Segunda, 19 Agosto 2019 21:12

Rede municipal recebe mais 98 profissionais

Os 98 concursados que ingressarão na rede municipal de Educação participaram de uma solenidade de boas-vindas nessa segunda-feira (19.08) na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta. Na ocasião, o prefeito parabenizou os servidores e também anunciou que o poder vai enviar para aprovação da Câmara Municipal o projeto de Lei que prevê gratificação aos servidores que atuam como auxiliar de serviços gerais na rede municipal de Educação. A convocação dos concursados feita pela atual administração começou em agosto de 2017. Desde então, já foram convocados 210 concursados.

No encontro, o prefeito também falou sobre a gratificação para funcionários que atuam como auxiliares de serviços gerais. A gestão garante a merenda de qualidade, descongelamento dos enquadramentos por formação e por tempo de serviço, os salários em dia, aumento para 15 o número de escolas em tempo integral e, agora, mais uma ação para os servidores: proporcionar gratificação para os profissionais que atuam na rede como auxiliares de serviços gerais. O projeto prevê adicional de 20% sobre o vencimento do cargo e será enviada para aprovação da Câmara Municipal.

Dos 98 concursados, 14 são professores de matemática - 1ª região; 5 são professores de matemática - 2ª região e um é interprete de libras - 1ª região; 67 são professores de anos iniciais da 1ª região e outros 11 são professores de anos iniciais da 2ª região.

A lista com os nomes dos convocados foi publicada no Diário Oficial do dia 24 de abril, disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Rose da Silveira, representante do Sepe, agradeceu ao prefeito. “O poder público está honrado com o que foi prometido para a categoria e estamos sim muito felizes. Muitos servidores nem acreditavam mais que seriam chamados, mas, estão aqui e realizados. A gratificação para os auxiliares de serviços gerais é mais uma ótima notícia”, disse.

Ana Luiza Restier é professora dos anos iniciais e esperava pela convocação desde 2015. “É a realização de um sonho. Estou emocionada. É muita alegria. Já estou aqui e já ansiosa pra escolher minha vaga”.

Vale salientar que o concurso para preencher vagas para professores e outros profissionais de apoio foi realizado em janeiro de 2015, e em maio de 2017 teve a validade prorrogada até 2019.

. A Camarata Cidadania São Charbel também fez uma apresentação especial no evento.

Mais de 40 mil pessoas prestigiaram a 5ª edição do Serra Bugs Air Cooled, durante todo o fim de semana no Parque Municipal, em Itaipava. O evento é considerado a maior reunião de carros e amantes dos antigos da região. Só este ano, foram 3.600 veículos dentro do parque participando do encontro. Os visitantes puderam aproveitar as atrações musicais, foodtrucks, cervejas artesanais, espaço kids e feira de artesanato e moda. Com o objetivo de fomentar a cidade fora da alta temporada, a Prefeitura apoiou o evento por meio da Secretaria de Turismo.

A organização sorteou dois veículos antigos durante a festa: uma Brasília, ano 76, foi sorteada para um morador de Itaipava, e o fusca 75, para um morador de Araras. Para participar, as pessoas doaram cinco quilos de alimento não perecível. Em três dias de evento, foram arrecadados mais de 8 toneladas e meia de alimentos que serão doados a instituições carentes do município.

Com várias novidades oferecidas este ano, como as miniaturas de carros antigos disponíveis para os visitantes passearem, os organizadores comemoraram o sucesso da edição 2019. “O Serra Bugs deste ano supriu todas as nossas expectativas. Recebemos muitos elogios, principalmente nas nossas redes. E este resultado é nossa maior recompensa”, frisou um dos organizadores, Maicon Monteiro.

As concessionárias e permissionárias de serviços públicos que executarem obras em ruas do município serão obrigadas a fazer a manutenção das vias. É o que estabelece um decreto editado pela prefeitura sobre a recuperação de locais que passaram por intervenções – seja de reparo ou outro tipo. As empresas terão até três dias para realizar a recuperação das vias após a conclusão das intervenções e deverão garantir a qualidade do material utilizado na manutenção viária. Caso contrário, o município fará o trabalho e cobrará o ressarcimento.

O decreto tem por base a lei federal sobre concessões de serviço público (8.987/1995), que estabelece que as empresas respondem por danos ao poder concedente, aos usuários da via ou calçadas ou a terceiros. Pelo decreto, as concessionárias deverão pedir autorização para realizar qualquer obra, com exceção daquelas emergenciais.

A partir de agora, o município vai apertar o cerco a quem realiza obras nas ruas da cidade. As empresas vão ter que informar com antecedência os serviços que serão feitos, assim como quando irão concluir e fazer a manutenção viária, garantindo a qualidade no reparo da rua após as intervenções. Na prática, isso significa que o serviço tem que durar no mínimo 90 dias em bom estado. Se o município tiver que refazer o serviço, a conta será cobrada da empresa.

As empresas que fizerem obras com planejamento prévio deverão informar ao município o local da obra, tipo de serviços a serem executados, prazo de execução, tipo do pavimento, data de início e término das intervenções. Essas informações serão analisadas pelas secretarias municipais envolvidas e, somente após autorização prévia, os trabalhos poderão ser feitos.

A exceção são obras com caráter emergencial, que nesse caso deverão ser informados à prefeitura até três dias após a execução dos reparos necessários.

Após a conclusão das obras das concessionárias, a recuperação das vias deverá ser executada em até três dias, e independente do tipo de pavimentação do local – asfalto, calçamento ou terra. O decreto estabelece os requisitos técnicos que devem ser seguidos para o reparo das vias. A finalização dos serviços de manutenção viária também deverá ser comunicada ao município.

O secretário de Obras, Ronaldo Medeiros, lembra que o município tem feito um trabalho grande de manutenção viária, com aplicação de asfalto, nivelamento de ruas com paralelepípedos e de estradas vicinais. Só no caso das vias pavimentadas com asfalto, já foram 266 ações realizadas pelo programa Mais Asfalto, que atendeu 194 ruas em 45 bairros neste ano.

Se após as intervenções, o serviço de recuperação das vias não for feito pela concessionária, a prefeitura fará o reparo e vai cobrar da empresa pelo prejuízo causado ao município, se necessário, em esfera judicial. O município não pode ter as ruas abertas para os reparos das concessionárias e depois ficar com as vias em estado precário.

As concessionárias também ficam responsáveis por sinalizar as vias durante a execução do serviço de forma a proteger pedestres e veículos, identificando a empresa que está executando a obra, e por remover o entulho.

O decreto será publicado em Diário Oficial e entra em vigor imediatamente.

A Universidade Católica de Petrópolis (UCP) confirmou que também fará parte do grupo de empresas e instituições que irão participar da segunda edição do Feirão Limpa Nome. A adesão foi acordada em reunião nesta segunda-feira (19.08) entre o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá e o pró-reitor administrativo adjunto da universidade, Carlos Henrique Lisboa. Agora, além da equipe de alunos do Núcleo de Prática Jurídicas auxiliando à população nos dias de feirão, a UCP estará negociando dívidas de estudantes pendentes com a instituição de ensino.

O Feirão Limpa Nome está confirmado para a próxima semana: de 26 a 30 de agosto. Nos cinco dias, as negociações com 24 empresas ocorrem das 9h às 16h, na Casa dos Conselhos – Avenida Koeler, 260. As empresas que estarão negociando débitos são os bancos Santander, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú e Banco do Brasil; as empresas de telefonia, internet e TV à cabo, Oi, Claro, Tim, Vivo, Sky, Net e Tech Cable; as concessionárias Enel e Águas do Imperador; as varejistas Casas Bahia e Ponto Frio; as sapatarias Bico da Bota, Stella Maris e Real Modas; as lojas de vestuário Pirulito e Gisele Jeans; a Ótica Obeslico e a Servir – empresa de cartões de crédito do Grupo Mil.

Na primeira edição, quase 900 pessoas negociaram um valor superior a R$ 2,5 milhões. A média de acordo girou em 86% de desconto, mas, em alguns casos, os abatimentos chegaram a 99%, como a de um uma consumidora que conseguiu negociar uma dívida de R$ 10.571 para pagamento de uma única parcela de R$ 104,17. Para negociar com as empresas é só comparecer ao Feirão Limpa Nome dentro do horário, retirar uma senha e aguardar ser chamado. É importante levar cobranças antigas e documentos de identificação com foto.

Nesta edição, os consumidores vão contar com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para consultar se estão com o nome negativado junto ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e por qual empresa. Essa inclusão atende a uma demanda percebida na primeira edição, onde muitas pessoas sabiam que estavam com o nome negativado, mas desconheciam qual empresa havia colocado o nome no cadastro. Além disso, a OAB estará homologando os acordos junto com os fiscais do Procon e a UCP vai participar com estudantes de direito dando auxílio nas dúvidas dos consumidores, bem como os estudantes de direito da Estácio, que também irão auxiliar no Feirão.

Conhecimento, história e curiosidades foram pontos apresentados para alunos da rede municipal de ensino sobre o Museu Casa de Santos Dumont, nesta segunda-feira (19.08), durante as atividades especiais em comemoração aos 101 anos do monumento. Os grupos participaram da visitação completa dentro da Casa, com contação de história, filme didático e, ao final, ganharam uma cartilha para colorir com figuras temáticas do museu. Todos os visitantes tiveram entrada gratuita. O Museu, conhecido como “A Encantada”, foi construída em 1918, na Rua do Encanto, no Centro da cidade.

O local é um dos mais visitados de Petrópolis, e no mês passado bateu recorde de público, durante o aniversário do lendário Alberto Santos Dumont, recebendo mais de 2 mil pessoas em um único dia. “A Casa de Santos Dumont é um ponto turístico muito importante para o município. É um privilégio Petrópolis ter um pedaço da história da aviação aqui. Trabalhamos para fomentar o setor e preservar este legado que é de todos”, destacou o prefeito Bernardo Rossi.

Participaram da visitação alunos da Comac, Escola Municipal Maria Campos e do Projeto C3. Entre as curiosidades da Casa, como as escadarias que só é possível descer e subir os degraus, com o pé direito, e a casa ter apenas três cômodos, os alunos conheceram outros inventos de Santos Dumont, como a criação do menor balão do mundo. “Estamos valorizando ainda mais todos os nossos pontos turísticos, sempre fazemos ações de incentivo em datas comemorativas. Trabalhamos para fomentar e manter todo nosso patrimônio”, frisou o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

“Trabalhamos em sala de aula a questão do conhecimento científico e da importância da pesquisa, justamente o que foi tratado aqui do aprofundamento didático de Santos Dumont para o desenvolvimento de suas invenções”, explicou a professora da Comac Roseli Santos da Silva.

Segundo a coordenadora do Museu, Simone Wayand, essas ações são muito importantes para o município. “A visitação para as crianças significa mais conhecimento, e é importante para a cultura da cidade. Despertamos a curiosidade e perpetuamos o patrimônio”, contou.

Com o mercado de trabalho cada vez mais exigente, a prefeitura investe na ampliação dos Centros de Inclusão Digital (CIDs) nas comunidades. No CID que funciona na Associação de Moradores do bairro São Sebastião, os moradores – crianças a partir dos 12 anos, jovens e até o público da terceira idade – podem participar gratuitamente de cursos básicos na área de informática. Os interessados em participar podem se inscrever na sede da Associação.

Dezoito CIDs voltaram a funcionar desde início da atual gestão e até o fim do ano mais sete serão reativados: Caxambu, Madame Machado, Floresta, Pedro do Rio, Secretário, Corrêas e Valparaíso. São quase 800 pessoas atendidas em toda a cidade. A prefeitura quer ampliar esse número até dezembro, atendendo ainda moradores de outros bairros.
“A Secretaria de Desenvolvimento Econômico realiza visitas periódicas nos CIDs e encontros para levantamento do funcionamento com os responsáveis pelas aulas, justamente para garantir a qualidade no atendimento”, explicou Leonardo Sindorf, responsável pelos CIDs.

Os cursos oferecidos no CID são dinâmicos e com linguagem acessível, justamente para que as pessoas se interessem e façam mais de uma atividade. Segundo o presidente da associação de moradores do São Sebastião, Luciano Pires, a comunidade abraçou a oportunidade. "É uma forma de qualificar os nossos jovens e também oferecer o acesso dos idosos ao mundo digital. Facilita bastante termos isso dentro do bairro, sem a necessidade de se deslocar para o Centro da cidade", disse Luciano, que assumiu a presidência da associação há dois anos.

A comunidade ainda recebeu uma rede de cobertura para a quadra que fica na sede da associação. 

CIDs em funcionamento:

Associação de Moradores do bairro Oswaldo Cruz - Rua Nossa Senhora da Aparecida

Associação de Moradores do Manoel Torres - Rua Manoel Torres, nº 395, Manoel Torres

Associação de Moradores da Vila São José - Rua Paulino Afonso, nº44

Associação de Moradores do São Sebastião - R. Álvaro Machado, 109

CERT - Rua Bingen, n° 520

COMAC - R. Um, 88 - Morin

Casa da Cidadania (Centro) - Rua Visconde de Souza Franco, 474

Casa da Cidadania Desembargador Jorge Loretti (Itaipava) - Estrada da União e Indústria, nº 18060

Centro Educacional Terra Santa - Rua Monsenhor Bacelar, nº 590, Centro

Centro Cultural Pedro do Rio - Rua Capitão José Leal, s/n (Antiga Estação), Pedro do Rio

Escola Santo Antonio (Cuiabá) - Estr. Min. Salgado Filho, 4839

Igreja Metodista do Quitandinha - R. Gen. Rondon, 1377 - Quitandinha

Telecentro CEU da Posse - Estrada União e Indústria s/ nº. Posse

Terceira Igreja Batista de Petrópolis - Rua Quissamã, n° 1737 – 3ª Igreja Batista

Projeto Grão em Grão (Nogueira) - Avenida Leopoldina, nº 590 – Nogueira

Jardim Salvador - Rua Ary Nogueira, nº 86

Comdep - R. Gen. Rondon, 400 - Quitandinha

Escola Marcelo Alencar - Av. Amaral Peixoto, s/n - Quitandinha

CIDs que serão reativados em breve:

Igreja Metodista do Caxambu

Associação de Moradores de Madame Machado

Igreja Metodista do Floresta

EM Monsenhor João de Deus Rodrigues (Pedro do Rio)

Capela Nossa Senhora das Graças (Corrêas)

Paróquia Santa Trindade (Lopes de Castro - Valparaiso)

Cerca de 300 jovens participaram das 12 partidas da primeira rodada do Campeonato Municipal de futebol de campo no fim de semana. Jogando no seu estádio, o Vera Cruz venceu o Carangola na categoria sub-11 por 4 a 0 e no 13 por 3 a 1. O E. C. Corrêas conquistou os três pontos no 11 diante do Petropolitano por 1 a 0. No 13, melhor para o clube do Valparaíso, pelo mesmo placar. Laginha e Internacional empataram por 1 a 1 no sub-11 e em 2 a 2 no 13.  O Serrano ficou de folga nesta rodada. A competição é organizada pela Liga Petropolitana de Desportos (LPD) e conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer

Na segunda rodada, que será realizada no próximo domingo (25.08), o Carangola recebe o Petropolitano. O Internacional joga diante do Vera Cruz e o Serrano enfrenta o Corrêas. O Laginha vai estar de folga. Ao todo, a competição reúne 350 atletas nas duas categorias.

No ano passado, os campeonatos municipais de futsal e futebol de campo envolveram cerca de mil jovens em mais de 400 horas de atividades. Foram realizadas 408 jogos e 2.609 gols em dez categorias. Os vencedores do troféu eficiência foram o Corrêas, campeão geral, o Palmeira no futsal e o Carangola no campo.

Ampliação da parceira para o Campeonato Municipal de vôlei e de handebol

A prefeitura e a LPD também são parceiras nos campeonatos municipais de vôlei e de handebol. “Esse apoio da prefeitura é fundamental para que as competições estejam ainda mais fortalecidas. A ideia é abrir cada vez mais espaço para os atletas das mais diversas modalidades", completa Geraldo Barros, presidente da Liga.

Cerca de 600 alunos participaram dos 67 jogos de futsal da segunda fase dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups). As partidas foram realizadas na semana passada e terminaram no último sábado (17.08) com a disputa da categoria sub-18 no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no Caxambu. Este ano a competição bateu recorde de adesão com 50 escolas inscritas. A tabela com toda a programação das modalidades pode ser encontrada no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Na próxima quarta-feira (21) começam os jogos de basquete, que serão realizados até o dia 24 de agosto. Nesta fase final, acontecem 212 partidas em cinco modalidades, com a participação de 247 equipes, reunindo cerca de 2 mil alunos. São oito equipes classificadas em cada categoria dos esportes em quadra – no entanto, o basquete, no sub-18 masculino, e o futsal, no 15 e 18 masculino, são 16 escolas.

O fortalecimento dos Jogos Estudantis é uma marca da atual gestão. Em 2016, apenas 19 participaram. Em 2017 foram 41, no ano passado 44 e neste ano, com 50, os jogos chegaram ao maior número de instituições inscritas na história. 

Ao todo, são nove modalidades em disputa no Jeups, sendo cinco coletivas: futebol de campo, futsal, basquete, handebol e vôlei; e quatro individuais como tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo. Além delas, o apoio ao Banco de Sangue Santa Teresa é a novidade para 2019. As instituições de ensino que levarem o maior número de pessoas para a mobilização ganharão pontos equivalentes aos esportes em disputa. Serão aceitas doações até o dia 30 de setembro.

Outra novidade é o projeto Selecionados Jeups. Serão formadas seleções com os principais atletas das categorias sub-15 e 18 no basquete, handebol, vôlei e futsal (apenas no feminino, já que no masculino a Liga Petropolitana de Desportos representa a cidade).

Escolas vencedoras do futsal no Jeups:

Sub-13: Bom Jesus Canarinhos (Feminino e Masculino)

Sub-15: Centro Educacional de Itaipava (Feminino) e Bom Jesus São José (Masculino)

Sub-18: Escola Estadual José Bonifácio (Feminino e Masculino)

Os cães da Guarda Civil encontraram 138 cápsulas de cocaína escondidas em uma mata na Comunidade do Neylor. Os animais participaram de uma ação conjunta com a Polícia Militar neste domingo (18.08) para coibir o tráfico de drogas em comunidades na região do Retiro. Dois pastores holandeses foram usados no trabalho, que passou também pela Comunidade do Alemão. O material apreendido foi encaminhado para a 105ª DP, no Retiro.

Ações para combater o tráfico de drogas têm sido realizadas com frequência pelo Grupamento de Operações com Cães, tanto no Centro como em apoio à atuação das polícias Civil e Militar. Só este ano, já foram feitas mais de 50 ações. Em pouco mais de dois anos, foram encontrados mais de 40 mil pinos de cocaína e, só em 2019, mais de 15 kg de maconha.

Esse trabalho resultou a prisão de um homem em julho e a condução de outras cinco pessoas como usuários. No início deste mês, um adolescente foi conduzido para a delegacia após ser encontrado tabletes e cigarros de maconha no tênis dele.

Notícias por data

« Agosto 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo