O trabalho do governo municipal em busca de recursos para desenvolvimento de áreas importantes como educação, saúde, agricultura, mobilidade e educação teve efeito positivo em Brasília: o deputado federal Vinicius Farah anunciou a destinação de R$ 5 milhões em emendas parlamentares para Petrópolis e colocou a cidade como prioridade no seu mandato parlamentar. O anuncio foi feito nessa segunda-feira (18.02) durante uma reunião na prefeitura.

Na ocasião, Vinicius Farah explicou que o trabalho que vem sendo feito em Petrópolis pelo governo municipal merece apoio e foi justamente por isso que ele resolveu destacar as emendas para a cidade.

“A minha intenção é de cumprir um mandato de trabalho com resultados positivos sobretudo para o meu Estado e as cidades que fazem parte da minha história como Petrópolis e Três Rios. Quero priorizar metade de tudo o que conseguir -  dentro do limite de R$ 10 milhões em emendas que cada parlamentar tem - para Petrópolis pela importância da cidade, perspectiva de que todos os setores econômicos podem avançar muito. Petrópolis se tornou uma referência nos últimos dois anos e esse novo momento retrata uma cidade em crescimento enquanto o Estado ainda enfrenta uma crise”, contou Farah.

O deputado ainda colocou a sua equipe técnica à disposição dos secretários municipais de Petrópolis. “Fiz questão de trazê-los porque eles podem ajudar os secretários a entender as demandas e traçar os caminhos necessários para a conquista de apoio nos ministérios federais”, afirma Vinicius Farah.

Na ocasião, foi feito um agradecimento ao deputado pelo auxilio nas questões referentes ao abandono da BR-040. Farah enviou ao ministro de Estado de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, documento solicitando esclarecimentos referentes ao processo que determina a suspensão do direto de concessão da Concer, atual responsável pela rodovia BR-040.

São estimadas a realização de 260 consultas de ortopedia, cirurgia geral, neurologia, proctologia e oftalmologia

O ambulatório do Hospital Alcides Carneiro (HAC) retoma as agendas dos mutirões de consultas médicas e o primeiro do ano será realizado no próximo sábado (23.02), durante todo o dia, para o atendimento de pacientes da rede pública, que aguardam consultas de ortopedia, pré-operatórias para cirurgia geral, neurologia, proctologia e oftalmologia. Uma equipe formada por sete médicos atuará na realização de 260 consultas.

O planejamento para 2019 é que sejam realizados mutirões mensais. O objetivo é agilizar os atendimentos dos pacientes que aguardam por consultas e assim acelerar o início ou a continuidade dos tratamentos necessários.

Os pacientes do ambulatório de Ortopedia, que começou a funcionar na unidade no início do mês, já entram na programação dos mutirões. A estimativa é que esse seja o primeiro de onze que serão realizados para a especialidade médica ao longo do ano. Para este sábado, foram programadas 100 consultas, distribuídas entre os três profissionais que atuarão no sábado. A inclusão da ortopedia nos mutirões faz parte do planejamento que visa alcançar a realização de 860 consultas da especialidade por mês.

Para as consultas das demais áreas médicas - cirurgia geral, neurologia, proctologia e oftalmologia - serão destinadas 40 consultas para cada, totalizando mais 160.

Ano passado, os seis mutirões realizados ao longo do ano, garantiram a antecipação de 1300 consultas. Os pacientes foram chamados para atendimentos nos meses de maio, agosto, setembro, outubro – com dois mutirões – e novembro.

A folia em Petrópolis começa já neste fim de semana, com pelo menos quatro blocos de rua: o Tudo Errado Pra Dar Certo, no Centro Histórico, que desfila no sábado (23.02), o Acadêmicos do Indaiá, no São Sebastião, o Tô Chei de Sede, no Caxambu, e o Bloco do Urso, em Cascatinha, os três no domingo (24). Com o apoio da prefeitura, até o final do Carnaval diversos blocos vão fazer a alegria dos foliões no Centro e nos bairros. A festa também vai contar com programação cultural, com shows e animação infantil em Nogueira, na Posse, Corrêas e Alto da Serra. Tudo gratuito.

Neste fim de semana, quem abre a folia é o Tudo Errado Pra Dar Certo, no sábado, a partir de 17h, no Centro Histórico. O bloco vai percorrer as ruas Francisco Manoel, Montecaseros, 7 de Abril, Roberto Silveira e dispersão na Praça 14 Bis. Já no domingo são três blocos: o Acadêmicos do Indaiá vai animar os foliões entre 16h e 21h, na Praça Augusto Borba, no São Sebastião. Já o Bloco do Urso, acontece na Praça José Ferreira Soares, em frente à antiga Companhia Petropolitana, a partir de 11h. E o Tô Chei de Sede, no Caxambu, terá concentração às 14h, no Bar do Fernando, na Rua Bartolomeu Sodré, e saída às 16h. Eles seguem até a Praça Duque de Caxias.

“É um bloco bem família, voltado para os moradores da comunidade”, explica Guilherme Jochem, presidente do bloco, que está em seu segundo ano.

Além desses, para o fim de semana do Carnaval, já estão confirmados os blocos: Os Intocáveis de Nogueira, em Nogueira, Só Vai Dar Nós, na Mosela, Tem Ki Ver, no Bairro Esperança, Vai Dá M, no Centro, Vai Quem Quer, no Centro, Guerreiros da Vinte, na 24 de Maio, Amigos do Samba, no Bairro Esperança, Pega Mas Não Explana, em Cascatinha, Bloco das Piranhas, em Corrêas, entre outros.

Passado o Revéillon e as férias de janeiro, o próximo mês vai contar com o primeiro feriado prolongado do ano e dá o ponta pé inicial para que as pessoas espiem o calendário e planejem os passeios e viagens nos feriadões de 2019. Este ano, os dias de folga serão menores do que no ano passado: com seis feriadões nacionais, por isso é preciso escolher bem. Em Petrópolis, a expectativa é a de manter essas datas com a cidade movimentada e hotéis e restaurantes faturando com os turistas. A Cidade Imperial oferece atrações que combinam com cada um dos feriados, incluindo ainda grandes festas, e a Turispetro vem trabalhando para divulgar cada opção para todo Brasil.

Além do Carnaval, fazem parte da lista de feriadões a Sexta-feira Santa, em 19 de abril (sexta-feira); Corpus Christ, dia 20 de junho (quinta); Proclamação da República, 15 de novembro (sexta); e fechando com o Natal, 25 de dezembro (quarta). É possível incluir ainda o Dia do Trabalho, 1º de Maio (quarta) – quando muitas pessoas costumam emendar a folga com o restante da semana.

Para o Carnaval, são esperados visitantes que procuram lugares tranquilos, longe dos grandes centros, para descansar nos dias de folga. Assim como aconteceu nos últimos anos, hotéis e pousadas dos distritos, com o contato com a natureza, deverão registrar maior número de leitos ocupados. Mas, quem quiser um pouco de folia, também vai poder contar com o Carnaval nos bairros, apoiado pela prefeitura. Há opções na Posse, Nogueira, Itaipava, Alto da Serra, Centro, entre outros.

Em maio, no Dia do Trabalhador, petropolitanos e visitantes vão poder aproveitar as atrações da Expo Agropecuária – que vai de 1º a 06 de maio, no Parque Municipal, em Itaipava. Já no mês seguinte, no Corpus Christ, a pedida do fim de semana será a Bauernfest, que este ano começa no dia 14 e vai até 30 de junho, sendo que a festa fecha no dia do feriado. E no fim do ano, no feriado de Proclamação da República, o público também vai poder contar com atrações culturais, já que o Natal Imperial de 2019 abre na noite anterior, 14 de novembro e vai até 19 de janeiro.

Etapa em Petrópolis acontece nos dias 9 e 10 de março no Vale do Cuiabá

São mais de 30 categorias em disputa atendendo desde crianças até idosos

As inscrições para a etapa em Petrópolis da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) seguem até o dia 3 março. Os interessados em participar devem garantir a vaga através do site oficial do evento (www.cimtb.com.br). O evento será realizado na cidade nos dias 9 e 10 de março em uma pista no Vale do Cuiabá - assinada pelo petropolitano campeão mundial Henrique Avancini. São 31 categorias em disputa - entre profissionais e amadoras - que atendem desde crianças até idosos. A prova conta com o apoio do governo municipal, que observa na CIMTB uma oportunidade de crescimento para os atletas da cidade, além de movimentar a economia com a chegada de turistas.

O organizador da prova, Rogério Bernardes, vê a oportunidade como um intercâmbio de experiências entre os atletas, ajudando os mais jovens. “Sempre os pais dos atletas nos procuram para que o competidor possa experimentar e conhecer outra modalidade do mountain bike. Acho que estamos em um bom momento da modalidade no país e para continuarmos assim, temos que incentivar a base do esporte, abrindo novas oportunidades”, disse.

A CIMTB conta pontos para o ranking mundial, da União Ciclística Internacional (UCI), fazendo parte do ciclo Olímpico Tóquio 2020, ranking Brasileiro e estaduais. Considerada a principal prova do calendário brasileiro, acontece de maneira inédita em Petrópolis e vai atrair diversos pilotos do mundo.

O percurso em Petrópolis vai contar com muitos locais de subidas. No entanto, será uma pista com maior fluidez em comparação com outras que existem no país.  A cidade foi escolhida para abrir a temporada da CIMTB, aproveitando o bom momento e a força do nome do atleta brasileiro para impulsionar os fãs e aumentar o número de apoiadores. Atletas como Henrique Avancini, Giuliana Morgen e Walmir Terra estão garantidos na etapa de Petrópolis.

Treinamento foi realizado na Câmara Municipal por representantes da Defesa Civil, Meio Ambiente e Bem-estar Animal

Mais de 100 profissionais de ensino participam da capacitação para atuarem no Defesa Civil nas Escolas nesta segunda-feira (18.02) na Câmara Municipal. Representantes das Secretarias de Defesa Civil e de Meio Ambiente, além da Coordenadoria de Bem-estar Animal ministraram o treinamento, que prepara o educador para realizar as atividades do programa. Neste ano, as escolas da rede municipal que contam com educação infantil também estarão incluídas. Outra novidade é a inclusão do bem-estar animal como tema de discussão em sala de aula.

Iniciativa da prefeitura, a política pública é inédita no país permite que os alunos desenvolvam a percepção de riscos e a cultura de prevenção aos desastres de origem natural. Com 234 áreas de risco alto ou muito alto, a prefeitura segue investindo em ações antecipadas, que minimizam o risco de ocorrências. A proposta do Defesa Civil nas Escolas é desenvolver com os alunos trabalhos práticos ao longo do semestre de acordo com as ameaças de desastres características de cada estação.

No primeiro ano de funcionamento, os colégios realizaram 170 atividades dentro do Defesa Civil nas Escolas. Ao todo, 103 unidades escolares da rede municipal participaram, além de outras oito particulares e uma estadual, de forma voluntária. As instituições de ensino que participaram querem aumentar a produção em 2019.

“No ano passado preparamos cartazes, desenhos, alguns alunos até desenvolveram um jornal de televisão sobre os riscos do bairro. A criança é uma ferramenta que propaga a informação, educando os pais e os parentes”, destaca o professor Kleberson Melo, que ano passado foi o responsável pelas atividades desenvolvidas da Escola Municipal Dr. Paula Buarque, no Vale do Cuiabá, instituição polo do programa.

Na próxima sexta-feira (22.02), mais 160 profissionais de ensino estão convidados para se adequarem ao Defesa Civil nas Escolas. O treinamento também acontece na Câmara Municipal, de 8h até 17h. Apesar de recente, o programa ganhou o reconhecimento do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), que premiou a prefeitura com um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública.

Os petropolitanos poderão, na próxima quinta-feira (21.02) a partir das 10h, trocar suas lâmpadas incandescentes ou fluorescentes queimadas por uma nova de LED, durante a ação de conscientização do consumo de energia, realizada pela Enel em parceria com o Centro de Referência da Juventude (CRJ).  Dentro da programação, será oferecida uma palestra sobre consumo consciente, com dicas de economia de luz, direitos e deveres do consumidor entre outros. A ação é gratuita, basta levar uma conta de luz janeiro/2019.

O CRJ que é equipamento do governo do Estado e conveniado com a prefeitura, foi o local escolhido para a realização das atividades que integram o “Enel Compartilha Consumo Consciente”, que reúne os programas da companhia que promovem a educação para o consumo sustentável e consciente de energia.

Durante todo o dia os palestrantes demonstrarão como funciona o consumo de energia elétrica em uma casa, apontando os maiores responsáveis pelo mau uso de energia elétrica e alertando quanto aos riscos da manutenção imprópria na rede elétrica domiciliar e dos eletrodomésticos. Além disso, os moradores poderão obter informações sobre direitos e deveres do consumidor, conceitos de educação ambiental, cidadania, ética, orçamento doméstico e riscos associados ao furto de energia.

O CRJ fica na Rua Santo Antônio, 248 – Alto da Serra (na Rua da Igreja Santo Antônio).

O trabalho desenvolvido na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta está sendo referenciado para a cidade de Abreu e Lima, no estado de Pernambuco. Com 28 conselhos, 800 conselheiros - que se reúnem, ao menos, uma vez por semana – Petrópolis tem se tornado exemplo na valoração desse importante instrumento de democracia.

Segundo o secretário Executivo da Casa dos Conselhos de Abreu e Lima, Carlos Azevedo, durante uma consulta pela internet, ele encontrou o site da Casa dos Conselhos de Petrópolis, no qual ficou impressionado com a construção de um espaço onde todos os conselhos municipais estão reunidos utilizando a mesma estrutura.

“Pesquisando por Casa de Conselhos na internet, me deparei com a Casa dos Conselhos de Petrópolis, onde a quantidade de Conselhos de diferentes políticas utilizando a mesma estrutura me encantou. A possibilidade de economizar nos alugueis certamente proporcionará a receita necessária para a construção da tão esperada equipe técnica para dar suporte aos Conselhos envolvidos aqui na minha cidade.  A experiência de reunir todos os conselhos em uma estrutura só nos dá uma ideia de intersetorialização das políticas públicas”, contou secretário Executivo da Casa dos Conselhos do Sistema Único de Assistência Social de Abreu e Lima, Carlos Azevedo.

De acordo com o secretário, diferente de Petrópolis que possui uma estrutura única para todos os conselhos, em Abreu e Lima os conselhos possuem estruturas independentes em prédios alugados gerando uma despesa maior para o município. O secretário está agendando uma visita ao município no segundo semestre.

“Estou ansioso para conhecer todo o processo de construção da casa dos conselhos desde a concepção da ideia, quanto os desafios diários de fornecer a estrutura necessária para tantos conselhos em um só lugar. Orçamento, divisão das despesas, normas, pessoal entre outras informações”, contou.

Durante todo o ano de 2018, a Casa dos Conselhos também foi o espaço onde aconteceram palestras, oficinas, treinamentos, cursos, reuniões, apresentações, missa, formaturas, capacitações, seminários, grupo de debates e aplicação de prova de vestibular. Além, das conferências que reúnem governo e sociedade civil para debater e deliberar os rumos e as ações prioritárias nas políticas públicas dos próximos anos.

Equipamento da Praça da Inconfidência está passando por limpeza e reparo da bomba hidráulica, o que já foi feito em outras praças este ano

O chafariz da Praça da Inconfidência está passando por manutenção feita pela Comdep. Além de limpeza de toda área que comporta a água, a bomba hidráulica também está passando por reparo, serviço com previsão de ser finalizado até quarta-feira (20.01). Este trabalho é o mesmo já realizado este ano em outros locais, como Praça da Liberdade, Bosque do Imperador e Praça da Águia (Visconde de Mauá).

No caso da Praça da Inconfidência, toda água foi retirada para que fosse feita a limpeza do interior do chafariz com um caminhão-pipa. Sem a água, a bomba hidráulica foi removida para que fosse desobstruída e lubrificada, e será recolocada até o fim desta semana.

Antes, as outras praças com chafarizes também passaram por manutenção. Na Praça da Liberdade, por exemplo, os bicos dos esguichos foram consertados, assim como o sensor de nível da água. O interior do chafariz também foi pintado e a bomba hidráulica passou por revisão. No Bosque do Imperador, a bomba hidráulica também passou por desobstrução e foi instalada uma tela para evitar que volte a ficar entupida. Na Praça da Águia, a bomba hidráulica já foi recolocada após reparos.

Capacitação é voltada para servidores da rede municipal de Educação

Despertar a atenção dos jovens com relação a conservação do meio ambiente. Esse é um dos objetivos do curso de capacitação em educação ambiental - Projeto Inteligência Ambiental que será oferecido a partir de março para professores da rede municipal de Educação. Para participar do curso, que será realizado através de uma parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, os interessados devem fazer a inscrição pelos telefones 2246-8678 e 2246-9069 - Equipe de Projetos da Secretaria de Educação – até o dia 26 de fevereiro.

O curso terá início no dia 18 de março, às 9h na Casa de Educação Visconde de Mauá. A capacitação acontecerá em oito encontros (de março a outubro, totalizando 30 horas.

A intenção é a de capacitar, inicialmente, 30 professores da disciplina de HGTP – História, Geografia e Turismo de Petrópolis através dos seis eixos temáticos: Unidades de Conservação e Água; Cidadania e Patrimônio; Meteorologia e Defesa Civil; Sementes e Reflorestamento da Mata Atlântica; Resíduos Sólidos e Coleta Seletiva e Biodiversidade e Bem-Estar- Animal (Domésticos e Silvestres).

O curso atende a Lei de Educação Ambiental nº 9.795/99 e está em consonância com os princípios e diretrizes da lei municipal de Petrópolis n º 7.034/12 da política de Educação Ambiental.

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 14 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura pelo site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.

Vale destacar que o balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846. Confira as oportunidades:

Assistente de processos químicos e mecânicos - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e conhecimento em informática

Assistente mecânico de motores de aeronave - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio, carteirinha da ANAC, Grupo Propulsor, treinamento em inspeção por líquido penetrante. Desejável curso de mecânica

Auxiliar de impermeabilização - 1 vaga - sexo masculino - Experiência em impermeabilização de cisterna, caixa d'água, jardineiras, piscinas e lajes

Consultor de vendas - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Cozinheiro - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Garçom - 3 vagas - sexo masculino - Ensino médio e experiência

Supervisor de minimercado - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência na gestão em mercados

Técnico de impermeabilização - 1 vaga - sexo masculino - Experiência em impermeabilização de cisterna, caixa d'água, jardineiras, piscinas e lajes

Além dessas foram cadastradas três vagas para deficientes. Confira:

Assistente administrativo -1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo, pacote office, experiência em atividades administrativas e possuir laudo atualizado.

Auxiliar de loja - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo e laudo atualizado

Técnico em enfermagem - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo, curso técnico em enfermagem e registro atualizado no Conselho regional da categoria, além de laudo médico.

A CPTrans iniciou nesta segunda-feira (18.02) a convocação dos taxistas cujos placas dos carros terminam com o número 4 para a vistoria anual realizada na companhia. O calendário segue até 1º de março com previsão de que 35 passem pela avaliação dos fiscais. Condições do táxi, documentação do veículo e do motorista e quitação dos tributos municipais são verificados.

O permissionário deve ir à Rua Alberto Torres, 115 - Centro, entre 9h e 17h30, de segunda a sexta-feira – exceto feriados. A checagem tem o objetivo de manter a regularidade do serviço no município, bem como a segurança de usuários com veículos em boas condições de rodagem, além de controle de quem está dirigindo os táxis do município.

Para fiscalização é preciso levar o veículo à companhia e apresentar a cópia legível dos documentos: CRLV 2018 (de acordo com calendário de licenciamento anual do Detran) ou 2019; Inspeção GNV 2018;  Aferição taxímetro 2018;  ISS 2018 pago: permissionários e auxiliares  - nos casos de isenção, o mesmo deve apresentar xerox do cartão que comprove; Certidão Negativa do Registro de Distribuição Criminal atualizada do permissionário e auxiliares;  CNH com a indicação que “exerce atividade remunerada” do permissionário e auxiliares;  Comprovante de residência do permissionário e auxiliares;  Cartão de Permissão (alvará) 2018 (original); e pagamento da Taxa de Vistoria.

Além da documentação, é fundamental que o permissionário esteja presente durante a vistoria. Na falta deste só será admitido o representante legal, judicial ou convencional com os documentos. Durante o processo de vistoria, a CPTrans poderá, caso entenda necessário, solicitar documentos complementares. Toda a documentação deve ser apresentada, pois a falta de qualquer um dos documentos implicará na não realização do processo de renovação da autorização. Para certificação da vistoria também é necessário estar quite com todos os encargos provenientes de multas aplicadas, excetuando-se os casos com recursos interpelados em conformidade com o art. 21º, §6º da Lei Municipal nº 6.019/2003.

Confira o calendário:

Fim de placa – número 4 – período de vistoria: 18/02/2019 até 01/03/2019

Fim de placa – número 5 – período de vistoria: 04/03/019 até 15/03/2019

Fim de placa – número 6 – período de vistoria: 18/03/2019 até 29/03/2019

Fim de placa – número 7 – período de vistoria: 01/04/2019 até 12/04/2019

Fim de placa – número 8 – período de vistoria: 15/04/2019 até 26/04/2019

Fim de placa – número 9 – período de vistoria: 29/04/2019 até 10/05/2019

Fim de placa – número 0 – período de vistoria: 13/05/2019 até 24/05/2019

Em ISS, ICMS, IPTU e taxas municipais, Petrópolis arrecadou R$ 127,3 milhões a mais

Petrópolis, em 2018, arrecadou R$ 103,9 milhões a mais do que em 2016 em ICMS, Imposto Sobre Circulação de Mercadorias. O número, significativo, demonstra firme retomada da economia da cidade. Nos últimos dois anos a prefeitura trabalhou para atrair mais investimentos em construção civil, turismo e cervejaria; incentivou as empresas já existentes a permanecerem ativas e estimulou o comércio.

O ICMS é o melhor termômetro para medir a retomada da economia, mas entre outros tributos como ISS, IPTU e taxas municipais o resultado também é expressivo. Com os quatro principais somados são R$ 424,1 milhões em 2018 contra R$ 296,7 milhões que significam R$ 127,3 milhões a mais – 43,24%.

O somatório de ações e uma fiscalização acirrada sobre os repasses do Estado a Petrópolis resultaram em R$ 254,5 milhões em 2018 apenas em ICMS. O número é 69,1% maior do que em 2016, quando foram recolhidos R$ 150,5 milhões.

O aumento da arrecadação é importante para sanear as contas públicas e também fazer a cidade avançar. Mas, uma arrecadação maior não significa que podemos desapertar o cinto. Ele precisa continuar apertado, com gastos controlados e contingenciamento. Só assim vamos manter dívidas sendo pagas e programas que atendem à população avançando.

O resultado positivo na arrecadação de ICMS é fruto do trabalho da Secretaria de Fazenda, que vem monitorando a arrecadação e cruzando as informações das Declans (Declaração Base para Calcular o Índice de Participação dos Municípios (IPM) no ICMS. A fiscalização é feita mês a mês e em caso de divergência é pedida retificação da declaração.

É um somatório de esforços com a Fazenda atuante na fiscalização. Um novo sistema, informatizado, que estamos implantando, vai dar a possibilidade de cruzamento automático de informações. Isso vai possibilitar mais agilidade na conferência dos repasses.

Arrecadação cresce também em ISS, taxas municipais e IPTU

O somatório de ICMS, IPTU, ISS e taxas municipais reflete um aumento ainda maior de arrecadação: são R$ 127, 3 milhões a mais do que em 2016.

Juntos, em 2018, IPTU, ISS e Taxas municipais tiveram um aumento de 15,9%. Os tributos somaram no ano passado R$ 169,5 milhões - um aumento de R$ 23,3 milhões sobre os valores arrecadados em 2016, que foi de R$ 146,2 milhões.

A arrecadação de IPTU, por exemplo, passou de R$ 65,6 milhões em 2016, para R$ 79,6 milhões no ano passado – um aumento de R$ 13,9 milhões (21,34%).

Já o ISS – maior fonte própria de arrecadação do município – registra um aumento de 11,91%, o que significa R$ 9,2 milhões a mais- uma vez que a arrecadação subiu de R$ 77,2 milhões em 2016, para R$ 86,4 milhões em 2018.

Petrópolis depende muito de aumentar e manter no alto a arrecadação para sanear suas contas. As últimas gestões, por falta de um planejamento consistente e de ações práticas como as que implementamos, fizeram com que a administração pública abrisse um rombo de quase R$ 800 milhões. Isto comprometeu a capacidade de investimentos públicos e com mais arrecadação temos a chance de colocar a casa em ordem e poder avançar.

20% de redução de gastos em todas as secretarias

Uma maior arrecadação não significa para o governo afrouxar e gastar sem controle. O prefeito Bernardo Rossi, por decreto, estabeleceu contingenciamento de 20% do orçamento de cada pasta. As exceções são os serviços essenciais à população como Saúde, Defesa Civil e Educação.

Com contas aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), em primeiro lugar em ranking do Ministério Público das cidades com mais de 100 mil habitantes que cumprem a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), Petrópolis quer manter as contas controladas.

Na prática, as secretarias estão reduzindo gastos de combustível, otimizando o uso da frota, renegociando contratos e economizando. Os programas essenciais à população e os investimentos, no entanto, estão mantidos.

Com o enredo “Em nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila canta a Cidade de Pedro”, escola é a segunda a desfilar na segunda-feira de Carnaval

O verde aveludado e imponente da carruagem de Dom Pedro II – que atualmente está exposta no Museu Imperial – deu lugar ao azul marcante da Unidos de Vila Isabel no carro inspirado na berlinda de aparato que vai ser o responsável por abrir o desfile da branco e azul na Sapucaí, na segunda-feira de Carnaval. A escola, que escolheu a Cidade Imperial para o enredo de 2019, já está na reta final dos preparativos, com os sete carros que estarão na avenida recebendo os últimos detalhes, e fantasias já sendo entregues para a comunidade. Com o barracão a todo vapor, o trabalho vai retratar, com riquezas de detalhes, a história de Petrópolis, mas não apenas a história famosa com a Família Imperial, como também vai falar das belezas naturais, da luta dos escravos, o progresso com as fábricas, as festas, a influência de outras culturas e muito mais.

No barracão o trabalho não para, dia e noite, para que tudo seja perfeito no dia do desfile. A escola, que vai estar com mais de 3 mil componentes na avenida, com o enredo “Em nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila canta a Cidade de Pedro”, está confiante no título de campeã em 2019 e Petrópolis trouxe a história perfeita para que o carnavalesco Edson Pereira usasse toda a sua imaginação para transformar tudo em arte. “Eu acredito que a Vila vai fazer um grande Carnaval e que Petrópolis vai estar bem representada dentro do que a gente vai fazer plasticamente. Acredito 100% nisso porque a gente está fazendo um trabalho visando esse tipo de reconhecimento do petropolitano”, frisa o carnavalesco.

A cidade do samba está a todo vapor com a preparação para o Carnaval e dentro do barracão da Vila já é possível notar a Cidade Imperial em cada detalhe. O petropolitano vai conseguir identificar, além da carruagem de D. Pedro II, também a Catedral São Pedro de Alcântara, a colonização alemã, as fábricas que ajudaram no desenvolvimento da cidade, o Palácio Quitandinha, o Palácio de Cristal, entre outros. Entre os destaques também está o carro alegórico que vai falar sobre a luta dos negros e o empoderamento da mulher – ele vai trazer, no dia do desfile, a família da vereadora Marielle Franco, feminista e defensora dos direitos humanos que foi assassinada a tiros no Rio de Janeiro, no ano passado.

“A gente trabalha todos os dias e até tarde. O barracão não para, está a pleno vapor nessa reta final”, explica Cesar Carvalho, que trabalha na construção dos carros alegóricos. “Gostei do tema Petrópolis, está ficando muito bonito. Fazemos sempre com muito capricho”, completa Bruno de Freitas, também do barracão.

Petrópolis em cada detalhe

Um dos carros alegóricos mais emocionantes considerados pela escola está o último, que vai encerrar o Carnaval da Vila. Segundo o carnavalesco, ele traz a história da libertação dos escravos, o que está ligado com a história da escola. “Traz os negros acendendo uma luz do dormente da libertação e transforma o baile do Palácio de Cristal, que foi feito para os nobres, em um baile feito para os negros”, explica Edson.

Em um outro carro, a Vila vai mostrar um pouco das culturas que influenciaram a cidade e dos imigrantes que chegaram para trabalhar nas fábricas, como os italianos. Um carro direcionado ao progresso da cidade, que fala também da cerveja e dos alemães. Há ainda outro que retrata o Hotel Quitandinha, com a criação do prédio para ser um cassino. Ele faz um link com os concursos de beleza e o cinema, com vinda de personalidades. Um universo mais abrangente que exporta Petrópolis para o mundo.

Entre os que devem chamar a atenção do público também está o carro que alcança 12 metros de altura, representando os índios coroados. Ao todo são sete carros alegóricos, sendo que o abre alas conta com três carros juntos.

Desde a escolha do tema, a prefeitura vem apoiando institucionalmente a Vila Isabel, com as informações necessárias sobre a cidade e acompanhando os trabalhos da escola. A ideia também é fazer com que os petropolitanos torçam junto pela agremiação.

Profissionais de rede pública são capacitados para cuidar do pé diabético

O diagnóstico de diabetes imediatamente remete a uma série de precauções, entre as quais a alimentação balanceada e a rotina com a medicação controlada. No entanto, alguns outros cuidados são de fundamental importância para a manutenção da saúde e bem estar dos diabéticos. E é pensando nisso, que a Secretaria de Saúde está estendendo o Programa do Diabetes, desenvolvido no Centro de Saúde desde 2008, para todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

Os profissionais da rede pública estão sendo treinados a disseminar as práticas desenvolvidas para as demais unidades. E é para os pés dos diabéticos que os trabalhos são voltados, na tentativa de conscientizar os pacientes sobre a importância da adoção de cuidados preventivos. A proposta é evitar complicações causadas pela doença, entre elas, a neuropatia periférica, que afeta os nervos das extremidades do corpo. A partir da expansão do Programa do Diabetes para oito UBSs no município a expectativa é expandir a iniciativa para que haja a adesão de mais pessoas diagnosticadas com a doença. Atualmente 7.577 pacientes cadastrados na rede, são acompanhados pelo programa.

Esse é um programa de excelência que em muito contribui para a qualidade de vida dos pacientes acompanhados pela rede. Temos profissionais com capacitação especializada para o cuidado dos diabéticos. O Programa do Diabetes funciona no Centro de Saúde e conta com equipe formada por médico clínico geral, nutricionista, psicólogo, enfermeiros, entre eles um específico para o cuidado do pé, assistente social e fisioterapeuta.

A capacitação para a expansão dos trabalhos já teve início com palestras teóricas. O próximo passo será o treinamento prático. O primeiro está previsto para ser realizado na unidade de saúde do Morin, onde os profissionais da rede pública vão exercitar os ensinamentos durante os atendimentos de rotina. A proposta é que todos os nossos profissionais sejam qualificados e disseminem as informações sobre a importância dos cuidados preventivos. Muitos pacientes desconhecem os cuidados necessários com os pés e muitas vezes, quadros graves de saúde podem ser evitados.

A neuroparia periférica é uma das várias intercorrências provocadas pelo diabetes. Os sintomas dormência, formigamento e pontadas nas mãos e nos pés, nem sempre chamam a atenção dos pacientes, que acabam não dando a devida atenção e não buscam o tratamento. E é a negligência dos pacientes que os levam a quadros muitas vezes irreversíveis, como a amputação dos membros. É o que observa a coordenadora do programa, a enfermeira Cátia Regina Silva Pinto. “Vemos pacientes que desconhecem a doença e só buscam o tratamento quando já apresentam complicações. Há casos de pessoas que amputam os membros por falta de tratamento. O programa pretende intensificar a ação preventiva para que os pacientes não cheguem a situações extremas”, ressalta Cátia.

Cuidados simples no dia a dia evitam agravamento dos quadros clínicos

Uma das portas de entrada dos pacientes ao programa é uma palestra, onde eles recebem todas as informações dos cuidados que precisam ter para a manutenção da qualidade de vida. Nesse momento, os profissionais identificam a necessidade de encaminhamento dos pacientes para os profissionais de diferentes especialidades atuantes no programa.

Durante as consultas, realizadas a cada seis meses, os pacientes são acompanhados e recebem orientações de como cuidar dos pés. Entre as medidas básicas, estão uso de meias e calçados adequados, evitar a extração de cutículas, acompanhamento de um profissional de podologia para a manutenção da limpeza e cuidado das unhas. “Chega um momento que o paciente com diabetes pode perder a sensibilidade dos pés e com isso, alguns cuidados são importantes para evitar lesões”, explica Cátia.

A enfermeira ressalta que é muito comum, por falta da sensibilidade, o paciente não sentir que se machucou e a ferida se agravar: “Temos comumente casos de pessoas que se machucam com calçados inadequados e não sentem”. Durante as consultas, os profissionais fazem um verdadeiro mapa do pé do diabético, avaliando perfil e áreas com menor ou falta de sensibilidade.

De acordo com o índice mais recente da Federação Internacional de Diabetes, o Brasil possui 12,5 milhões de pessoas com diagnóstico de diabetes, ocupando o quarto lugar entre os países com maior número de pessoas com o diagnóstico da doença. Na população acima de 65 anos o diabetes tem uma prevalência de 19%, o que coloca o país entre os cinco primeiros em número de indivíduos, acima dessa faixa etária, com diabetes.

É com base nesses índices e levando em consideração que o pacientes com diabetes desconhecem os agravamentos da doença que os profissionais são treinados. A partir de um controle cuidadoso sobre sintomas apresentados pelos pacientes, que a rede de saúde do município pretende expandir o programa e dar suporte adequado. “Queremos evitar que os pacientes nos busquem somente quando já apresentam lesões nos pés. A intenção é o cuidado preventivo”, destaca a enfermeira do programa, especializada no cuidado do pé do diabético, Rita Cândido da Silva.

Unidades onde o programa vai ser aplicado

UBS Alto Independência - Rua José Lino s/nº

UBS Morin - Rua Pedro Ivo, n.º 81

UBS Mosela - Rua Mosela, 744, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues

UBS Pedro do Rio - Estr. União Indústria

Centro de Saúde do Centro - Rua Santos Dumont, 100

UBS Retiro - Av. Barão do rio Branco. (próx. ao sacolão)

UBS Araras - Estrada Bernardo Coutinho, 9435

O número é 48,3% maior na comparação com o mesmo período do ano passado

Atendimento especializado para quem deseja abrir um negócio em Petrópolis

O que uma pessoa que deseja empreender na cidade deve fazer? Qual o primeiro passo? Em que região da cidade pode ser aberto um determinado tipo de comércio? Essas são algumas perguntas que surgem na hora em que uma pessoa decide abrir um negócio. Em Petrópolis, os empresários têm uma vantagem: encontram no Espaço Empreendedor um local onde todas as dúvidas podem ser solucionadas e o melhor: podem realizar sem necessidade de agendamento prévio a consulta de viabilidade. Por conta das facilidades encontradas no EE, o poder público vem registrando um aumento significativo no número de atendimentos ao longo dos meses. Em janeiro de 2019 foram 907 atendimentos, um aumento de 48,3% em relação ao número de registros no mesmo período do ano passado: 612.

Desburocratização é o caminho para os municípios estimularem o crescimento dos novos negócios e Petrópolis vem se destacando nessa área, com a implantação do alvará on-line e com as leis de incentivo que simplificam a abertura de novas empresas, como as microcervejarias. O processo não é mais tão demorado e o mais importante, que é a consulta de viabilidade, ou seja, conferir se o tipo de negócio pode ou não ser aberto em uma região específica do município, é uma pesquisa que pode ser feita na hora do atendimento, no Espaço Empreendedor.

Quem deseja empreender deve ficar atento: ao procurar o EE deve levar documentos como CPF, RG, título de eleitor e endereço e cep de onde ficará a empresa.

Esse é o primeiro passo, mas, se o empresário ainda estiver com dificuldades com relação ao tipo de alvará que ele precisa ele também pode procurar o atendimento no EE. Os profissionais que atuam no Espaço podem tirar dúvidas com relação a inscrição de Microempreendedor Individual, solicitação de incentivos fiscais e, ainda, a possibilidade de microcrédito.

A desburocratização dos serviços foi um dos fatores que levou o município a conquistar o 2º lugar no Programa Cidades Empreendedoras promovido pelo Sebrae Rio em todo o estado em 2018.

Número de atendimentos no início do ano

Do total de atendimentos registrados no Espaço Empreendedor em janeiro deste ano, 522 são referentes à Jucerja – Junta Comercial do Rio de Janeiro - como registro de empresas, processos e protocolo e os demais - 355 - são referentes a outras secretarias como Departamento de Trabalho e Renda, protocolo geral e solicitação de microcrédito pela AgeRio.

O atendimento no EE ocorre de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, no Centro Administrativo Frei Antonio Moser. Não é necessário agendamento prévio para o atendimento. Nosso próximo passo será oferecer os atendimentos do EE na internet, para facilitar ainda mais a vida de quem deseja investir na nossa cidade.

No EE os empresários também têm acesso a outros serviços como: Informações sobre alvará, Autenticação de livro, Consultoria Jurídica, Jucerja, Nota Fiscal Eletrônica, Registro de empresas, Mais Valia (Secretaria de Obras), Departamento de Trabalho e Renda, Incentivos fiscais (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), Posturas e IPTU (Secretaria de Fazenda), atendimento ao produtor rural, Protocolo Geral, Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Meio Ambiente. Os empresários podem, ainda, cadastrar as vagas disponíveis nas empresas no Balcão de Empregos do Detra – Departamento de Trabalho e Renda. O Centro Administrativo fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

Capital do Estado por dois dias, Petrópolis sediou neste sábado (16.02) reuniões de trabalho do governador Wilson Witzel com seu secretariado e também com o prefeito e titulares das pastas municipais. A Cidade Imperial foi a primeira escolhida para abrigar o Gabinete Itinerante, que visa a interiorização das ações do governo estadual. 

No Palácio Quitandinha, os encontros de trabalho começaram logo cedo. Witzel despachou assuntos estratégicos de seu governo, com viés para Região Serrana, com seus secretários. À tarde, secretários da gestão municipal mantiveram contato com os secretários estaduais. Mesas de trabalho setorizadas reuniram os titulares das pastas de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo com os secretários estaduais. Witzel também atendeu aos prefeitos e secretários de São José do Vale do Rio Preto, Paraíba do Sul, Levy Gasparian, Areal,  Carmo e Três Rios. 

Witzel voltou a frisar a importância de Petrópolis ser Região Metropolitana do Rio e os projetos e programas que a cidade irá receber. “Vamos tirar o estado da crise econômica e avançar”, afirmou o governador. 

Há sintonia de metas entre as esferas estadual e municipal: força de trabalho, disposição e vontade de mudar pra melhor a realidade das pessoas.

O clima da reunião foi de sinergia entre os secretários e elogiado como forma de estreitar relacionamento. “Importante iniciar esse processo porque desenvolvemos programas e projetos em conjunto”, classifica a secretária de Saúde, Fabiola Heck. 

Sociedade também se reúne com Witzel 

O governador também manteve contato com representantes do judiciário, de empresas e da igreja católica. 
Segurança e educação foram temas que nortearam a reunião. O bispo Dom Gregório Paixão abordou a importância de investimentos na educação como fator de transformação do ser humano. A segurança também foi assinalada pela empresária Célia d’Azevedo. 
Uma cuca alemã, iguaria hoje tombada como patrimônio, foi oferecida ao governador pela presidente do Clube 29 de Junho, Emydia Hoelz. 
O presidente do Mercoserra, Luiz Fernando Gomes, e empresários da Rua Teresa também participaram do encontro com o governador focando em temas para a economia, assim como incremento de visitantes, pauta defendida por representantes do trade turístico.  
O contato com a sociedade petropolitana teve ainda a presença dos juízes Alexandre Teixeira de Sousa e Luiz Claudio Rocha Rodrigues. 


Wilson Witzel garantiu investimento de 20 milhões no setor

Categoria A no Mapa do Turismo Brasileiro e uma das principais indutoras do turismo no estado, Petrópolis não poderia deixar que o setor passasse despercebido durante o programa Gabinete Itinerante, que transferiu a sede do governo estadual para a Cidade Imperial por dois dias. Nesta sexta-feira (15.02), o governador Wilson Witzel e parte de seu secretariado se reuniram, na Cervejaria Bohemia, o prefeito de Petrópolis, representantes do Mercoserra, hoteleiros e empresários envolvidos com o turismo. Durante o encontro, o governador anunciou o investimento de R$ 20 milhões no setor para divulgação. Informações sobre os destinos turísticos, como Petrópolis, estarão em portos e aeroportos.

“O turismo é uma das áreas na economia que mais crescem no mundo. E o Rio de Janeiro tem uma rede hoteleira com muito espaço para crescer. Sabemos que o turismo é, realmente, o nosso novo petróleo, e através dele vamos conseguir aumentar o nosso PIB”, explica o governador, lembrando ainda não vai deixar o setor de lado. “Estamos com dificuldades financeiras, mas investir no turismo é fundamental. O secretário de Turismo, Otávio Leite, me apresentou um projeto de R$ 18 milhões para o turismo, mas vou investir R$ 20 milhões”, completou ele, que estava acompanhado do vice-governador, Cláudio Castro.

Em Petrópolis, o turismo vem sendo tratado com prioridade pela atual gestão. O município busca em Brasília verba federal para reformar atrativos e cuidar dos museus da cidade, já tendo garantido mais de R$ 4 milhões para reformas no Museu Casa de Santos Dumont, no Palácio de Cristal e no Theatro D. Pedro. Além disso, vem trabalhando para aumentar a divulgação em todo o país e ainda para melhorar os circuitos turísticos e expandir os eventos para atrair mais visitantes.

O secretário de Estado de Turismo, Otávio Leite, que também participou do encontro, reforçou a intenção do governo do estado de investir nos destinos turísticos do interior do Rio de Janeiro. “Todos os esforços vão ser empreendidos para que no próximo encontro a gente já comemore as vitórias. Já estamos trabalhando em muitas pautas e muitas ideias amadurecendo. Estamos pensando no Salão estadual do Turismo, por exemplo. E projetos como o do Rock In Rio, que vai encaminhar para quem adquiriu o ticket de ingresso informações para quem quiser passar uns dias no Rio de Janeiro, seja na praia ou na Serra. Além das feiras nacionais e internacionais que estamos trabalhando para estarmos presentes”, destacou.

O encontro foi articulado pelo Mercoserra – agência que tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento das três principais cidades da Região Serrana: Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo.

Notícias por data

« Fevereiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo