idosos, às terças e quintas-feiras, de 8h até 10h, no salão paroquial da Igreja Matriz. Os interessados em participar podem comparecer no local e horário da turma e fazer a inscrição ou procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro, para mais informações.

Com a inserção das atividades em Cascatinha, o Agita Petrópolis continua sendo ampliado pela prefeitura. Neste ano, os bairros Contorno e Pedras Brancas também ganharam núcleos com atividades físicas gratuitas. Criado pelo governo municipal para combater o sedentarismo e democratizar o acesso a prática de atividades físicas, o programa atende cerca de 1.200 pessoas regularmente em 15 bairros da cidade.

O Agita Petrópolis oferece aulas de ginástica, alongamento ou dança no Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra e no Pedras Brancas, são turmas de futsal e no Siméria e Contorno de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei são oferecidos.

Além do Agita Petrópolis, a prefeitura volta a realizar neste ano o Festival das Comunidades – programa itinerante pelas quadras comunitárias da cidade. O governo municipal também mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada entre as pastas, oferecendo diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. Os interessados em participar podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou fazer contato com a unidade pelo telefone: 2233-1218.

A inclusão de Festa da Cultura Afro-Brasileira no calendário permanente de festas do município foi um dos destaques da reunião do Conselho Municipal da Promoção da Igualdade Racial (Compir). O tema foi pauta da reunião ordinária realizada nesta quarta-feira (13.02), que destacou ainda a criação do calendário anual de ações do conselho e as vacâncias que estão disponíveis. Os conselheiros destacaram a Lei Municipal 7.749 que torna fixo, no mês de novembro, na semana em que se comemora o Dia da Consciência Negra (20.11), a festa na cidade. No ano passado, foram 4 dias de festa que resgataram a história do povo africano e suas influências na construção da cultura brasileira.

De acordo com a lei, a festa será realizada pelo Compir em parceria com o Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). O objetivo é celebrar a cultura afro-brasileira, valorizar o patrimônio sociocultural respeitando a diversidade, combater o preconceito racial e valorizar a história do povo africano.

A festa da Cultura Afro-Brasileira é um destaque no município, com atrações como rodas de conversas, exposições de artesanatos, oficinas de abayomi, dança do ventre, apresentações musicais, roda de capoeira, além da homenagem feita no busto do Zumbi dos Palmares na Praça da Liberdade.

“A lei trouxe e a garantia dos direitos da promoção da cultura afro-brasileira. Com essa legitimidade concedida pelo prefeito, independente da gestão, haverá sempre uma representatividade da cultura africana no município”, frisou a presidente do Compir Edna Queiroga.

Notícias por data

« Fevereiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP