Terça, 19 Fevereiro 2019 18:27

Município e UCP retomam vestibular social

Viabilizar o ingresso de estudantes da rede pública no ensino superior. Com essa intenção, a prefeitura retomou nesta terça-feira (19.02) a parceria com a Universidade Católica de Petrópolis – UCP – para a realização do Vestibular Social. A retomada da parceria só foi possível porque o governo municipal conseguiu quitar a dívida de R$ 3 milhões com a universidade referente ao débito das bolsas de estudos dos vestibulares realizados pela antiga gestão municipal. Serão disponibilizadas 100 bolsas de estudo para alunos provenientes da rede pública (municipal e estadual) e a previsão é de que a seleção ocorra no segundo semestre.

Em dois anos o governo pagou cerca de R$ 3 milhões em dívidas com a UCP e agora está em dia com o pagamento mensal de R$ 103 mil referentes às bolsas de estudo.O governo quer estimular que os jovens continuem os seus estudos após o término do ensino médio.

Serão oferecidas 100 bolsas para os cursos de arquitetura e urbanismo, pedagogia e engenharia.

“Entendo ser nosso papel contribuir com o município na formação de profissionais de qualidade. Ficamos felizes com o comprometimento da prefeitura em retomar essa parceria e honrados por reconhecerem o ensino de excelência da Instituição na formação de profissionais que muito em breve poderão devolver ao próprio município o resultado dessa parceria com o seu trabalho", declarou o reitor Padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa.

O município e a UCP formalizarão a retomada do vestibular social para que as provas sejam aplicadas em junho de 2019.

O município entregou nessa terça-feira (19.02) o Habite-se Parcial à Cervejaria Cidade Imperial. O documento constata a regularidade da construção que funciona no Bingen e gera 250 empregos diretos na cidade. A expectativa a longo prazo, com a regularização total, é de que cerca de 150 novos empregos sejam gerados. 

O município cumpre o seu papel de fiscalizar as empresas e cobrar a regularidade dos documentos para conceder as licenças. A cervejaria Cidade Imperial está crescendo a cada ano e por isso a importância desse documento que mostra que a fábrica cumpre com todas as determinações. É um empreendimento que tem a capacidade de crescer e gerar cada vez mais empregos.

O documento foi entregue ao diretor de operações da cervejaria, Cassio Roberto de Paula, e a gerente geral da planta da cervejaria em Petrópolis Edemir Mariano - o documento Habite-se final será gerado pela prefeitura quando toda a obra do empreendimento estiver concluída.

“Esse é um momento importante que mostra a credibilidade da operação da fábrica em Petrópolis que, desde que começou a operar, aumentou o número de empregos gerados de 17 para 250”, explica Cassio, destacando os planos de crescimento da empresa.

“A longo prazo a empresa pretende aumentar o número de empregos gerados para 400. Estar totalmente regularizados nos incentiva a crescer nessa cidade que nos dá tanto retorno positivo” completou o diretor de operações.

A empresa também está emplacando os veículos na cidade – 50% do valor investido no emplacamento tem retorno para o município.

O Quitandinha vai ganhar uma nova concessionária de automóveis da marca Nissan. Com 50% da obra já finalizada, a loja vai empregar diretamente 20 pessoas e a previsão é de inauguração ainda no primeiro semestre. O projeto da nova concessionária foi apresentado nessa terça-feira (19.02) para o município.

O empreendimento terá 1.500 m² de área construída e o projeto também foi aprovado no Japão, pela Nissan. “A aprovação do projeto na prefeitura foi bem rápida e isso foi um grande incentivador. A Secretaria de Obras nos recebeu muito bem, desde o primeiro contato. Fomos muito bem recebidos na cidade o que nos mostrou que tomamos a decisão correta porque já somos representantes da marca em Minas Gerais e escolhemos Petrópolis para sediar mais um empreendimento”, contou Felipe Mota, concessionário representante da marca Nissan e responsável pelo empreendimento.

Felipe Mota acredita ainda que o empreendimento poderá gerar mais empregos com o tempo. “A intenção é a de crescer sempre e investir na cidade que nos acolheu tão bem. Pelo menos mais cinco empregos indiretos serão criados após a consolidação do empreendimento”, contou.

Contribuintes que quitarem o Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU) – 2019 até esta quarta-feira (20.02) garantem 7% de desconto. Os recursos são aplicados em áreas importantes, como Saúde, Educação, além de obras de infraestrutura, como a pavimentação de ruas, entre outros serviços. Aqueles que preferirem pagar o tributo até 20 de março, ainda garantem redução de 5% de desconto.

Em Petrópolis 116.051 imóveis são cadastrados pela Secretaria de Fazenda, sendo 93.143 deles referentes a áreas construídas e outros 22.908 referentes a propriedades de terrenos.

Desde 16 de janeiro, quando teve início o atendimento no núcleo especial montado no Centro de Cultura, mais de 3.300 contribuintes foram atendidos pelas equipes da Secretaria de Fazenda e retiraram a segunda via do boleto para o pagamento do tributo. Somente em janeiro foram 2.522 atendimentos. Este mês, até segunda-feira (18.02), outros 782 contribuintes estiveram no espaço para retirar o boleto.

O espaço, montado na área central da cidade, conta com guichês e equipe treinada para atender com agilidade o contribuinte. O atendimento é feito com sistema de senhas – com prioridade para idosos, gestantes e pessoas com deficiência. A Central, funciona no andar térreo do prédio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, nas Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia) – Centro. O atendimento está disponível de segunda a sexta, das 9h às 17h. No local, o contribuinte pode solicitar também a atualização do endereço para receber correspondências da Secretaria de Fazenda.  

Para emitir o boleto pela internet basta que o interessado  acesse o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Na página principal o contribuinte deve clicar no banner “IPTU 2019”.  Em seguida, para fazer a emissão do boleto, o interessado deve informar o número de inscrição do imóvel. No mesmo link o contribuinte pode emitir também o boleto para pagamento do IPTU 2018.

Os produtores de Petrópolis que trabalham nas feiras livres e desejam aumentar a produção agrícola poderão tirar suas dúvidas sobre o microcrédito da AgeRio - Agência Estadual de Fomento – durante um encontro que vai ocorrer no dia 20 de fevereiro, às 15h na sede da ARTE. O microcrédito - que está sendo disponibilizado através de uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico - oferece taxas a partir de 2,98% ao mês.

Os valores dos empréstimos ofertados variam entre R$ 500 e R$ 3 mil, dependendo da necessidade do solicitante.

O recurso pode ser investido em itens como capital de giro, compra de mercadorias, aumento de estoque e em melhorias no empreendimento, um caminho que pode elevar a renda das pessoas que buscam empreender na cidade. O encontro é destinado aos feirantes, mas, quem deseja empreender em Petrópolis pode solicitar o microcrédito no Espaço Empreendedor.

O interessado solicita o empréstimo e um técnico – que foi capacitado pela AgeRio – avalia a necessidade do valor. Desde 2018, 15 pessoas já conseguiram o microcrédito e agora os feirantes também podem solicitar o financiamento.

O processo é simples, pode conseguir o microcrédito qualquer pessoa que tenha uma atividade regularizada, mesmo em casa. A taxa é de 2,98%. Uma oportunidade interessante para quem quer crescer mais precisa de capital de giro. Para a cadeia econômica da cidade é um diferencial e os empresários devem aproveitar essa viabilização de crédito.

Quem não puder participar do encontro na ARTE – que fica na Rua Aureliano Coutinho, s/nº - pode procurar atendimento sobre microcrédito no Espaço Empreendedor - que funciona no Centro Administrativo Frei Antônio Moser – de segunda a sexta, das 10h às 17h - na Avenida Barão do Rio Branco, n° 2846, telefone (24) 2233-8137, ou enviar e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Os documentos exigidos para a solicitação do credito são: identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de titularidade bancária, foto do empreendimento (tirada na visita) e certificado de MEI (se for o caso). Para o avalista é necessário identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de renda, identidade e CPF do cônjuge (se houver).

 

A comunidade 1º de Maio, do bairro Madame Machado, em Itaipava, realiza neste sábado (23.02), às 14h, o primeiro fórum para a implantação do Conselho Local de Saúde. O encontro com representantes da sociedade civil e gestão pública acontecerá na Unidade de Saúde da Família, Rua Nourival Braga da Silva S/N.A medida visa criar representatividade para as reivindicações locais da comunidade no que ser refere à saúde na região. Assim que estabelecida, a representação local atuará em conjunto com o Conselho Municipal da Saúde na busca por avanços para o transporte público, saneamento básico, limpeza, educação, lazer, ações de assistência social, entre outros.

O Conselho Local de Saúde, assim que estabelecido, contribuirá no estabelecimento do controle social da região.

Para o primeiro fórum foram convocados representantes da gestão pública, trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), e residentes na área de abrangência da Unidade de Saúde da Família (USF) da região. Com essa participação será votada a composição do Conselho Local de Saúde, que tem por finalidade garantir a participação da população na administração pública. A partir da criação do Conselho Local de Saúde será possível o acompanhamento das ações e serviços das unidades de saúde do município.

Durante o fórum será apresentado o Diagnóstico Rápido Participativo, um relatório elaborado pela Fiocruz, destacando a principais questões da comunidade.

A partir da criação desse primeiro Conselho Local, a estimativa é que os de outras regiões sejam criados. No município existem outras oito equipes em regiões que planejam a criação de grupos. Entre as localidades com possibilidade de criação dos conselhos estão os bairros Amazonas, Bataillard, Castelo São Manuel, Carangola, Boa Esperança, 1º de Maio e Vila Rica.

Assim como no bairro Madame Machado, serão formados grupos com representantes para discutir as questões referente à saúde em cada localidade. Até que seja concluída a formação dos conselhos, vários encontros são promovidos com a comunidade para que haja um entendimento sobre a função dos conselhos. “Esse primeiro fórum vai ser uma importante experiência com a comunidade e demais representantes. É importante que os participantes estejam conscientes do papel do Conselho em cada região”, destaca Fátima Cristina Coelho, superintendente da Atenção à Saúde.

Mangás, comics, desenhos em realismo, paisagismo, entre diversos outros estilos de desenho estão em sua última semana de exposição no Centro Cultural Estação Nogueira. A mostra, produzida por alunos do Curso Prático de Desenho, fica até quarta-feira (27.02). Com o objetivo de fazer com que o público conheça os trabalhos dos desenhistas, a exposição tem chamado a atenção de adultos e crianças. A entrada no Centro Cultural, que fica aberto todos os dias, é gratuita.

O desenhista Iago Henrique, de 18 anos, foi quem teve a ideia da mostra e disse ter gostado de expor seu material. Só ele está expondo cerca de 10 desenhos. “Gostei muito de fazer a exposição junto com o curso de desenho. Tenho alguns trabalhos coloridos, com aquarela, grafite, nanquim. As pessoas têm gostado”, explica.

A mostra conta com desenhos de adultos e crianças, de todos os tipos e níveis, desde os mais avançados a iniciantes. Muitos chamam a atenção pelas cores fortes, outros pelo realismo.

O Centro Cultural Estação Nogueira fica na Av. Leopoldina, nº 317 (Praça de Nogueira). A visitação pode ser feita de 9h às 17h, de segunda à sexta-feira, e de 9h às 14h aos sábados. Em feriados e pontos facultativos o local abre de 9h às 14h.

A poucos dias de uma da festa mais popular do país, as secretarias municipais de Petrópolis estão unidas para fazer mais um Carnaval tranquilo na cidade. Com o apoio da prefeitura, o município terá blocos de rua e programação cultural em quatro pontos da cidade – para adultos e crianças. E, para isso, o Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Turispetro, Secretaria de Serviços e Ordem Pública, CPTrans, Comdep e Secretaria de Saúde já montaram um plano de ação para o período da folia. Alguns blocos desfilam já neste fim de semana.

Nesta segunda-feira (19.02), uma reunião foi realizada no Centro de Cultura Raul de Leoni entre representantes de algumas das secretarias do município e responsáveis pelas festas nos bairros para ajustar os últimos detalhes. Posse, Alto da Serra e Corrêas receberão palcos com shows de pagode, samba e baterias de escolas de samba. E Nogueira terá um pequeno trio elétrico com programação promovida pelo Sesc. Já os blocos sairão de diversos bairros da cidade, como São Sebastião, Bairro Esperança, Mosela, Cascatinha, Centro, entre outros.

Durante a reunião, foi acordado que todos os eventos e blocos aconteçam até às 23h. A CPTrans vai orientar e fechar o trânsito onde for necessário e também informar os coletivos que precisarão ter a rota alterada. Já a Guarda Civil vai monitorar os eventos para que a festa seja tranquila, assim como a Polícia Militar, que também estará presente nos locais de maior concentração de foliões. A Comdep prepara um plano especial para a limpeza nos locais dos eventos. Já o programa IST/Aids vai distribuir material informativo e preservativos nos terminais rodoviários e também está em contato com os blocos para deixar materiais informativos e preservativos com os foliões.

Petrópolis terá campanha de conscientização

Mesmo mês do Dia da Mulher, o Carnaval em Petrópolis também vai contar com uma campanha de conscientização da violência contra a mulher. A Campanha #Diversaosemagressao, realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) terá ações de prevenções nas escolas e nos blocos de Carnaval do município. Em parceria com o Gabinete de Cidadania e o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), o conselho abrirá o calendário de ações no dia 1º de março com o ônibus Lilás, na Praça Alcindo Sodré, no Centro, oferecendo atendimento as mulheres e distribuindo material de conscientização de violência contra mulher, além de adesivar os veículos que passarem pelo local.

A construção de um muro de contenção na Rua Catarina Blatt, no bairro Duarte da Silveira, está próxima da conclusão. A estrutura tem cerca de 30 metros de extensão e quatro metros de altura. O local onde está sendo feito o muro sofreu um deslizamento há oito anos, mas nunca recebeu intervenções desde então.

O muro de gabião está sendo feito pela empresa Barra Nova Engenharia. Os trabalhos acontecem a pouco mais de um mês e a expectativa é que seja concluída ainda esta semana.

O local teve um deslizamento no Rio Piabanha em 2011. Naquele momento, o gestor de uma loja de alumínio que fica no local, André Amorim, lembra que o rio transbordou e, com o susto, fechou o estabelecimento e correu do local.

Essa obra é feita com recursos do município e é uma das sete providenciadas pelo município, que representam investimento de quase R$ 2 milhões nesta área. Além da Rua Catarina Blatt, já estão prontas, em andamento ou licitadas contenções em Rua Desembargador Luiz Antônio Severo da Costa (Itaipava); na localidade Sítio do Pica-Pau (Dr. Thouzet); Rua Presidente Sodré (Siméria); Rua Aristides Ladeira (Bairro Esperança); Rua Gregório Cruzick (Bela Vista); e Rua Atílio Marotti (Quarteirão Brasileiro).

O Plano Municipal de Redução de Riscos mostra que o município tem 234 áreas de risco alto e muito alto. Por isso, a prefeitura vem buscando recursos para realizar obras necessárias e viabilizar mais projetos de contenção na cidade.

O município já captou R$ 1,7 milhão em emendas parlamentares para obras de contenção e drenagem na Rua 1º de Maio, na Castelânea, e na comunidade Vai Quem Quer, no Vital Brasil (São Sebastião).

Além disso, mantém o PAC Encosta, um investimento de R$ 60 milhões para 14 obras. Elas foram divididas em três lotes: o lote 1 tem 80% dos serviços já concluídos; no lote 2, 50% já está pronto; por fim, o lote 3 está em 8,3%. Com relação a cada obra, no Vale do Carangola (Carangola) e no Rua Capitão Paladini (São Sebastião), os serviços já foram concluídos. O município teve que providenciar a reposição de R$ 11,8 milhões que foram arrestados em duas oportunidades para o pagamento dos servidores em dezembro de 2016 (última folha do antigo governo) e para quitar precatório não pagos também em 2016. A devolução dos valores foi concluída em junho.

Um homem de 72 anos acusado de molestar uma criança de 12 foi detido na manhã desta terça-feira (19.02) por agentes de Guarda Civil. O suspeito foi levado para a 105ª Delegacia de Polícia e vai responder por estupro de vulnerável. A ação ocorreu no momento em que os agentes faziam uma ronda pelo Terminal Centro e uma testemunha afirmou ter visto o suspeito pegando na mão do menino, que tem síndrome de Down, e passando nos órgãos genitais.

Com maior presença de agentes nas ruas – mantendo 30 homens para atuação no Centro e arredores, além de 10 agentes em atividade na 2ª Inspetoria, que atende os distritos –, a Guarda Civil consegue fazer uma rotina de rondas de patrulhamento e, assim, atender ocorrências relatadas pela população, como o caso relatado às autoridades.

De acordo com a ocorrência, o pai estava sentado de costas para o menino e não viu a ação, mas uma testemunha flagrou o ato e acionou os guardas. Na delegacia, o idoso alegou que estava apenas arrumando a roupa do menino. No entanto, ele vai responder pelo artigo 217-A do Código Penal Brasileiro (estupro de vulnerável), já que a vítima tem menos de 14 anos e possui síndrome de Down. Ele foi preso e será apresentado para uma audiência de custódia nesta quarta-feira (20.02). O artigo 217-A prevê pena de oito a 15 anos de reclusão.

A maior presença tem levado a Guarda a realizar prisões nos últimos meses. Em janeiro, os agentes já haviam feito a prisão de três pessoas por furto e estelionato no Alto da Serra. Também no Alto da Serra, um carro roubado foi localizado. Outro homem foi preso por dano ao patrimônio público. E esse mês aconteceram operações com canil que identificaram jovens com drogas.

O Gabinete da Cidadania participou no bloco de carnaval Alegria Sem ressaca, que aconteceu no domingo (17.02) em Copacabana, no Rio de Janeiro. O bloco que comemorou 16 anos, foi fundado pelo psicanalista Jorge Jarber, com o objetivo de conscientizar as pessoas do uso excessivo do álcool e o uso de drogas, principalmente nesta época. Na ocasião, a equipe do Gabinete divulgou a Campanha #Diversaosemagressao. Estiveram presentes a coordenadora do Gabinete de Cidadania, Anna Maria Rattes; coordenadora do CRAM, Cleo de Marco; a delegada Valéria Aragão e a equipe do Gabinete da Cidadania.

Neste sábado (23.02) acontecerá o curso de Dicção e Oratória, na Casa dos Casa dos Conselhos, sediada na Prefeitura. O aulão será gratuito e conta com 160 inscritos. Terá a duração de 9h à 13h, e tem como objetivo ajudar na elaboração de um bom  discurso e da fala em público. O evento chega a Petrópolis graças à parceria da Prefeitura, por meio da Coordenadoria da Juventude, com a Fundação Ulysses Guimarães (FUG). O palestrante será o presidente da instituição, Amaury Cardoso.

O aulão contará com material gratuito e certificado emitido pelo MEC. Para os universitários, valerá hora complementar. Os inscritos devem se apresentar, no dia do evento, munidos de um documento com foto para a comprovação da inscrição.

Estão abertas as inscrições para o curso de formação em radioamadorismo oferecido pela Rede de Operações de Emergência de Radioamadores de Petrópolis (Roer). São 40 vagas gratuitas e as inscrições acontecem na sede da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, na Rua Buarque de Macedo, 128, no Centro, ou através do e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . As aulas acontecem na Sala de Cooperação da Defesa Civil, entre os dias 11 e 15 de março, de 19 às 22h.

No ano passado, a Roer formou 23 pessoas que foram regulamentas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para exercer a atividade. Desde então, o grupo conta com 41 integrantes que se reúnem na Sala de Cooperação da Defesa Civil para treinamento e atualizações. Em Petrópolis, ao todo, são 126 licenciados.

Os radioamadores atuam no momento em que todas as outras formas de comunicação param de funcionar, como ocorreu na cidade em 2011, no Vale do Cuiabá, e em 2013, na Vila São Joaquim, no Quitandinha. A atuação em conjunto dos radioamadores com a Defesa Civil é prevista na lei que institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (PNPDEC).

“O curso é preparatório para a prova da Anatel. Nossa ideia é que mais pessoas estejam preparadas caso seja necessário no momento de uma grande ocorrência, abrindo mais espaço para novos radioamadores. A gente espera ajudar ainda mais os órgãos de resposta da cidade", afirma Fábio Hoelz, Coordenador de Educação da Roer.

Parceria com a Defesa Civil rendeu uma nova sede para a Roer

A parceria da Roer com a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias rendeu uma nova sede para o grupo em dezembro de 2017: uma sala dentro da sede da Defesa Civil. A novidade aproximou as equipes em ações de prevenção e treinamento.

Ao lado da Defesa Civil, a Roer participou do Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (Ecadec), da elaboração dos planos de contingência de Inverno e de Verão de Petrópolis e dos testes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme.

O Programa Nacional de Acesso ao Mercado de Trabalho (Acessuas), mantido no município com incentivo do Governo Federal amplia a rede de atuação para 2019. Implantado pela Secretaria de Assistência Social, o programa vai contar com a parceria da Secretaria de Desenvolvimento Econômico que viabilizará a inserção dos mais de 500 assistidos ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

A parceria garantirá o acesso de jovens e adultos atendidos pelo Acessuas a uma grade de mais de 100 cursos oferecidos pelo Pronatec. Tendo como uma das metodologias, o ensino à distância com disciplinas e material didático disponíveis on-line, o ingresso aos cursos depende de acesso à internet, o que muitos dos atendidos pelo Acessuas não dispõem facilmente. A partir da parceria a Secretaria de Desenvolvimento Econômico vai disponibilizar aos usuários as estruturas dos Centros de Inclusão Digital (CIDs) das regiões de Itaipava, Posse, Madame Machado, Corrêas e Centro.

Há um ano implantado no município, o programa Acessuas ultrapassou as metas de atendimentos estabelecidas pelo Ministério de Desenvolvimento Social.

A partir da parceria que viabilizará o acesso a mais curso, a estimativa é de um alcance ainda maior de pessoas em busca de uma formação ou qualificação que contribuirá para a inserção ao mercado de trabalho. Em 2018, além das 500 pessoas, entre jovens e adultos atendidos pelas unidades do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), foram realizadas palestras e ações com jovens diretamente nas escolas.

Reestruturado há um ano, o Acessuas auxilia as pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), que recebem Bolsa Família, ao ingresso ou retorno ao mercado de trabalho. Desde que foi implantado, os gestores realizam palestras periódicas com os atendidos, em que são orientados e encaminhados para cursos e oportunidades de emprego. Em parceria com o Senai, muitos dos atendidos conseguem bolsas para os cursos de marcenaria, padaria, confeitaria, costura, modelagem, montagem de móveis, pedreiro de alvenaria, entre outros. No Centro de Cidadania, na Rua Souza Franco -  Centro, jovens e adultos ingressam nas aulas de informática.

A estimativa é de que no mês do março, as unidades do CIDs estejam adequadas para receber os alunos. “Esse projeto é fundamental, são novas pessoas que vamos estar incluído, dando oportunidade de capacitação para o mercado do trabalho. O segredo do nosso trabalho está sendo parceria entre as secretarias e programas do governo”, destaca o coordenador dos CIDs, Leonardo Sindorf.

Parceria com o CIEE promove a orientação profissional

O Acessuas também atua em conjunto com o Centro de Inclusão Estudante Empresa (CIEE), que possibilita o encaminhamento para as vagas de emprego disponíveis e inclui os jovens no programa Jovem Aprendiz. Através as reuniões realizadas em grupo são identificados os perfis dos participantes, que são encaminhados para cursos de interesse ou oportunidade de emprego. Com os jovens são dadas orientações profissionais.

“O programa trabalha a motivação para o retorno ao mercado de trabalho. Com as ações desenvolvidas conseguimos trabalhar a melhoria na escolaridade, enfatizamos a importância de ser voltar aos estudos. A partir do acompanhamento, no caso das mães, por exemplo, ajudamos ultrapassarem as dificuldades de conciliar as responsabilidades com os filhos e o retorno ao trabalho. Incentivamos os jovens para que não percam as expectativas do futuro e não desistam dos estudos”, destaca a psicóloga e técnica do Acessuas, Aline Ziziani.

O Programa Petrópolis da Paz selou uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento junto ao Departamento de Tecnologia do município, onde os 16 Centros de Inclusão Digital (CID) estarão disponíveis para os interessados em fazer o curso on-line de Introdução à Mediação de Conflitos. A inscrição do curso é gratuita, e está disponível para todos, também no formato para celular. Bastar acessar www.ead.petropolis.rj.gov.br.

O trabalho em conjunto possibilita a ampliação do programa da cultura pela paz nas comunidades. O objetivo do curso, além de apresentar os conceitos básicos da mediação, é mapear os principais conflitos das comunidades, através da associação de moradores e das escolas, para que então assim a mediação possa acontecer na região. O curso tem 5 aulas, com duração de 24h e pode ser feito de forma livre. Ao final, é emitido um certificado online de conclusão.

“A Cultura da Paz está entrelaçada com a mediação. Precisamos aprender com o conflito, entender porque eles acontecem e tentar ter um olhar pacífico. Queremos divulgar o Programa de Pacificação Restaurativa nas comunidades, escolas e em toda sociedade”, destacou a coordenadora do Programa Petrópolis da Paz, Elsie-Ellen Carvalho.

O diretor do Departamento de Políticas Públicas de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões, contou a importância da parceria. “Os Cids são espaços onde temos os equipamentos de informática oferecendo cursos gratuitos para as comunidades. Estamos disponibilizando os locais para quem quiser fazer o curso online do programa Petrópolis da Paz. Hoje temos 16 Cids e a expectativa é que esse número aumente”, contou Marcelo Simões.

Em 2018, o programa atendeu 12 comunidades e núcleos de associação de moradores, além das escolas municipais, onde mais de mil alunos participaram do programa. A mediação de conflito possibilita a educação continuada, redução da violência, harmonia, respeito, tolerância, aprendizagem entre outros.  A Mediação Comunitária acontece no município desde agosto de 2017 após uma iniciativa do prefeito Bernardo Rossi por meio da Lei n° 7.532.

“Nas escolas trabalhamos a real necessidade do ambiente de ensino da atualidade. Algumas escolas apresentam problemas principalmente por falta de respeito e por vezes uma questão de falta de pertencimento naquele ambiente. Apresentamos o projeto e ele passa a ser de todos, sensibilizamos funcionários, alunos e familiares. É o momento em que eles trabalham as competências emocionais utilizando as ferramentas da mediação, resolvendo seus próprios conflitos”, frisou a pedagoga e psicóloga e responsável pelo Departamento da Mediação Escolar, Vanessa Siqueira.

 Mais informações, ou tirar dúvidas sobre o curso online: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Adultos e idosos de Cascatinha ganharam um novo estímulo para cuidar da saúde: as aulas de ginástica e alongamento do Agita Petrópolis começaram nesta terça-feira (19.02) no salão paroquial da Igreja Matriz. As atividades acontecem às segundas e quartas-feiras, de 8 às 10h. Os interessados em participar podem comparecer no local e horário da turma e fazer a inscrição ou procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro, para mais informações.

A meta da prefeitura é atender até 80 pessoas em Cascatinha. Acompanhados de um professor de educação física e de uma estagiária, um grupo de 20 adultos participou do primeiro dia de atividades e garantiram suas vagas no programa. Todos buscam mais qualidade de vida e bem-estar através da atividade física.

"A gente chega em uma idade em que é importante se manter ativo, se não, nada mais funciona", afirma Norma Teixeira Quintão, de 78 anos, garantindo que encontra no esporte o melhor remédio para a saúde. "Eu me livro das dores nos braços e nos joelhos e me divirto bastante. É ótimo para minha saúde. Já estou chamando minhas amigas para se inscreverem e participarem também”, disse.

A aposentada Vera Lucia Borges, que mora na Vila de Cascatinha, comunicou aos vizinhos das aulas na Igreja e quer mais gente participando das aulas. “Avisei em casa para os filhos e também para as minhas amigas e vamos criar aqui um grupo forte e animado. Além da saúde, são novas amizades, a gente já se divertiu bastante neste primeiro dia”, contou.

Com a inclusão da turma em Cascatinha, o Agita Petrópolis continua sendo ampliado pela prefeitura. Neste ano, os bairros Contorno e Pedras Brancas também ganharam núcleos com atividades físicas gratuitas. Criado pela atual gestão para combater o sedentarismo e democratizar o acesso a prática de atividades físicas, o programa atende cerca de 1.200 pessoas regularmente em 15 bairros da cidade.

O programa oferece de maneira gratuita aulas de ginástica, alongamento ou dança no Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra e no Pedras Brancas, são turmas de futsal e no Siméria e Contorno de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei acontecem na Fábrica do Saber.

Além do Agita Petrópolis, a prefeitura volta a realizar neste ano o Festival das Comunidades – programa itinerante pelas quadras comunitárias da cidade. O governo municipal também mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada entre as pastas, oferecendo diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. Os interessados em participar podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou fazer contato com a unidade pelo telefone: 2233-1218.

Notícias por data

« Fevereiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP