A largada para a construção de 228 apartamentos em um novo conjunto habitacional no Morin foi dada nesta terça-feira (19.02) com a entrega do alvará de construção. O Investimento – faixa 2 do Minha Casa Minha Vida, para famílias com renda de até R$ 4 mil -  vai gerar 200 empregos diretos e a previsão de entrega é de 18 a 24 meses.

Município está oferecendo unidades do faixa 1 do Minha Casa Minha Vida, destinadas a desabrigados e moradores de áreas de risco. E também estimulando que o mercado imobiliário produza unidades para demais faixas. É a política habitacional fazendo valer o que a população precisa: unidades seguras.

O alvará foi entregue ao empresário Marlan Scherer Hammes. “Fiquei muito feliz porque esse documento é necessário para o ponta pé inicial do empreendimento. Agora é hora de colocar o projeto para andar e a perspectiva é de entrega dos apartamentos em no máximo 18 meses após o inicio das obras”, disse Marlan.

O empreendimento será construído no Morin e já possui a liberação do Iphan e Meio Ambiente. O projeto prevê a construção de 7 blocos – totalizando 13 mil m² de área construída – e os imóveis devem ter 2 quartos e uma suíte, inclusive um dos blocos terá total acessibilidade. Ele destinado para famílias com renda de até R$ 4 mil (faixa 2 do programa Minha Casa Minha Vida).

Em dezembro de 2018, a prefeitura também entregou o alvará de construção para apartamentos do Minha Casa Minha Vida no Quarteirão Italiano. No local serão construídos 308 apartamentos com investimento de R$ 55 milhões.

Com capacidade de realizar 800 atendimentos ao mês e ampliar a gama de tratamentos oferecidos, o novo Setor de Fisioterapia do Centro de Saúde Coletiva foi inaugurado na manhã desta quarta-feira (20.02). Implantado em prédio anexo, oferecendo mais acessibilidade dentro das instalações do Centro de Saúde, a unidade funcionará em horário estendido. A partir de março, a equipe formada por sete profissionais, vai ser organizada para trabalhar em turnos de 7h às 20h.

Entre os atendimentos oferecidos, a nova unidade também possibilitará a realização de tratamentos específicos para criança e para pacientes que passaram por trauma ortopédicos, como por exemplo, os submetidos à amputação e se preparam para receber próteses. A unidade conta ainda com estrutura para realizar a fisioterapia respiratória, neurológica, oncológica, reumatológica, a ginecológica, além da cinesioterapia, que trabalha a parte motora.

As conquistas para a Saúde no município, que absorveu 44 mil pessoas que migraram de planos de saúde, além de um aumento no atendimento de pacientes de fora da cidade, que atualmente chega a 12 mil também foram destacados. 

A nova estrutura possibilitará o atendimento adequado, de acordo com a necessidade de cada paciente. Com três boxes para consultas individuais, mais a sala para a fisioterapia respiratória e a de atividades de grupo, o setor apresenta condições de realizar 26 atendimentos para cada um dos profissionais, por dia. A estimativa é que ao menos cinco profissionais atuem por turno. O ambiente possibilitará que o paciente realize quantas sessões forem necessárias para o tratamento por dia de tratamento. O setor se tornará referência no atendimento de fisioterapia no município. A rede pública conta ainda com as instalações da Unidade Básica de Saúde do Itamarati, com as Academias da Saúde e com quatro clínicas conveniadas na cidade.

O projeto para a criação do novo espaço priorizou o aumento das instalações para atender mais pacientes, com mais conforto. Com essa unidade existe o atendimento de fisioterapia próprio do município e sanando uma das necessidades, que era de oferecer um tratamento para os pacientes ortopédicos, que passaram por amputações e precisam de preparação do coto para colocação de próteses.

Antes da inauguração das novas instalações, os pacientes de fisioterapia do Centro de Saúde eram atendidos em uma sala, com limitação de sessões. “Antes a nossa sala era em local de acesso limitado e agora, além de mais amplo, está melhor instalado na unidade. Ainda vamos ampliar os atendimentos com o funcionamento do terceiro turno”, destaca a diretora do Centro de Saúde, Élida Marta Santos.

A aprovação da nova estrutura já é constatada entre os pacientes. A aposentada Maria Rosa Gouveia, 69 anos, mora no Retiro e há anos faz o tratamento contínuo. Ela é uma que acompanhou as mudanças de instalações do setor, que chegou a funcionar em outra localidade. “Agora sim, o atendimento está muito melhor. O local é mais amplo e está melhor localizado”, conta

O processo seletivo para a contratação de estagiários para a Prefeitura, em parceria com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), encerrou com 3.518 inscritos entre ensino superior e médio. Estão disponíveis 195 vagas, sendo 14 para pessoas com deficiência. A prova está marcada para este domingo (24.02) em oito escolas municipais de vários pontos da cidade. Para os candidatos do ensino superior, a prova será aplicada na parte da manhã e os portões serão abertos às 8h, com início da prova às 9h, já os candidatos do ensino médio farão a prova na parte da tarde e os portões serão abertos às 13h e a prova começará às 14h.

O local da prova foi divulgado para os candidatos no momento em que foram feitas as inscrições para o processo seletivo, quando foi gerado um cartão de confirmação indicando o local. As provas acontecerão nas escolas: Municipal Maria Campos, EM Johann Noel, EM Vereador José Fernandes da Silva, EM Prefeito Jamil Sabrá, Liceu Municipal Carlos Chagas, EM Salvador Kling, EM Rotary e EM Fábrica do Saber. No dia da prova, os candidatos devem chegar no local da prova uma hora antes, com documento original de identidade (foto), caneta esferográfica com tinta cor azul ou preta e material transparente.

O processo foi divido em dois grupos: no nível superior são 106 vagas para os cursos Administração de Empresas, Administração Hospitalar,  Arquitetura  e  Urbanismo,  Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Farmácia, Fisioterapia,  Fonoaudiologia,  Informática,  Jornalismo  (Comunicação Social), Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Publicidade  e  Propaganda,  Serviço  Social,  Tecnólogo  Gestão  de  Recursos  Humanos,  Tecnólogo  Gestão  de  Turismo, Tecnólogo Gestão Pública e Veterinária. Serão sete vagas para pessoas com deficiência nas áreas de Administração de Empresas, Direito, Informática e Psicologia.

Já no grupo 2, são 75 vagas para Ensino Médio e Ensino Médio Técnico: Técnico em Administração, Técnico em Informática, Técnico em Radiologia. Para pessoas com deficiência serão sete vagas no Ensino Médio.

O candidato que for aprovado terá auxilio transporte, bolsa auxilio e contrato de um ano, podendo ser prorrogado. O conteúdo da prova e sugestões bibliográficas estão disponíveis no Diário Oficial de 18 de dezembro, no site da prefeitura. A prova objetiva terá 30 questões, sendo 10 de língua portuguesa; 5 de matemática; 5 de informática; 5 de ética e comportamento no trabalho e 5 questões de história e geografia de Petrópolis. Para aprovação, o candidato deverá fazer 50 pontos.

Informações:

Divulgação do gabarito: 25/02/2019

Resultado Final: 18/03/2019

Locais das Provas:

Escola Municipal Maria Campos – Rua Buenos Aires, 108 -  Centro

Escola Municipal Johann Noel – Rua Bingen, 843, Bingen

Escola Municipal Vereador José Fernandes da Silva – Rua Teresa, 1781 - Alto da Serra

Escola Municipal Prefeito Jamil Sabrá- Rua Coronel Veiga, 1130 - Centro

Liceu Municipal Carlos Chagas – Avenida Barão do Rio Branco, 2053 - Centro

Escola Municipal Salvador Kling

Rua Mosela, 995 – Mosela

Escola Municipal Rotary

Avenida Barão do Rio Branco, 1967 - Centro

Escola Municipal Fábrica do Saber

Rua Machado Fagundes, 269 - Cascatinha

Democratizar o acesso ao esporte promovendo atividades físicas e de lazer nos bairros para mais de mil pessoas até o fim do ano: esse é o objetivo do Festival das Comunidades, programa criado no ano passado e que será retomado pela prefeitura logo após o Carnaval. O primeiro bairro atendido será o Meio da Serra, no Caminho do Ouro, dentro da Escola Municipal Geraldo Ventura, com festivais de futsal, handebol e dança no dia 16 de março, aniversário da cidade. A proposta busca envolver toda a comunidade na promoção da saúde e da qualidade de vida.

Com a continuidade do Festival das Comunidades, a prefeitura garante a prática regular de atividades físicas durante o ano todo nos bairros da cidade. Todos os participantes recebem uma medalha do programa, como forma de incentivar a prática esportiva. A atividade faz parte do conjunto de ações que a prefeitura realiza junto a Superintendência de Esportes e Lazer com o objetivo de fomentar a prática de esportes nos bairros da cidade.

No ano passado, o Festival das Comunidades aconteceu na Comunidade do Alemão, Neylor, São Sebastião, João de Deus, Oswaldo Cruz, Chácara Flora, Gaspar Gonçalves, Boa Vista, Alberto de Oliveira e Caxambu. Outros locais serão atendidos até dezembro, sempre com a presença de um professor de educação física e um estagiário.

Além do festival, o governo municipal também mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada entre as pastas, oferecendo diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. Os interessados em participar podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro, ou fazer contato com a unidade pelo telefone: 2233-1218.

Com o objetivo de agilizar o atendimento das queixas dos consumidores, o Procon Petrópolis conquistou linhas exclusivas de comunicação rápida com a concessionária Águas do Imperador e com a empresa Tech Cable. Este avanço permite velocidade na resolução das reclamações que chegam diariamente ao Procon. As duas empresas estão no ranking de reivindicações do órgão, Águas do Imperador em 3º lugar e Tech Cable em 18º.

A concessionária Águas do Imperador criou duas linhas e a Tech Cable quatro. Por estes canais a equipe do atendimento do Procon terá a possibilidade de solucionar o problema do consumidor de forma direta e rápida com as empresas, estreitando o relacionamento com uma única finalidade: qualidade no atendimento. Estas parcerias das empresas com o Procon Petrópolis são importantes para aumentar a resolutividade do serviço junto ao consumidor.

O Procon Petrópolis possui linha direta com quatro instituições financeiras (Itaú, Bradesco, Santader e BB); oito empresas (Oi, Claro, Vivo, Tim,  Credcard, Net, Motorola e Samsung); concessionária de energia Enel e grupos de varejo (Casas Bahia e Ponto Frio).

Ter foco, lidar com frustrações, fazer amizades e incentivar a conversa entre os adolescentes. Esses são os objetivos do Clube da Conversa, iniciativa da Casa da Educação Visconde de Mauá. Poderão participar dos encontros, que começarão em março, jovens a partir de 13 anos, alunos da rede municipal de Educação.

O Clube da Conversa se reunirá as segundas-feiras, às 14h. “A Casa da Educação atende os estudantes no contraturno escolar, e para todas as faixas etárias são criadas programações diversificadas que incentivam a boa pratica da conversa, amizade e a discussão sobre temas relevantes da sociedade. O Clube da Conversa tem como público alvo os adolescentes e tenho certeza que os bate papos serão muito enriquecedores”, afirma a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

Os encontros serão mediados pela educadora e psicóloga Jaqueline do Valle. O projeto também pretende refletir sobre temas variados e manter boa relação interpessoal.

“A intenção é dar voz aos adolescentes, criando uma oportunidade de reflexão a respeito de temas que eles irão escolher no decorrer dos encontros. Pretendemos utilizar como metodologia textos diversos, filmes, dinâmicas de grupo, expressão artística e registros escritos. Nosso objetivo é que o grupo conduza os encontros e o coordenador do projeto será um mediador das discussões”, afirma Jaqueline do Valle.

Ainda de acordo com a psicóloga, é possível que os adolescentes se interessem por questões relacionas ao respeito às diferenças, preconceito, identidade, autoestima, resiliência e bullying.

“A Casa da Educação Visconde de Mauá tem uma concepção que compreende a Educação Integral, valorizando as habilidades cognitivas, mas, principalmente as competências socioemocionais, garantindo o desenvolvimento dos sujeitos em todas as suas dimensões, seja intelectual, física, emocional, social e cultural e se constitui como um projeto coletivo”, define a psicóloga.

A etapa em Petrópolis da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) vai além das bicicletas: a disputa de um cross country noturno agita o primeiro dia do evento – 9 de março – a partir das 19h. O percurso da corrida será de cinco quilômetros dentro da pista de competição dos ciclistas. São 200 vagas para os interessados em participar da prova. Os corredores podem obter mais informações sobre a corrida no site oficial do evento (www.cimtb.com.br).

Inédita na cidade, a CIMTB será realizada nos dias 9 e 10 em uma pista no Vale do Cuiabá - assinada pelo petropolitano campeão mundial Henrique Avancini. São 31 categorias em disputa - entre profissionais e amadoras - que atendem desde crianças até idosos. Além da competição, a programação do evento conta com área de alimentação com food trucks, exposição de carros antigos, escalada e tirolesa.

A CIMTB conta pontos para o ranking mundial, da União Ciclística Internacional (UCI), fazendo parte do ciclo Olímpico Tóquio 2020, ranking Brasileiro e estaduais. Considerada a principal prova do calendário brasileiro, a prova vai atrair diversos pilotos do mundo. As inscrições para a etapa em Petrópolis seguem até o dia 3 março.

O percurso em Petrópolis vai contar com muitos locais de subidas. No entanto, será uma pista com maior fluidez em comparação com outras que existem no país.  A cidade foi escolhida para abrir a temporada da competição, aproveitando o bom momento e a força do nome do atleta brasileiro para impulsionar os fãs e aumentar o número de apoiadores.

Além do trabalho da Ronda Escolar, a Guarda Civil também irá retomar a operação “Lugar de criança e adolescente é na escola”, que tem como foco os alunos longe do perímetro das unidades de ensino do município. Em 2019, o trabalho segue com a parceria do Conselho Tutelar e será apoiado também pela Polícia Militar. Esse trabalho conjunto foi definido em reunião do Conselho Comunitário de Segurança Escolar (CCSE).

Um dos objetivos da operação é evitar que os jovens se exponham a situações de vulnerabilidade por ficar fora de casa e fiquem longe de bebidas alcoólicas, por exemplo. Na próxima semana, as duas corporações vão voltar a se reunir para definir detalhes como área de atuação e formas de abordagem dos alunos.

Na Ronda Escolar, os agentes fazem visitas preventivas, realizando palestras de conscientização, e atendendo eventuais ocorrências relatadas pelos colégios. Já na operação ‘Lugar de criança e adolescente é na escola’, as abordagens são feitas a jovens que estão fora do perímetro escolar, muitas vezes uniformizados. É verificado se esse aluno não está em horário de aula e, principalmente, é feito o alerta sobre os riscos à segurança deles. E se for necessário,  os pais são acionados para que esse adolescente seja entregue aos responsáveis.

A Ronda Escolar atende 186 escolas do município. São 17 agentes acompanhando entrada e saída dos alunos pela manhã e também nas aulas noturnas da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O comandante do 26º Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Marcelo Bernardo, participou da reunião do CCSE. Após as mudanças de comando do Batalhão, ele informou que irá retomar a Patrulhamento Motorizado Especial Escolar (Pamesp Escolar) e que vai colocar o efetivo desse serviço à disposição da operação “Lugar de criança e adolescente é na escola”. Além dele, estiveram presentes à reunião representantes de quase 20 escolas do município.

Quem não conhece marchinhas como “Abre Alas”, “Bandeira Branca”, “Foi um rio que passou em minha vida” e “Sassaricando”? É difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido alguns desses “hinos” do Carnaval. Por isso, essas e muitos outros clássicos estarão no repertório da Serenata Imperial deste mês, que acontece no Palácio de Cristal, nesta quinta-feira (21.02), a partir de 20h. Será um esquenta para a folia, com marcinhas dos anos 1930, 40 e 50. A entrada é gratuita e o público está convidado a participar com fantasias ou máscaras de Carnaval.

Logo ao chegarem, os foliões ganharão um livreto contendo as letras de todas as músicas que serão apresentadas pelos seresteiros. Ao todo, o projeto conta com 15 integrantes, entre músicos, seresteiros e seresteiras, mas, por ser uma ocasião especial, o “Carnaval em Serenata”, desta vez o grupo será reforçado e a serenata vai contar com sopros, bateria, baixo e guitarra. Caravanas vindas de outras cidades já confirmaram presença no evento.

“Já tem grupos de Duque de Caxias, Rio de Janeiro e de Vilar dos Teles, em São João de Meriti. Está prometendo ser uma Serenata cheia. Espero que as pessoas venham e tragam suas fantasias e máscaras para que a gente abra o Carnaval em Petrópolis”, explica o coordenador do Petrópolis em Serenata, Odi Flávio Simas, lembrando que o evento vai contar também com marcha-rancho, samba e samba-enredo.

Criada em 1997, a Serenata Imperial tem como finalidade resgatar a música de boa qualidade e grandes nomes da MPB, e, segundo o grupo, “levando alegria, cantando o amor das mais lindas canções, e trazendo turistas para Petrópolis”. Todos os eventos têm entrada franca.

Um grupo com 10 franceses conheceu nesta terça-feira (20.02) o canil da Guarda Civil. O passeio por Petrópolis teve como principal objetivo ver o trabalho desenvolvido pelo Grupamento de Ações com Cães, sua estrutura e ter contato direto com os animais. Na visita, eles conheceram cachorros que trabalham na detecção de drogas, que atuam na segurança em eventos com grande público e que fazem a cinoterapia (terapia com cães).

A viagem foi organizada pelo francês Clément Pegle, que é filho do oncologista Christian Domenge, um dos sócios do Centro de Terapia Oncológica - CTO, onde o canil realiza sessões de cinoterapia. O francês trabalha com cavalos no país europeu e conhece o mesmo serviço feito por equinos em hospitais franceses. Essa proximidade com animais fez com que ele incluísse no roteiro da viagem ao Brasil uma visita ao canil da Guarda de Petrópolis.

“A cinoterapia é muito importante porque é comprovado que 30% do restabelecimento da saúde de uma pessoa depende da parte cognitiva, como o afeto que os cães dão para gente. Na França, esse tipo de terapia tem tanto com cachorros quanto com cavalos, mas com os cães esse trabalho é mais fácil”, disse Clément, que já conhecia Petrópolis e destacou a beleza arquitetônica como outro motivo para trazer o grupo ao município.

“Eu e o Clément temos esse laço com os animais, esse vínculo que nós dois entendemos. Então nós temos essa amizade. Quando estive na França, pude conhecer os cavalos com os quais ele trabalha e agora estamos dando essa retribuição”, falou o coordenador técnico do canil, Leandro Lopes.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias registrou três ocorrências – todas de deslizamentos de terra - em virtude da pancada de chuva da noite de terça-feira (19.02). Não há feridos ou desalojados.Na Servidão Antônio Alexandre Cordeiro, no Roseiral, e na Estrada Francisco Peixoto da Costa, no Caxambu, as barreiras atingiram imóveis. Na Rua Minas Gerais, no Quitandinha, a queda não atingiu nenhuma casa.

A Rua Coronel Veiga ficou fechada por cerca de 10 minutos na noite de ontem na altura do Gulf - entre 23h35 e 23h45 – em por causa do transbordamento do Rio Quitandinha.  Nas últimas 24 horas choveu 37 milímetros no Centro e 36,8 na Rua João Xavier, no Bingen. 

Segundo a previsão, o tempo permanece instável em Petrópolis e com possibilidade de novas pancadas de chuvas a qualquer momento. Os 55 agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias trabalham em estágio de alerta e permanecem de prontidão para realizarem os atendimentos.

 Existe a previsão de chuva até, pelo menos, o próxima sexta (22.02).

Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos. 

Sistema de Alerta e Alarme

Todos os 20 conjuntos de sirene da Prefeitura de Petrópolis estão funcionando perfeitamente, mas não houve a necessidade de serem acionados. Os equipamentos são ligados segundo critérios técnicos do setor de engenharia da Defesa Civil.

Notícias por data

« Fevereiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP