1400 servidores já tiveram os quinquênios incorporados aos salários

Poder público também estuda abono para auxiliares de serviços gerais e zeladores

A prefeitura anunciou a liberação do enquadramento por tempo de serviço – quinquênio – para mais 400 servidores da Educação, além do início do enquadramento por formação: 31 profissionais já terão o abono por formação incorporados e liberados nesse mês. Os enquadramentos podem significar um aumento real entre 10% e 35% - até R$ 400,00 - no salário dependendo da situação do servidor. Alguns terão o quinquênio incorporado aos salários; outros o enquadramento por formação e, em alguns casos, o servidor terá os dois enquadramentos somados ao vencimento.

 Uma outra boa notícia foi dada para o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe) durante uma reunião realizada nessa quarta-feira (03.04) na prefeitura: o poder público vai criar um abono por insalubridade para os servidores que atuam como auxiliar de serviços gerais nas escolas.

Com a liberação de mais 400 enquadramentos por tempo de serviço – quinquênio – já são 1.400 servidores que tiveram a progressão adicionadas aos vencimentos..Os enquadramentos por formação também começarão a ser liberados nesse mês de abril.

“Os enquadramentos devem ser comemorados porque representam um aumento real nos salários e esses enquadramentos estavam congelados há seis anos. O governo está cumprindo com o que foi firmado com a categoria que é dar continuidade ao pagamento dos quinquênios e também está garantindo os enquadramentos por formação”, disse Rose da Silveira, presidente do Sepe.

Enquadramentos: ganho real nos salários

Se o profissional da Educação tiver ambos os benefícios -  enquadramento por tempo de serviço e o enquadramento por tempo de formação liberados - o aumento real no salário desse servidor poder chegar até 35%, em alguns casos.

Na prática, levando em consideração o caso de um professor de educação básica que está na rede há 15 anos, o aumento no salário pode ser de 35% - o profissional entrou na rede recebendo R$ 1.763,05 - após 15 anos e recebendo o enquadramento por tempo de serviço - quinquênio - ele passa a receber R$ 1.943,76 (aumento de 180 reais). Se esse professor também recebe o enquadramento por formação (fez cursos e se especializou) ele recebe um aumento de R$ 450 e o salário passa a ser de R$ 2.394,71. Ao levar em consideração o salário inicial desse profissional e o aporte de R$ 630 recebido juntando os dois enquadramentos, o aumento real no salário desse servidor é de 35.82% .

Abono para zeladores e auxiliares de serviços gerais

Durante a reunião, o poder público anunciou também que será criado um abono para os profissionais que atuam como auxiliar de serviços gerais nas unidades escolares. O levantamento do impacto financeiro desse abono ainda está sendo feito pelo poder público, que também está avaliando a porcentagem do abono e de que forma será feita a incorporação ao salário dos servidores que atuam na função.

O levantamento do impacto financeiro desse abono ainda está sendo feito pelo poder público, que também está avaliando a porcentagem do abono e de que forma será feita a incorporação ao salário dos servidores que atuam na função.

Obras fazem parte de um investimento de R$ 17,4 milhões só com esse serviço em 2019

A comunidade do Bataillard (Mosela) e o bairro Moinho Preto estão passando por obras de extensão de rede água. Os dois locais terão 1,5 km de redes, no total, o que vai beneficiar cerca de 5,4 mil moradores.

Esses trabalhos fazem parte de um investimento de R$ 17,4 milhões por parte da concessionária Águas do Imperador, apenas este ano, para ampliar redes de abastecimento de água e coleta de esgoto. Em 2019, o planejamento prevê a expansão de 15 km de rede de água e 5 km de rede de esgoto.

No Bataillard, a obra percorre 1 km desde a entrada da comunidade até a bomba hidráulica, que faz o abastecimento até as casas na parte mais alta da região. É uma segunda rede que está sendo construída para atender 3,7 mil moradores, segundo a concessionária. O trabalho é necessário pelo aumento da população local, que gera maior demanda.

Já no Moinho Preto, a rede tem 500 metros de extensão e vai beneficiar 1,7 mil pessoas.  É o caso da agente de saúde Ana Lúcia Weinchutz, que mora há mais de 30 anos no local.

“Eu hoje tenho água de mina, mas com essa obra, a gente vai ter água tratada em casa, isso é muito bom”, disse a moradora.

Em 2018, a cidade ganhou 20,2 km em extensão ou substituição de rede de água e 5,6 km de rede de esgoto, um investimento de cerca de R$ 15 milhões em 23 bairros.

Para esse ano, um dos maiores investimentos previstos nesse serviço é a implantação de uma adutora no Quissamã, com 3,8 km de rede de água. Apesar disso, ela vai beneficiar moradores de 11 localidades (Quissamã, Estrada da Saudade, Bairro Esperança, Cascatinha, Humberto Rovigatti, Retiro, Cocada, Neylor, Alemão, Vale dos Esquilos e Chácara das Rosas), alcançando mais de 56 mil pessoas.

Rede vai ligar os condomínios do Minha Casa Minha Vida à Estação de Tratamento de Esgoto de Corrêas e é feita por Águas do Imperador e AB Construtora

 Uma das obras de infraestrutura atender os futuros moradores do Minha Casa Minha Vida do Vicenzo Rivetti está avançando. A rede com 2,7 km está sendo implantada para ligar os condomínios à Estação de Tratamento  de Esgoto (ETE) de Corrêas. Parte do serviço é feito pela Águas do Imperador e o restante é executado pela AB Construtora, responsável pelas unidades habitacionais.

A Águas do Imperador vai implantar 1,3 km de rede coletora de esgoto e instalar uma elevatória do Caetitu até a ETE Corrêas. Já a AB Construtora fará 1,4 km de rede e construir mais uma elevatória desde o condomínio até o Caetitu.

A obra da Águas do Imperador já está ocorrendo há cerca de 20 dias. Na semana passada, em reunião com integrantes do Movimento do Aluguel Social e Moradia de Petrópolis, a concessionária informou que a obra ficará pronta em até três meses. Além disso, a empresa também já informou para AB o modelo de elevatória que deve implantada pela construtora.

O Vicenzo Rivetti terá 776 apartamentos em 18 blocos divididos em três condomínios. Elas são voltadas para famílias de mais baixa renda – até R$ 1,8 mil/mês (faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida) – que recebem aluguel social após terem perdido casas em desastres das chuvas. Além das obras para construção das moradias, a prefeitura também está providenciando arruamento ao lado dos condomínios, uma UBS, uma creche e também vai oferecer trabalho técnico-social, para que os futuros moradores tenham capacitação profissional e organizem a gestão dos condomínios.

Órfãos da Terra, novo folhetim das 18h, tem imagens do Palácio Quitandinha como casa de um poderoso sheik

Ele foi construído para ser o maior hotel-cassino da América Latina na vida real, mas, agora, o Palácio Quitandinha se transformou na luxuosa residência de um poderoso sheik – pelo menos no mundo das telinhas. É que o prédio serviu de locação para as gravações da nova novela das 18h da TV Globo, Órfãos da Terra, que estreou esta semana. É mais uma vez que Petrópolis é escolhida para servir de cenário em produções de novelas, séries ou filmes. Cidade Imperial, o município conta com rico patrimônio preservado, com prédios, casarões e igrejas do século XIX e início do século XX, que costuma chamar a atenção de diretores e cineastas.

As primeiras imagens do Palácio Quitandinha apareceram logo no primeiro capítulo do folhetim, exibido nesta terça-feira (03.04). Na novela, o prédio é a casa do sheik Aziz Abdallah, que na história fica em Beirute, no Líbano. Quem interpreta o personagem é o ator Herson Capri. A novela mostra diversos espaços do Palácio, que hoje é administrado pelo Sesc e funciona como pólo de cultura.

No Carnaval do Rio de 2019, o Palácio Quitandinha ganhou destaque especial no desfile da Unidos de Vila Isabel. O prédio foi representado por um carro alegórico que falava sobre os tempos de cassino e lembrava das grandes personalidades recebidas no local. Além disso, no ano passado, foi exibido no atrativo o filme “Chacrinha: O Velho Guerreiro”, que teve diversas cenas gravadas no prédio histórico. Mas são inúmeras as aparições do Palácio Quitandinha nas telas, como na minissérie Maysa: Quando Fala o Coração, de 2009; Dalva e Herivelto: uma canção de amor, de 2010, entre diversos outros, incluindo até produções internacionais.

Este ano também marca a estreia de “Santos Dumont: mais leve que o ar”, minissérie da HBO gravada no Museu Casa de Santos Dumont e em diversos outros pontos de Petrópolis.

Pela internet, prazo vai até domingo

O prazo para se inscrever na Conferência Municipal de Trânsito e Transportes 2019 termina na próxima sexta-feira (05.04) para quem quiser confirmar a participação presencialmente na sede da CPTrans. Na internet, o tempo é maior, vai até domingo (07.04), às 23h59. A inscrição é obrigatória para quem quiser votar nos representantes das 11 vagas para a Comutran. O prazo também é válido para quem quiser se inscrever como conselheiro.

A inscrição pode ser feita no www.petropolis.rj.gov.br/cptrans. A eleição irá ocorrer no dia 13 de abril, segundo dia da CMTT 2019, que este ano tem a Mobilidade Urbana como tema. A votação irá acontecer a partir das 9h no Campus Barão do Amazonas da UCP. Para se inscrever pessoalmente é só ir no endereço: Rua Alberto Torres 155, Centro, até às 15h30. Os nomes dos candidatos serão anunciados previamente no dia 10 de abril em listagem também no site da companhia.

Na CMTT serão eleitos 11 representantes da sociedade civil que irão compor o conselho ao longo de 2019, além de 11 vagas para suplentes que também serão definidos durante a conferência. Podem participar da conferência com direito à voz e voto, entidades com sede e Petrópolis e todos os cidadãos residentes no município, que já tenham completado 18 anos.

A conferência começa na sexta-feira (12.04, às 19h, quando o regimento para a eleição e demais ações da conferência são definidos, além da apresentação do PlanMob. No dia seguinte, além das eleições, mesas de debates também estão programadas.

A Câmara dos Vereadores aprovou em primeira votação o projeto que regulamenta o serviço de transporte público em Petrópolis nesta quarta-feira (03.04). O Projeto de Lei enviado à Câmara pela prefeitura cumpre a determinação do governo federal que determina aos municípios regular e fiscalizar o serviço. No documento enviado para análise e voto dos vereadores foi levado em conta, principalmente, a segurança dos usuários que utilizam essa forma de transporte, além de terminar com o transporte clandestino na cidade. Além disso, o projeto também gera competitividade entre o serviço e as outras modalidades disponíveis na cidade. A segunda votação será feita na próxima semana.

Ao ser aprovado, as empresas que atuam no setor deverão se cadastrar junto à CPTrans, que ficará responsável pela normatização e fiscalização do serviço, e apresentar a relação de profissionais que atuam junto aos aplicativos. A regulamentação diz que o motorista deverá ter CNH que contenha informação que exerce atividade remunerada; apresente Certidão Negativa Criminal; possua seguro de acidentes pessoais com cobertura de, no mínimo, R$ 50 mil por passageiro; conduzir veículos com idade máxima de dez anos, ter quatro portas, ar-condicionado e capacidade máxima para sete lugares, entre outros requisitos de segurança.

O Projeto de Lei foi apresentado ao Comutran, em audiência pública e também para os vereadores. Pelo projeto, o licenciamento dos veículos deverá ser feito em Petrópolis. Isso, além de recolher tributos para a cidade, também impede que carros de outros municípios atuem em Petrópolis, ampliando a demanda de viagens aos motoristas regulares e, consequentemente, a margem de lucro desses profissionais. Para atuar na cidade, as empresas deverão arcar com uma taxa de R$ 15 mil anualmente. Os motoristas, no entanto, deverão arcar com um equivalente mensal de R$ 34, ou seja R$ 408,90, que são três UFPEs por ano.

Entre as obrigações dos motoristas também estão o seguro DPAVAT, ter o carro vistoriado pela CPTrans e ter selo de identificação em local ainda a ser definido. Além disso fica proibido fazer ponto fixo e parar em pontos de ônibus e de táxis.

Inscrições podem ser feitas na secretaria da Casa

Pais e responsáveis por estudantes que gostam de violão e sonham em participar de uma orquestra não podem perder a oportunidade: ainda há vagas para a Orquestra de Violões Raphael Rabello da Casa da Educação Visconde de Mauá. Podem participar jovens entre 8 e 21 anos. Também há vagas para a Banda da Casa da Educação. As inscrições podem ser feitas na secretaria da Casa, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Dúvidas podem ser esclarecidas através do telefone 2246-8661.

A Orquestra Jovem de violões Raphael Rabello é uma iniciativa da produtora Bem Cultural produções em parceria com a Casa da Educação Visconde de Mauá. A orquestra foi criada para homenagear o violinista e compositor petropolitano Raphael Rabello, considerado um dos maiores violonistas brasileiros de todos os tempos. Raphael Rabello participou de concertos e gravações com famosos músicos brasileiros, como Tom Jobim, Ney Matogrosso, Zé Ramalho, Jacques Morelenbaum e Paulo Moura, João Bosco e também instrumentistas internacionais, como Paco de Lucia.

“A Orquestra homenageia o petropolitano Raphael Rabello e proporciona aos jovens aprender as técnicas da arte com professores experientes, Lucas Gotelip e João Pedro Gomes. Os alunos estão fazendo um ótimo trabalho e é uma alegria poder acompanhar o desenvolvimento de cada um deles”, explica a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul, que também é a responsável pela Bem Cultural Produtora.

As aulas da Orquestra ocorrem às segundas e quartas-feiras, das 9h30 às 11h e das 16h às 17h30. Alunos de outras redes de ensino também podem participar da orquestra.

Vagas para a Banda da Casa da Educação

Também há vagas para a Banda da Casa da Educação. Criada no ano passado, a banda conta com a participação de alunos das aulas de prática em conjunto e têm como objetivo trabalhar a música nas formações de banda. Os estudantes da banda já tocam violão, guitarra, ukulele e praticam canto.  Podem se inscrever alunos da rede municipal que já dominam algum instrumento musical, a partir dos 12 anos. Os ensaios ocorrem as segundas-feiras, 17h30 às 19h.

 

Agentes de saúde são treinados para uma nova abordagem com a terceira idade

Os cerca de 300 Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) do município passam por treinamento voltado para a promoção da saúde do idoso. Considerados um dos elos entre comunidade e rede pública de saúde, os agentes estão entre os disseminadores das novas práticas que visam facilitar o acesso dos pacientes da terceira idade, aos serviços ofertados pelo município. A iniciativa visa a melhoria na qualidade de vida dos mais de 53 mil idosos cadastrados no Programa de Saúde da Família da Secretaria de Saúde. 

O treinamento adéqua as práticas das unidades de saúde aos novos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, visando aspectos biológicos, sociais e culturais dos pacientes.

Nos atendimentos domiciliares realizados rotineiramente, o perfil de cada usuário é estudado no sentido oferecer mais agilidade no encaminhamento para rede. O foco do trabalho dos agentes é promover a independência e autonomia do paciente, mas para os casos necessários, é um facilitador para o acesso aos serviços. O treinamento, iniciado no primeiro trimestre, encerra a primeira etapa com os agentes comunitários dos bairros Quitandinha e Independência.      

Para os pacientes que for identificada dependência parcial ou total, os agentes atuarão como ponte de acesso aos serviços de saúde. Os casos serão estudados com as equipes de saúde e os próprios agentes serão encarregados pelo encaminhamento do paciente para os atendimentos necessários

A partir das novas práticas de cuidados com a saúde do idoso, está sendo possível a identificação das necessidades de cada região e consequentemente, o direcionamento de ações específicas e pontuais em cada área de atuação. A coordenadora de programa de Saúde do Idoso, a geriatra Rita de Cássia Ravaglia Campos, destaca que o mapeamento tem possibilitado a identificações de ações de prevenção nas regiões. “Verificamos regiões em que há pacientes que fazem uso de mais de cinco medicações por dia. São casos que precisam ser revistos no sentido de, na medida do possível, reduzir essa quantidade de medicamentos e buscar mais qualidade de vida para esse paciente. Esse é apenas um exemplo de iniciativas que são adotadas”, destaca a médica.

Ações de conscientização, prevenção de doenças e promoção da saúde também são mapeadas a partir das avaliações feitas pelos agentes nas visitas pelas comunidades. Assim como os agentes comunitários, as equipes técnicas de cada unidade também passarão por treinamento.

A coordenadora Geral de Áreas Técnicas de Saúde, Patrícia Ramos Pereira Rodrigues destaca que o treinamento busca mudar a forma de cuidar da saúde do idoso, faz um estudo sobre os aspectos biológicos, sociais e culturais no que diz respeito ao envelhecimento. “A proposta é olhar o idoso como um todo, identificando suas necessidades e permitir que o profissional de saúde tenha outra abordagem em relação ao idoso”, ressalta Patrícia.

Van Dijk vai receber três exposições de temas variados

Três exposições foram selecionadas, a partir do edital de ocupação dos espaços destinados às Artes Visuais do Centro de Cultura Raul de Leoni, lançado em fevereiro, para ocuparem a Galeria Van Dijk. O edital prevê o período de abril a julho de 2019. Entre as propostas selecionadas estão as mostras: “Patinando pela História”, “O que vem na cabeça quando penso em Petrópolis” e “Made in Santa”. Todas com entrada gratuita.

O calendário começa com a mostra “Made in Santa”, em maio. Do artista Téo Senna, a exposição apresenta quatro grandes telas pintadas com tinta spray em um suporte de alumínio. Ao escolher elementos industriais para trabalhar, como a chapa e alumínio e tinta spray, que não admite traços precisos, o artista cria uma tensão entre a forma estável do suporte e o imediatismo, o traço rápido e espontâneo, que envolve o grafite.

Já em junho, a galeria é ocupada por “Patinando pela história”, de Antônio Caetano, que traz de volta o encanto dos brinquedos feitos artesanalmente que faziam a cabeça das crianças nas décadas de 1940, 1950 e 1960. A mostra apresentará cerca de trinta brinquedos feitos dos mais variados materiais: madeira, latas, cordas e caixas diversas.

No mês seguinte, julho, “O que vem na cabeça quando penso em Petrópolis” é uma coletiva proveniente de uma seleção criteriosa do curso de pintura Processos Criativos no SESC Quitandinha no qual a execução dos painéis foi sugerida a idéia-motivo Petrópolis, na sua forma mais abrangente possível. Participam da mostras os artistas Ana Luiza Schmitt, Bia Penna, Cal Guimarães, Célio Vieira, Cristina Lima, Débora Castilho, Lu Santana, Regina Kronemberger, Rose Lima, Shirley Kling e Vera Matheus.

A entrada é franca e a Galeria Van Dijk fica aberta de segunda a sexta-feira, de 10h as 17h, e sábado de 13h as 17h. Censura Livre. O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá no. 305 – Centro.

Jogo entre Vale do Carangola e Bairro da Glória acontece às 15h na categoria sub-17

O segundo jogo da final da Copa das Comunidades na categoria sub-17 acontece no próximo sábado (06.04) entre as equipes do Vale do Carangola e do Bairro da Glória, às 15h, na quadra comunitária do bairro localizado em Corrêas. Na partida da semana passada, o Vale venceu por um a zero e garantiu a vantagem do empate.

No último sábado (30.03), o Bairro da Glória venceu por 7 a 3 o Chácara Flora e se tornou campeão entre os adultos. O artilheiro foi Vitor Paranhos, do Chácara Flora, com 28 gols. Marcus Vinicius, goleiro do Bairro da Glória, foi o menos vazado da competição e a equipe com menor número de cartões recebido foi o Quitandinha. Nesta categoria, cerca de 300 atletas estiveram envolvidos em 13 equipes.

"Também foi um grande sucesso entre os adultos. O nosso objetivo é aumentar o número de bairros participantes, incentivando também a integração entre os times. A prefeitura como parceira nossa comprova que estamos no caminho certo, incentivando a prática esportiva", afirma Fabian Oliveira, organizador do torneio.

Criada para incentivar o esporte nos bairros, a Copa das Comunidades já havia reunido no ano passado mais de 500 pessoas nas categorias infantis. Foram realizadas 120 partidas em cerca de 100 horas de atividades nos bairros da cidade. No 11, o título ficou com a equipe do Montese. Já no sub-13, o time que representou o Taquara faturou o troféu. No 15, os meninos do Vila Unida levaram a melhor.

Aulas acontecem às quartas e sextas-feiras na Fábrica do Saber e atendem jovens de 8 a 18 anos

A escolinha oficial de basquete do Flamengo está com mais de 100 vagas gratuitas para novos alunos em Petrópolis. As aulas atendem crianças e adolescentes, de 8 até 18 anos, e acontecem às quartas - de 8h às 11h ou de 13h às 17h - e as sextas-feiras - de 13h às 17h - no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber. O núcleo da cidade atende atualmente cerca de 80 jovens com carga horária de 12 horas semanais. As inscrições podem ser realizadas na sede da Superintendência de Esportes e Lazer, que fica na Praça Visconde de Mauá, no Centro, na Fábrica do Saber, ou através do telefone: (24) 2233-1218.

Além das aulas, os alunos contam com palestras dos jogadores profissionais do Flamengo, membros da comissão técnica, além de assistirem jogos do time principal rubro-negro no Novo Basquete Brasil (NBB). O clube carioca enxerga em Petrópolis uma possibilidade de encontrar novos talentos para a modalidade.

O time rubro-negro acompanha o desenvolvimento e a evolução dos jovens atletas, além de disponibilizarem o suporte necessário para os treinamentos, como uniforme, bolas e o lanche dos alunos. Pode ser a oportunidade para se tornar atleta profissional do “mais querido”.

“São diversos benefícios para os jovens, contribuindo na formação pessoal de cada criança ou adolescente, também sendo a oportunidade para quem sonha em ser jogador profissional. Os alunos são acompanhados pelo Flamengo e sempre existe a possibilidade de serem aproveitados”, disse o técnico da escolinha, José Augusto Leal.

Inaugurado em abril de 2017, o núcleo do Flamengo tem como objetivo garantir que os jovens da cidade pratiquem alguma modalidade esportiva, prevenindo doenças, garantindo mais saúde e qualidade de vida.

Estudantes da Escola Paroquial Carlos Demiá serão contemplados

A campanha para o recolhimento de ovos de Páscoa do Procon está a todo o vapor. O órgão de defesa do consumidor está recolhendo os chocolates para contemplar os 236 alunos de 4 a 12 anos da Escola Paroquial Carlos Demiá. As doações podem ser realizadas até 14 de abril e a entrega pela equipe do Procon está marcada para o dia 17, na própria unidade de ensino.

Para manter a uniformidade dos chocolates entregue às crianças e, consequentemente, garantir que todos sejam agraciados com os ovos de maneiro similar, o Procon está solicitando que sejam ovos entre 90g – com brindes e de 150g os sem brinquedos. Além disso também são aceitos ‘ovos de colher’. O órgão também pede que sejam doados ovos de qualidade, garantindo que as crianças tenham uma Páscoa mais feliz.

As doações podem ser feitas em qualquer uma das duas unidades do órgão: no Centro, na Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, ao lado da Câmara e, em Itaipava, na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania.

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 12 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura pelo site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.

Vale destacar que o balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846. Confira as oportunidades:

Ajudante de entrega - 2 vagas - sexo masculino - Ensino médio e experiência

Chapeiro - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Consultor de vendas - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Copeiro - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Costureira - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência comprovada na confecção de vestidos e noivas e festas

Demonstradora de produtos - 1 vaga - sexo feminino - Ensino médio e experiência

Operador de empilhadeira - 1 vaga - sexo masculino - Ensino fundamental, curso na área e experiência

Promotor de vendas - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio, experiência, habilitação categoria A, moto para o trabalho e disponibilidade para viajar

Além dessas, foi cadastrada uma vaga para técnico em enfermagem, ambos os sexos. Para concorrer é necessário ter ensino médio, curso técnico em enfermagem e registro atualizado no Conselho atualizado da categoria, além de laudo médico atualizado.

Notícias por data

« Abril 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30          

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP