O município segue articulando com o governo federal a liberação de recursos para obras estruturais de prevenção, como intervenções em encostas em áreas de risco. Nesta terça-feira (26.02), representantes da prefeitura estiveram reunidos com o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas Alves, em Brasília, reiterando a importância do suporte financeiro para realizar as intervenções nas áreas de risco no município. Além disso, foi reforçada a importância do apoio da União no processo de recuperação da região do Ingá, na Posse. A prefeitura busca a aprovação do Ministério do Desenvolvimento Regional para a liberação de R$ 180 milhões em obras de contenção de encostas. O município desenvolve 67 projetos deste tipo, entre novas intervenções e pedido de conclusão das já iniciadas, como o PAC das Encostas. As obras são prioridade para trazer mais segurança para os moradores de áreas de risco.

"Sabemos da importância de Petrópolis e conhecemos o grande histórico de tragédias. São obras importantes e que podem ajudar a salvar vidas. Temos limites em nosso orçamento, mas vamos buscar contribuir com a cidade", disse o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas Alves.

Com 234 áreas de risco alto ou muito alto em Petrópolis, a prefeitura segue investindo em ações antecipadas, que minimizam o risco de ocorrências.

O PAC das Encostas - que tem investimento total de R$ 60 milhões - só teve duas obras finalizadas até hoje. Depois de dois arrestos para pagar o funcionalismo em dezembro de 2016 (último mês da gestão passada) e precatórios vencidos do mesmo ano, a prefeitura repôs R$ 11,8 milhões e retomou as obras. Elas estão em andamento em locais como a Rua Brigadeiro Castrioto (Bairro Esperança), Eugênio Werneck (Morin) e Amaral Peixoto (Quitandinha). Só essas três já somam R$ 26,3 milhões.

Outra obra de contenção de encosta que só foi iniciada na atual gestão é a na Rua Desembargador Luiz Antônio Severo da Costa, em Itaipava. Ele é fruto de uma emenda parlamentar de R$ 384 mil, mas só foi iniciada após o prefeito garantir uma contrapartida de R$ 11 mil. Hoje, ela está 93% concluída. Além dessas, o município ainda tem outras obras sendo executadas na Gregório Cruzick (Bela Vista), Rua Aristides Ladeira (Bairro Esperança) e Atílio Marotti (Quarteirão Brasileiro). Essas quatro obras somam R$ 1,1 milhão.

Outra solicitação de verba é por causa dos estragos causados pelas fortes chuvas de 2016 e do ano passado. O município recebeu pouco mais de R$ 5,5 milhões para obras emergenciais. A prefeitura busca agora verba para a reconstrução dos bairros atingidos, no valor de R$ 17 milhões.

O congresso técnico dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) vai definir o regulamento e a fórmula de disputa da competição, assim como as datas em que cada modalidade será realizada. O encontro acontece nesta quarta-feira (27.02), às 15h, no Centro de Cultura Raul de Leoni, reunindo os professores responsáveis das escolas municipais, estaduais, federais e particulares que desejam participar dos jogos. O objetivo da prefeitura é estimular que cada vez mais crianças e adolescentes participem do torneio – no ano passado, mais de dois mil jovens disputaram o Jeups.

Serão nove modalidades na competição neste ano, sendo cinco coletivas: basquete, futebol de campo, futsal, handebol e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo. O período de inscrição das escolas ainda será anunciado pela prefeitura, assim como a comissão organizadora do Jeups, após a confirmação do número de escolas participantes. Todas as fichas estarão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

No ano passado, o Jeups igualou o número recorde de escolas participantes, que é de 2002: 44 instituições. Os jogos proporcionaram para os estudantes 295 horas de atividades físicas em 895 partidas nas modalidades coletivas. Ferramenta importante na integração entre os alunos, a competição também promove mais saúde e qualidade de vida para os participantes, além de ser uma boa oportunidade de lazer.

Nas modalidades coletivas acontecem duas fases - classificatória e fase final - onde as equipes são divididas em chaves e jogam pelo sistema de rodízio simples, como já foi feito no ano passado. Dessa maneira, aumentou a quantidade de partidas e dos jovens praticando atividades físicas.

O gosto pela música começou muito cedo: durante o início da infância no Alto Caparaó, em Minas Gerais. Mas foi em Petrópolis, aos 8 anos, que Thales mostrou a que veio: começou a cantar na igreja, aprendeu a tocar violão e não parou mais. Agora, com 13 anos, despontou a partir de um programa na TV aberta e sonha em seguir carreira no mundo sertanejo. Mas o jovem não deixa as suas origens de lado e é por isso que ele foi o escolhido para abrir o projeto Conversas Musicais 2019 na Casa da Educação. A apresentação especial ocorrerá nesta quarta-feira (27.02), às 17h, na Casa da Educação Visconde de Mauá.

O encontro será o primeiro de muitos: Thales, que é aluno da Escola Municipal Loteamento Samambaia, sonha em se apresentar nas programações e festas da cidade. “Gosto muito de cantar. Aprendi muito na Casa da Educação e adoro poder me apresentar para outros alunos da rede. Aprendi nesse espaço a cantar com outras pessoas e já sonho em poder me apresentar para multidões”, disse Thales.

Thales participou no último ano do projeto “Banda da Casa da Educação”, cantou com o Coral dos Anjos e agora se prepara para estrear no projeto Conversas Musicais. A apresentação contará com a participação de alunos de escolas da rede municipal.

Na ocasião, os pais de Thales falaram do orgulho do filho e agradeceram o apoio dos petropolitanos. “Viemos para Petrópolis em busca de uma vida melhor e encontramos acolhimento. Thales tem um talento nato desde pequeno e encontramos nessa cidade um apoio para correr atrás do sonho de Thales. Agradecemos o apoio e a torcida de todos. Agradeço também à equipe da Casa da Educação que sempre incentiva o nosso filho”, contou Sergio Marcio Teixeira.

“Nossa Casa da Educação é um reduto de talentos. Todo o talento de Thales foi demonstrado para nós durante os ensaios da Banda da Casa da Educação. Agora continuaremos apoiando todas as iniciativas dessa família que corre muito atrás do sonho desse jovem menino que ainda vai nos surpreender muito. É uma alegria poder receber o Thales na abertura do projeto Conversas Musicais da Casa da Educação”, disse a diretora da Casa, Catarina Maul.

O professor de música Lucas Gotelip – que é responsável pela banda da Casa da Educação e também acompanha Thales – ressalta a importância de correr atrás dos sonhos.

“O fato do Thales ser um aluno da rede pública de Petrópolis que também participou de um projeto da Casa da Educação, mostra o quanto batalhar pelos seus sonhos vale a pena! Abriremos com chave de ouro mais um ano do projeto Conversas Musicais”, disse Lucas.

O projeto “Conversas Musicais” tem como objetivo promover a interação entre os alunos da Casa da Educação – que participam de aulas de canto, flauta doce, violão, violino e coral – e os músicos que se dedicam à arte.

“Através do bate-papo os estudantes conseguem tirar suas dúvidas e conhecer de perto a história desses artistas que se destacam no mundo da música. Os alunos ficam muito animados com o projeto e adoram conhecer os instrumentos e ficar por dentro das dicas preciosas dos músicos”, explica Catarina Maul.

“Conversas Musicais” já recebeu artistas como Garrido, Depoli e d'Avila Trio, Suzane Werdt e Marcelo Buddy. O projeto foi criado por Catarina Maul e pelos professores Lucas Gotelip e Norton Ribeiro.

Os alunos da rede municipal que participam das oficinas e cursos na Casa da Educação Visconde de Mauá terão a oportunidade de entrar na folia para comemorar o Carnaval: a Casa preparou uma programação especial para a próxima quinta-feira (28.02) com direito a música e oficina de máscaras de Carnaval.

A programação ocorrerá das 9h às 11h30 para os alunos que participam das atividades na Casa no turno da manhã, e das 14h às 17h para os alunos do turno da tarde.

“A ideia é a de proporcionar um momento diferenciado para esses alunos com música e animação. Músicos que já são parceiros da Casa marcarão presença nesse dia, à tarde. Tudo para garantir a folia dos alunos”, afirmou a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

Durante toda a programação os estudantes terão a oportunidade de aprender a confeccionar máscaras de carnaval com materiais como cartolina, lantejoulas e fitas. Já na parte da tarde o bailinho vai contar com a participação dos músicos Daniel Pelegrini e Dino Fernandes.

Cursos gratuitos no contraturno escolar

Além de uma programação diferenciada voltada para alunos da rede municipal com direito a conversas com músicos e contação de histórias na Sala de Leitura Visconde de Mauá, a Casa da Educação continua ofertando cursos e oficinas gratuitas. Neste ano, aproximadamente mil alunos estão sendo atendidos no local nas aulas extracurriculares.

Na Casa da Educação os cursos disponibilizados somente para alunos da rede são: ballet (4 a 16 anos), desenho (8 a 17 anos), capoeira (4 a 12 anos), fotografia (5º ao 9º ano), inglês (5º ao 9º ano), judô (7 a 14 anos), musicalização infantil (4 a 5 anos), prática de conjunto (8 a 18 anos), teatro (6º ao 9º ano), violino (8 a 17 anos) e violão (8 a 17 anos).

Já os cursos e oficinas realizados através de parcerias e que aceitam alunos de outras redes são: Companhia Musical Maestro Guerra Peixe - violino (4 a 17 anos), Canto Coral (7 a 17 anos) e flauta (7 a 17 anos); Orquestra Jovem de Violões Raphael Rabello - violão (8 a 18 anos, desde que passem pelo teste de nível) e Coral dos Anjos - pessoas de todas as idades.

Aposentados e pensionistas do INPAS poderão contar, no “Café com Sabedoria” deste mês, com um tema de interesse de todos os idosos. O encontro, que acontece nesta quinta-feira (28.02), às 10h, na Casa Cláudio de Souza – em frente à Praça da Liberdade, recebe uma palestra da fisioterapeuta Mylena Mansur para falar dos cuidados e tratamento da fratura do fêmur na melhor idade.

Durante a palestra, a fisioterapeuta irá apresentar uma série de cuidados não só dos idosos, mas também de seus familiares para a prevenção de fraturas. Segundo Mylena, é importante seguir as recomendações médicas e, até mesmo por segurança, fazer uma mudança de moradia. Para evitar um acidente, é preciso ter cuidado para subir e descer escadas, trocar móveis e utensílios domésticos e panos e tapetes no chão podem ser perigosos, pois, escorregam. É essencial ainda que a pessoa cuide da parte psicológica. O contato com animais de estimação pode ajudar.

“As fraturas mais prevalentes em idosos ocorrem na região do quadril, coluna vertebral, punho e na região do úmero. Quanto à gravidade, sem dúvida são as fraturas do fêmur. O objetivo da palestra é orientar os idosos em relação aos cuidados que devem ter com as quedas. Minha expectativa é poder contribuir na conscientização e promoção da qualidade de vida da população idosa”, frisou a fisioterapeuta Mylena Mansur.

A prática de exercícios atua como prevenção, além da atenção em relação ao cálcio, com a osteoporose, que é responsável pelo enfraquecimento dos ossos deixando o idoso vulnerável à queda. A diminuição da massa muscular também é muito comum neste período da vida, o que reduz a força no membro inferior podendo ser outro fator de risco a fraturas.

No encontro serão apresentadas dicas de como evitar fraturas, como manter-se no peso ideal, praticar atividade física, nutrientes em dia (cálcio e vitamina D), evitar tabaco e bebidas alcoólicas, fazer um checkup ósseo e adaptações em casa.

O instituto disponibiliza o espaço todo mês para que os aposentados e pensionistas possam discutir diversos assuntos. O ‘Café com Sabedoria’ acontece com o objetivo de disponibilizar mais conhecimento sobre um determinado assunto. Os associados têm a oportunidade de participar das palestras sempre com temas diferenciados e depois ainda tomar um café no Inpas.

O Procon Petrópolis realiza nesta quinta-feira (28.02) mais uma ação itinerante na Praça Alcindo Sodré, no Centro, de 13h30 às 17h, e, desta vez, será voltada também para a operação especial de Carnaval. O objetivo é orientar e conscientizar a população sobre o correto direcionamento do consumidor e do comerciante durante a folia.

Durante a ação, a equipe do Procon distribuirá uma cartilha informativa com várias dicas sobre situações recorrentes nesta época do ano. O material foi distribuído também durante a operação especial em lojas do Centro e distritos, principalmente nas agências de viagens e nos hotéis. A cartilha alerta o consumidor sobre pacotes de turismo, eventos, passagens áreas, estacionamento, praia, entre outros.

Entre os destaques da cartilha estão as dicas para os consumidores que devem ter a atenção redobrada, com roubo, furto ou perda de celular. A recomendação é que seja solicitado o bloqueio da linha do aparelho direto na operadora e efetue um registro de ocorrência na delegacia mais próxima. Já as compras com cartão de crédito, o consumidor deve estar atento com os golpes praticados, como quando dá erro na operação e precisa digitar a senha novamente e o consumidor acaba pagando duas vezes a mesma compra, causando um transtorno durante a época que ninguém quer dor de cabeça.

Já quem optar por pacotes de viagens deve ficar atento às datas e horários de partida e chegada, acomodações, transporte e translado – se contratados. Caso algum dos serviços não seja cumprido, o consumidor tem direito de exigir o cumprimento das obrigações, conforme o artigo 35 do Código de Defesa do Consumidor – que destaca a prestação do serviço contratado ou a devolução do valor pago.

Terça, 26 Fevereiro 2019 19:07

Prefeitura mantém plantão para o Carnaval

Secretarias municipais estão mobilizadas para atender os blocos de Carnaval previstos para desfilarem em Petrópolis. A Secretaria de Fazenda está disponível para receber os representantes dos eventos com a documentação exigida por lei para que seja emitido o alvará, e, além disso, os blocos estão recebendo toda a orientação necessária para que não percam o prazo dado pelo judiciário – que termina às 15h30 desta quarta-feira (27.02). CPTrans e Guarda Civil também vão garantir a fluidez do trânsito no período de Carnaval e estão de prontidão para continuar recebendo o pedido de apoio dos organizadores.

Nesta terça-feira (26), o Instituto Municipal de Cultura e Esporte (IMCE), montou grupos de trabalho para orientar os blocos caso a caso, seguindo as determinações do juiz titular da 4ª Vara Cível, Jorge Luiz Martins. O alvará da Secretaria de Fazenda será emitido após os blocos apresentarem toda documentação necessária. Os os blocos terão suporte, inclusive jurídico, para orientá-los em relação aos documentos necessários. Foi reforçado com eles a necessidade dos alvarás para que sejam liberados os desfiles.

O comandante do Corpo de Bombeiros em Petrópolis, coronel Ramon Camilo, anunciou, durante reunião na 4ª Vara Cível, que está abrindo uma exceção para o Carnaval e vai dar o prazo de até esta quarta-feira (27) para os blocos que ainda não se regularizaram entrarem com o pedido de licença. “Estes deverão apresentar, através de um processo disponibilizado online. A intenção principal não é obstar em hipótese alguma a realização dos festejos culturais em Petrópolis”, explicou o comandante. 

Sobre a segurança, o subcomandante da Polícia Militar em Petrópolis, o tenente coronel Márcio Fófano, informou que a corporação já tem um planejamento para o período e vai aumentar o efetivo nos dias de folia. Serão 79 PMs a mais no dia 1º de março, 59 extras no dia 02, mais 73 no dia 03, 57 no dia 04 e 54 no dia 05. “Será um serviço extra empregado”, disse, lembrando ainda que a corporação conta com o apoio da Guarda Civil.

Também estarão de plantão os agentes da Defesa Civil e ainda na Saúde, nas emergências das UPAs,  Hospital Nelson de Sá Earp e Hospital Alcides Carneiro.

Os blocos que ainda não estão regularizados precisam solicitar as licenças junto às policias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Vara da Infância e Juventude - caso o evento conte com a participação de menores de idade. Os documentos devem ser entregues na Secretaria de Fazenda, que fica no prédio da prefeitura, na Avenida Koeler, para que seja emitido o alvará. Outras informações podem ser obtidas no IMCE, no telefone: 22331230.

Quem ainda não conseguiu conferir as exposições “Coletor de Imagens”, no Centro de Cultura Raul de Leoni e “Folia de Reis”, no Parque Municipal, em Itaipava, precisa se apressar: as mostras terminam neste sábado (02.03). “Coletor de Imagens”,do artista plástico D. Serra, reúne miniaturas de importantes obras do pintor holandês Vicent Van Gogh. Já “Folia de Reis”, inclui trabalhos de 10 artistas petropolitanos sobre esta temática popular. Nessa nesta quarta (27.02), será encerrada a mostra produzida por alunos do Curso Prático de Desenho, que está em cartaz no Centro Cultural Estação Nogueira. Todas têm entrada gratuita.

Na Galeria Van Dijk, que fica no Centro de Cultura, quem ocupa o espaço atualmente é a “Coletor de Imagens”. Algumas das miniaturas que estão em exposição fizeram com que o artista plástico D. Serra entrasse para o RankBrasil – o Livro dos Recordes Brasileiros – na categoria “Menor réplica de acrílico sobre tela”. São, ao todo,10 miniaturas e 10 quadros em diversos estilos.

Já na Galeria Peter Brian Medawar, em Itaipava, a exposição “Folia de Reis”, conta com dez obras com 120 X 100 cm cada, feitas pelos artistas plásticos: Bia Penna, Cristina Lima, Daniela Vita, Denise Campinho, Gardênia Lago, Graça Pimentel, Nelson Ricardo, Paulo Campinho, Paulo Mendes Faria e Rosa Paranhos.As obras, todas muito coloridas, retratam elementos da Folia de Reis.

Em Nogueira, mangás, comics, desenhos em realismo, paisagismo, entre diversos outros estilos de desenho, produzidos por alunos do Curso Prático de Desenho, estão em exposição.

Serviço:

“Coletor de Imagens”

Onde: Galeria Van Dijk, no Centro de Cultura Raul de Leoni

Quando: até 2 de março

Visitação: de segunda a sexta-feira, de 10 às 17h, e sábados das 13h às 17h

Quanto: Gratuita

“Folia de Reis”

Onde: Galeria Peter Brian Medawar – Parque Municipal, Itaipava

Quando: até 2 de março

Visitação: todos os dias, de 9h às 17h

Quanto: Gratuita

Curso Prático de Desenho

Onde: Centro Cultural Estação Nogueira

Quando: até 27 de fevereiro

Visitação: de 9h às 17h, de segunda à sexta-feira, e de 9h às 14h aos sábados.

Quanto: Gratuita

Técnicos da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias estão na Rua José Hammes, no Valparaíso, verificando a abertura de um buraco na via. Essa foi a única ocorrência registrada em virtude da chuva da noite de ontem e madrugada de hoje (26.02). Nas últimas 24h choveu 35 milímetros na Rua 24 de Maio, maior índice pluviométrico registrado.

No início da noite de segunda-feira (25.02), a Rua Coronel Veiga ficou fechada entre 18h e 18h45 em virtude do transbordamento do Rio Quitandinha. Segundo a previsão, o tempo permanece instável em Petrópolis e com possibilidade de novas pancadas de chuvas a qualquer momento.

É importante que os moradores que vivem em regiões de maior risco tenham atenção redobrada. A população deve ligar para o 199 e informar as ocorrências, reforçando que existe a previsão de chuva até o fim de semana e que toda a equipe da Defesa Civil permanece de prontidão para o atendimento da população.

Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.

Notícias por data

« Fevereiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP