Um Centro de Infusão, para o atendimento especializado aos pacientes reumatológicos da rede pública de saúde, será um dos serviços oferecidos no Centro Municipal de Ortopedia. A unidade está em fase de implantação em um dos prédios anexos ao Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) e terá estrutura adaptada para receber o serviço oferecido em parceria com o Grupo de Pacientes Artríticos do Rio de Janeiro (Gruparj). A estimativa é que a unidade ortopédica seja inaugurada no primeiro semestre, já habilitada para realizar as infusões.

A parceria que pretende a ampliação de serviços voltados para a reabilitação de paciente reumatológicos.

O projeto visa atender uma demanda de aproximadamente 150 pacientes que precisam de acompanhamento periódico. A iniciativa vai oferecer melhor estrutura para o fornecimento e aplicação subcutânea, muscular ou endovenosa de medicações imunobiológicas pela rede pública de saúde. O melhor acolhimento dos pacientes e o rigor com o cuidado no manuseio dos medicamentos de alto custo, fornecidos pelo Ministério Público, são os principais fatores que tornam necessária a implantação do serviço.

 Atualmente os usuários das medicações imunobiológicas recebem as doses pela rede e armazenam em suas residências.

A proposta é que o Centro de Infusão mantenha as medicações conservada em local e temperatura adequadas. “Temos demanda por esse tipo de serviço, principalmente para os pacientes que fazem uso das medicações imunobiológicas, nas várias especialidades. Essa parceria vai atender a todos os pacientes portadores das doenças autoimunes”, destaca a reumatologista Wanda Heloisa Ferreira, fundadora do Gruparj Petrópolis.

A partir da parceria com o Gruparj, o atendimento na instituição será incluído na rede de regulação de especialidades do município. Além dos 150 pacientes para tratamento com infusão, cerca de 400 poderão contar com atendimento na clínica que funciona na Rua Monsenhor Bacelar, 589. Todos os serviços serão estendidos para os pacientes do SUS.

No local o paciente com doenças reumáticas conta com todo o suporte, desde a consulta médica ao fornecimento de medicações e equipamentos necessários para os tratamentos, além de ter o suporte de equipe multidisciplinar que oferece acompanhamento complementar. Os pacientes contam com médicos, fisioterapeutas, terapeutas, psicólogos e nutricionistas

Sucesso de público no evento de comemoração do aniversário da cidade, o Circuito Imperial de Lazer será permanente na Rua do Imperador aos domingos. O trecho entre a Praça Dom Pedro e o início da Rua Marechal Deodoro será disponibilizado para a prática de atividades físicas e de lazer de 9h às 14h. O espaço também vai atender o público infantil com brincadeiras e estafetas. O Circuito na Barão terá novo horário de funcionamento a partir do próximo domingo: de 7h às 14h.

No último domingo, os petropolitanos puderam comemorar o aniversário da cidade com muito esporte, alegria e descontração na Rua do Imperador. Para as crianças, foram oferecidas atividades com bambolês, corda e até de iniciação esportiva. Os adultos participaram de aulas de dança, andaram de bicicleta, skate e patins. A manutenção desse espaço busca fomentar a prática esportiva.

O Circuito na Barão também continua funcionando aos domingos, mas em de 7h às 14h. E opções de lazer não faltam: estarão abertos o Parque Municipal, em Itaipava, e o Parque Natural, na Avenida Ipiranga, outras opções para quem gosta de correr, andar de bicicleta ou de skate.

Corrida que abre o calendário do ranking acontece no próximo domingo 

Acontece no próximo domingo (24.03) a Corrida do Shopping Center Pedro II, a primeira que conta pontos para o ranking municipal neste ano. A largada será às 8h na entrada do Shopping, para um percurso de 7 quilômetros pelas ruas do Centro Histórico. São 260 atletas inscritos para a prova, que vai premiar as três maiores equipes participantes, além dos três primeiros colocados no geral e por faixa etária. O evento conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer e da CPTrans.

Além desta prova, outras nove contam pontos para o ranking municipal neste ano: Corrida Contra a Fome (7 de abril); Corrida do Trabalhador (1º de maio); Corrida Petrópolis-Itaipava (26 de maio); Love Run (9 de junho); Fire Run (7 de julho); XC Run (20 de julho); Corrida Master (20 de outubro); Petrópolis Night Run (26 de outubro) e WTR Serra do Mar (23 de novembro).

“As ações dos consumidores são hoje as que mais demandam ao judiciário”, afirmou o advogado e mestre em direito, Miguel Barreto durante palestra realiza na Universidade Estácio de Sá nesta quarta-feira (20.03). O encontro foi proporcionado pelo Procon Petrópolis, que levou o autor do livro “A Indústria do Mero Aborrecimento” para palestrar aos estudantes de direito da instituição, além de apresentar os projetos e ações do órgão de defesa do consumidor no município e como ele pode ser um importante aliado dos futuros advogados como profissionais e consumidores.

O encontro foi o primeiro realizado pelo Procon nesta quarta-feira (20.03) e reuniu cerca de 80 pessoas. À noite, o presidente da OAB Petrópolis, Marcelo Schaefer irá se unir ao coordenador do órgão, para mais um encontro com os estudantes, a partir das 19h. Já no período da tarde, entre 13h e 17h, uma equipe de atendimento está à disposição de alunos e moradores do Bingen, realizando atendimentos e dando orientações sobre as relações de consumo.

O objetivo é levar o conhecimento aos estudantes sobre o cenário do direito do consumidor atual e como funciona o trabalho de um órgão como o Procon. Como futuros advogados esse conhecimento irá ampliar suas perspectivas e beneficiar a população de forma geral.

Na palestra, Miguel Barreto deu um panorama do atual momento vivido pelo judiciário frente às relações de consumo e como isso vem impactando o cliente que reclama de um problema sofrido por uma empresa, que, em muitos casos deixam de receber por um dano moral. Situações que antes eram passíveis de indenização, explica o autor, passaram a receber a negativa dos juízes, estimulando, assim, o mau serviço – cenário que chamou a atenção do advogado, que transformou a pesquisa sobre tema para a tese de mestrado no seu primeiro livro.

“Na minha pesquisa constatei que uma empresa que presta serviços de iluminação no Rio de Janeiro, recebeu, em 2014, 1,9 milhão de reclamações, mas, neste mesmo ano, houve 30 mil processos contra essa empresa, ou seja, apenas 2% dos consumidores entraram com uma ação – o que demonstra que aquela história de que brasileiro gosta de reclamar, não é bem por aí”, explicou Miguel, destacando, ainda, que apesar desses dados, as ações relacionadas ao consumo, são destacadas nos tribunais. “Daí a importância deste assunto ser discutido nas faculdades de direito. A Estácio foi pioneira ao tornar o Direito do Consumidor uma disciplina obrigatória, já que muitas instituições colocam como eletiva, ou trabalham a trabalha apenas em oficinas”, completou o advogado.

O coordenador do curso de direito, Sérgio Alves Eiras, destacou que oportunizar informações e acesso ao conhecimento aos estudantes do direito é fundamental. “É importante trazer aos futuros advogados órgãos que lidam diretamente no dia a dia. Só dando acesso ao conhecimento é possível cobrar por eles e é justamente esse o nosso objetivo”, disse.

A prefeitura finalizou a construção de um muro de contenção com cortina atirantada na Rua Gregório Cruzick, no Bela Vista. Com isso, a prefeitura já trabalha para liberar a via para o trânsito de veículos e para o ônibus que passa pela localidade voltar ao itinerário normal. A rota foi alterada após as chuvas provocar um deslizamento, que exigiu que a obra fosse realizada no local. Nesta quarta-feira (20.03), aconteceu a vistoria da obra, fruto de um investimento de R$ 163 mil pelo município.

Para a liberação completa da rua, a empresa responsável pela obra, a Barra Nova Engenharia, será autorizada pela Secretaria de Obras a remover o contêiner que serviu de apoio aos funcionários que trabalharam no local. Também serão retirados os bloqueios colocados na rua para impedir a passagem de veículos no trecho. Após isso, a CPTrans vai liberar a passagem do ônibus novamente pela rua.

Desde a chuva, o ônibus que passava pela rua teve o itinerário alterado. A linha 317 começou a passar pela Rua José Timóteo Caldara. Os moradores da Gregório Cruzick passaram a ser atendidos por um veículo menor, mas que deixava os passageiros há cerca de 500 metros do ponto final.

“Essa rua é um ‘corta caminho’ para os moradores. Então ter essa obra finalizada e que ficou muito boa, é excelente para todos nós. Em breve teremos o ônibus passando aqui novamente”, comemorou a presidente da Associação de Moradores do Bela Vista, Lucilene Stephano.

A obra na Rua Gregório Cruzick tem 10 metros de extensão e cinco metros de altura, além de 10 tirantes para fazer a contenção da rua. O investimento nesta obra foi de R$ 163 mil. Ela é uma das sete obras que foram providenciadas com recursos próprios e emendas conquistadas pela prefeitura – que alcançam R$ 2 milhões.

Além dela, já estão finalizadas, em andamento ou licitadas contenções em Rua Catarina Blatt (Duarte da Silveira), Rua Desembargador Luiz Antônio Severo da Costa (Itaipava), Sítio do Pica-Pau (Dr. Thouzet); Rua Presidente Sodré (Siméria); Rua Aristides Ladeira (Bairro Esperança); e Rua Atílio Marotti (Quarteirão Brasileiro).

O município ainda conta com recursos federais no PAC Encostas, que somam R$ 60 milhões em 14 obras, investimento retomado pela prefeitura após pagamento de R$ 11,8 milhões arrestados no governo passado para pagamento de funcionalismo em dezembro de 2016 e para quitar precatórios não pagos também em 2016. A prefeitura também já captou R$ 1,7 milhão em emendas parlamentares para obras de contenção e drenagem na Rua 1º de Maio, na Castelânea, e na comunidade Vai Quem Quer, no Vital Brasil (São Sebastião).

O município tem 234 áreas de risco alto e muito alto, de acordo com Plano Municipal de Redução de Riscos (PMRR), o que torna as obras de contenção ainda mais importantes. Por isso, o município busca recursos para obras grandes, mas também investe recursos próprios para viabilizar esses serviços.

Encerrando a programação das comemorações do Dia da Mulher, o Festival Mulheres de Cristal recebe artistas petropolitanas no dia 27 de março, às 19h, no Palácio de Cristal. O evento é uma realização do Gabinete da Cidadania, que visa finalizar o mês de março com apresentações de sete cantoras e musicistas em homenagem às mulheres, com a participação especial da Valentina Francisco.

O Festival conta com a parceria de artistas do Projeto Cultural Conectados na Serra, que tem o objetivo de trabalhar com artistas profissionais e iniciantes dentro do município. Entre as apresentações, Rose Vicente, Duo de Amô, Frida Maurine, Sanny Oliver e Lorrayne Daniela. Dentro do Festival, também estão a finalista do The Voice Kids, Valentina Francisco; a cantora Mila e Melissa Maluly com a participação da banda Voz do Brasil.

“Petrópolis é um palco de grandes talentos. A cidade respira cultura. É um prazer ter nossos artistas participando de um Festival onde as mulheres são as protagonistas. É uma oportunidade de elas mostrarem seus trabalhos e entrarem no mercado cultural”, destacou a idealizadora do Projeto Cultural Conectados na Serra, Cissa Silveira.

Durante todo o mês de março, o Gabinete da Cidadania realizou várias ações no município. Foram oferecidas palestras de conscientização, Festival de Cinema e Debate, Mulher Destaque, Culto Ecumênico, Festival nas escolas de Poesia e Crônica, além da campanha de carnaval #Diversaosemagressao. Todas as atividades tiveram a finalidade de alertar a população, do crescimento dos índices de violência e assédio contra a mulher nos últimos anos. Em dois meses deste ano, o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) atendeu mais de 100 mulheres em Petrópolis.

O primeiro jogo da final da Copa das Comunidades na categoria adulta acontece no próximo sábado (20.03) entre os times que representam o Chácara Flora e o Bairro da Glória. A partida será realizada na quadra comunitária do Chácara a partir das 14h. Com mais de 100 atletas envolvidos, o torneio está chegando na fase final e conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

Na primeira fase, o Bairro da Glória terminou em primeiro com 31 pontos em 12 jogos. Com o mesmo número de partidas, o Chácara Flora terminou em segundo com 30. Nas semifinais, o BG fez 8 a 2 no Quitandinha e o Chácara 4 a 3 no Lopes Trovão. O torneio adulto tem o objetivo de incentivar a prática esportiva nas comunidades, além de integrar os moradores.

Até o momento, o artilheiro da Copa das Comunidades é Vitor Tutty Paranhos, do Chácara Flora, com 27 gols. Além dos adultos, a competição segue sendo realizada na categoria sub-17. O segundo jogo das semifinais também acontece no sábado, entre as equipes do Bairro da Glória e São Sebastião; Vale do Carangola e Duques.

Mais de 500 pessoas envolvidas nas categorias sub-11, 13 e 15

Mais de 500 pessoas participaram da Copa das Comunidades nas categorias sub-11, 13 e 15. Foram realizadas 120 partidas em cerca de 100 horas de atividades nos bairros da cidade. No 11, o título ficou com a equipe do Montese. Já no sub-13, o time que representou o Taquara faturou o troféu. No 15, os meninos do Vila Unida levaram a melhor.

Já estão abertas as inscrições para os cursos de Informática Básica, Pacote Office e Educação Orçamentária que serão oferecidos no CID do Jardim Salvador. No local, as aulas serão ofertadas gratuitamente para adolescentes e público da terceira idade.

As inscrições poderão ser feitas no CID – Igreja Católica / Rua Ary Nogueira, nº 86 – às terças e quintas, das 9h às 15h. As aulas também ocorrerão nesses dias. Sete computadores estão disponíveis no local.

Na última semana também foi reativado o CID na Comdep. No local serão oferecidos cursos para os funcionários da companhia. O CID do Jardim salvador é o terceiro reativado nesse ano e até o final de 2019 será maior esse número para beneficiar aproximadamente 500 pessoas com cursos gratuitos

Os interessados em participar dos cursos que são ofertados gratuitamente nos CIDs podem fazer a inscrição diretamente nos Centros de Inclusão Digital. Dúvidas podem ser esclarecidas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico por meio do telefone 2233-8135 - ramal: 2085.

A Secretaria de Educação está realizando reuniões com os diretores das unidades educacionais da rede com o objetivo de tirar dúvidas e apresentar novos projetos que serão colocados em pratica nesse ano na rede municipal de Educação. Dois encontros foram realizados nessa quarta-feira (20.03) na Casa da Educação Visconde de Mauá.

Os responsáveis pelos setores administrativos da Secretaria de Educação conversaram sobre as formações que serão realizadas para diretores e educadores, os pedidos de ônibus para passeios escolares e novo formato da Inspeção Escolar que trabalha, agora, integrada com outros setores como matricula e ensinos fundamental e infantil.

“As inspetoras continuarão visitando as unidades educacionais, dando suporte para as diretoras e em contato direto com os demais setores da Secretaria de Educação. Uma inspetora também ficará disponível o dia inteiro na inspeção para auxiliar os gestores em caso de dúvidas”, explicou a diretora do Departamento de Inspeção, Ana Paula Valle.

Ao longo do ano serão oferecidas formações para os diretores das escolas e CEIs onde serão abordados assuntos como procedimentos jurídicos, patrimônio, merenda, Programa Busca Ativa, PDDE, e-cidade e Gestão de Pessoas.

“Também serão realizados seminários de boas práticas por categoria e a formação do Pacto Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa terá continuidade e encontros bimestrais serão realizados com foco na educação integral, que já abrange 15 escolas do nosso município”, disse Gloria Vargas, diretora do Departamento de Ensino Fundamental.

Outro assunto abordado foi a questão dos passeios escolares. No último ano, mais de 700 passeios foram realizados com alunos da rede municipal e em 2019, as escolas também poderão solicitar os ônibus da Secretaria de Educação para os passeios.

Será organizada visitas ao Planetário Rio de Janeiro, graças a uma parceria firmada entre as prefeituras de Petrópolis e do Rio, por meio do Escritório Regional Sudeste do Ministério da Cidadania. A ideia é que os estudantes possam participar ao longo do ano de passeios escolares para conhecer o Planetário e as exposições que ocorrem no espaço. Além disso, professores da rede municipal poderão participar de cursos e workshops sobre Astronomia.

Os gestores das escolas e CEIs localizadas nos distritos também foram orientadas a procurar o Polo de Educação em Itaipava que mantém atendimentos referentes a agendamentos de atendimento nos setores da Secretaria de Educação, recebimento de documentos e equipe permanente da Inspeção e Matricula Escolar.

Apresentação musical especial

Durante as reuniões, o aluno da rede municipal Thales Gabrig, da EM Loteamento Samambaia, está realizando apresentações musicais para os diretores.

“Importante para as diretoras poderem conhecer de perto o talento do Thales que é um aluno da nossa rede, participou de oficina na Casa da Educação. Temos muitos talentos na rede pública e todos devem ser incentivados”, afirmou a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

Com aproximadamente 480 empresas e faturamento de R$ 355 milhões por ano, o setor de tecnologia é um dos destaques econômicos de Petrópolis e, para garantir o crescimento das empresas e tornar a cidade ainda mais atrativa para novos investidores, a tecnologia terá uma Lei de Incentivo própria: um projeto de lei criado pelo poder público e encaminhado para apreciação da Câmara Municipal estabelece medidas de incentivo à inovação e pesquisa tecnológica, ao desenvolvimento sustentável e a consolidação dos ambientes de inovação nos setores produtivos e sociais.

Para o fortalecimento do setor de inovação, o texto prevê a criação do Sistema Municipal de Inovação (SMI); do Conselho Municipal de Inovação (CMI); do Fundo Municipal da Inovação (FMI); do Selo de Inovação de Petrópolis e o Plano de Sustentabilidade e de Inovação do Executivo Municipal.

A lei visa promover o desenvolvimento econômico, social e ambiental e a melhoria dos serviços públicos municipais de forma específica.

A lei prevê a criação de cinco estruturas. O Sistema Municipal de Inovação (SMI) será o responsável pela articulação das atividades dos diversos organismos públicos e privados que atuam direta ou indiretamente no desenvolvimento de Inovação em prol da municipalidade. Participarão do SMI o Conselho Municipal de Inovação e seus membros, a administração pública municipal, instituições de ensino superior, associações, parques tecnológicos e incubadoras e empresas com projetos inovadores.

O Conselho Municipal de Inovação (CMI)  terá caráter deliberativo e será responsável por formular, propor, avaliar e fiscalizar as ações e políticas públicas de promoção da inovação para o desenvolvimento do município, promover a democratização do conhecimento, sugerir políticas de captação e alocação de recursos para as finalidades da lei e fiscalizar e avaliar o correto uso dos recursos do Fundo Municipal de Inovação, além de propor ao Executivo Municipal o aperfeiçoamento profissional e a introdução de métodos de trabalho e técnicas operacionais, visando à qualificação da esfera pública municipal na prestação de serviços públicos com aplicação de inovação. O Conselho Municipal de Inovação será constituído paritariamente por 12 (doze) membros vinculados à administração municipal, à comunidade científica, tecnológica e de inovação, às entidades empresariais e à sociedade civil organizada.

O Fundo Municipal de Inovação (FMI) terá como objetivo promover atividades inovadoras, tecnológicas, sociais e sustentáveis do município, sob a forma de programas e projetos. O fundo terá autonomia administrativa e financeira e o apoio será para planos, estudos, projetos, programas, serviços tecnológicos e de engenharia, capacitações, eventos e outras atividades de cunho inovador que resulte em soluções de interesse para o desenvolvimento do município. Os recursos do fundo serão formados por transferências financeiras eventualmente realizadas pelo Governo Federal e pelo Governo do Estado, dotações orçamentárias, doações, legados, contribuições em espécie, valores, bens móveis e imóveis recebidos de pessoas físicas e jurídicas, entre outros.

Os recursos do Fundo poderão ser aplicados através de convênios, termos de cooperação, termos de parceria e outros instrumentos legais de contratação que vierem a ser celebrados pelo município com entidades da administração pública direta e indireta, da União, Estado e municípios e entidades privadas.

A lei também prevê a criação do Selo de Inovação de Petrópolis, chamado de “Petro-Inova” que terá como objetivo identificar a participação das entidades integrantes do Sistema Municipal de Inovação credenciados, nas ações de inovação do município e indicar a procedência de serviços e produtos das empresas inovadoras de Petrópolis. A marca poderá ser utilizada pelas empresas credenciados pelo Conselho Municipal de Inovação em portais, prospectos, projeções, publicações, cartazes, filmes e outros elementos de promoção, divulgação e informações.

Já o Plano de Sustentabilidade e de Inovação do Executivo Municipal estudará a aquisição de produtos inovadores e contratação de projetos de ciência, tecnologia e inovação para o plano de Sustentabilidade da Política Pública de Inovação.  As unidades organizacionais do Poder Executivo Municipal deverão desenvolver o Plano de Sustentabilidade de suas atividades, com propostas para uso racional de recursos naturais, ação de responsabilidade social para servidores, ações de eficiência energética, investimentos em tecnologias limpas e ações de compensação ambiental, além da preservação da água, saneamento básico e mudança nos padrões de consumo. Além disso, o município estabelecerá em seus processos de compra os requisitos de sustentabilidade a serem exigidos dos fornecedores, de acordo com Plano de Sustentabilidade elaborado e atualizado anualmente.

A lei também prevê a difusão da promoção da cultura empreendedora e de inovação nas escolas públicas e unidades de educação na cidade, permitindo que a administração pública apoie programas que desenvolvam os conhecimentos, as habilidades e as atitudes de empreender e inovar.

Equipes da Secretaria de Obras, Comdep, Defesa Civil e CPTrans fazem a desobstrução da Rua Jacinto Rabello, no Vila Felipe, nesta quarta-feira (15.03). Uma retroescavadeira e um caminhão estão sendo usados na remoção das pedras que ocupavam um trecho da via.  Além da retirada do material, os técnicos da prefeitura também recomendam a demolição de um imóvel que fica na parte de cima do terreno onde houve o deslizamento – área particular, e por isso, o desmanche deve ser feito pelo proprietário. O governo municipal está buscando o diálogo com a dona do local para que a demolição ocorra o quanto antes. A construção segue interditada pela Defesa Civil. A moradora do imóvel está vivendo na casa de familiares e foi encaminhada para o cadastro no programa Minha Casa Minha Vida.

Notícias por data

« Março 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP